1. Spirit Fanfics >
  2. My Little Star >
  3. Birthday

História My Little Star - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoal, estou trazendo minha primeira história. Espero que gostem e que curtam. Por favor se não tiver algo do seu agrado me avisem pelos comentários, iremos fazer meu
melhor para agradar vocês.ㅤ
ʕ·ᴥ·ʔ 𝑆𝑜 𝑐𝑢𝑡𝑒, 𝑐𝑢𝑡𝑒 ʕ·ᴥ·ʔㅤ

Capítulo 1 - Birthday


Fanfic / Fanfiction My Little Star - Capítulo 1 - Birthday

Baekhyun se arrumava preguiçosamente, não estava animado então não se apressaria, estava em seu apartamento, específicamente, em seu quarto. Seus amigos o ligavam a cada segundo mas o mesmo apenas ignorava sabia que eles iriam lhe apressar e não estava afim de ouvir reclamações. Terminou de vestir sua calça jeans branca e pegou seu suéter azul marinho na cama vestindo-o, calçou seus pés com seus vans pretos e foi até o banheiro privado de seu quarto para arrumar seus fios platinados.

Seu celular tocou novamente e outra vez ignorou, já estava quase pronto não precisa de pressa agora. Escovou os dentes e retornou ao quarto, pegou no closet seu perfume favorito passando uma quantidade boa em seu pescoço. O som da campainha ecoou pelo lote fazendo Baekhyun bufar chateado e ir atender. Abriu a porta dando de cara com seus quartos melhores amigos.

Kyungsoo, Luhan, Minseok e JongIn.

- Você está surdo?! - o mais velho dos quartos bradou claramente irritado, odiava ser ignorado.

- Estava me arrumando, Min. - deu passagem para eles entrarem e voltou para seu quarto, para pegar apenas seu celular.

- Mas o que custava atender! - gritou da sala fazendo o mais novo revirar os olhos.

Baekhyun voltou para a sala já pronto e foi até o mais velho que tinha os braços cruzados e um bico fofo nos lábios.

- Desculpa, tá bom? - pediu dando um beijo em sua testa arrancando um sorriso de seu Hyung.

- Tá bom. - sorriu largo e abraçou o menor.

Sempre eram bastante carinhos um com o outro, Baekhyun o considerava seu irmão mais velho, mesmo já tendo um. 

- Tá, tá, 'vamo parando com o melodrama e vamos logo para a boate. - Luhan se pronunciou já impaciente, estava ansioso para vê seu crush, o mesmo trabalhava com dançarino na boate.

- Só está assim por causa do Sehun. - Kyungsoo provocou se levantando do sofá e passando pela a porta, saindo do apartamento sendo seguido por JongIn e pelo chinês que nega freneticamente o que o outro avia dito.

- Eu não tô nem aí para ele, só quero ir logo. - fez bico ao para em frente ao elevador.

Baekhyun que saia de seu apartamento riu com a cena do chinês todo vermelho de vergonha, Minseok o esperava a poucos passos.

Logo estavam no elevador descendo para o térreo conversando sobre tudo o que fariam na celebração do aniversário do amigo enquanto o mesmo apenas viajava em seus pensamentos sombrios. 

Chegaram no térreo e saíram do prédio de classe alta que o Byun morava logo indo até o carro do mais velho do grupo, o mesmo iria dirigir pois não beberia muito naquela noite. Logo estavam a caminho do local popular e privado que usariam para se divertir.

***

Baekhyun já estava em seu terceiro copo de Vodka nunca foi fã de bebidas fracas e isso não mudaria agora, estava olhando para toda aquela multidão de gente dançando e se atracando com outras pessoas e não se via fazendo isso. Podia vê Luhan aos beijos com o tal dançarino que gostava e Kyungsoo dançando eroticamente com JongIn, agradecia mentalmente por Minseok não está igual aos outros e poderia ter a companhia de seu Hyung.

Bebeu o resto da bebida alcoólica e se levantou do sofá que estava sentado indo até o bar tendo o olhar atento de Minseok sobre si, passou pela multidão que a cada passo que dava o empurrava e finalmente chegou do lugar desejado.

- Outra Vodka, por favor. - pediu ao bartender que acenou com a cabeça indo pegar o pedido, Baekhyun se sentou em um dos bancos em frente ao balcão e esperou que o bartender lhe entregasse o pedido, o que não demorou. Agradeceu ao homem e deu um gole generoso na conteúdo sentindo a ardência em sua garganta. Ele adorava sentir essa sensação em sua garganta, chegava a ser prazeroso.

- Um Whisky. - uma voz grossa e rouca fez Baekhyun para de bebericar o líquido no copo e olhar para o homem alto de ombros largos e cabelos platinados. 

Baekhyun sentiu um calor percorrer pelo seu corpo, não sabia dizer se era por causa da bebida ou do platinado de estatura alta ao seu lado. Engoliu o líquido que estava em sua boca e se ajeitou no banco nada confortável.

O mais alto ajeitou seu terno preto chique demais para uma boate e se sentou no banco vazio a sua direita, uma barmaid avia voltado com o Whisky do platinado o pondo na frente do mesmo, que levantou seu olhar para vê a mulher de cabelos pretos longos mordendo o lábio inferior, sorriu ladino fazendo o rosto corado da barmaid. Pegou seu copo e bebeu seu o Whisky com gosto era sua bebida favorita.

- Mais alguma coisa, Sr....? - questionou interessada no nome do cara que riu anasalado antes de responder.

- Park, e não. - a mulher apenas assentiu mordendo novamente o lábio antes de ir atender uma pessoa que a chamava.

Park acompanhou o trajeto da mulher que não importou em rebolar a bunda enquanto andava, o mais alto apenas balançou a cabeça empurrou os pensamentos impuros que aviam surgidos.

- Baek! - era Luhan. O mesmo avia parado de dança com o Oh e foi falar com o amigo que apenas bebia o líquido transparente no copo e olhava para um ponto qualquer.

- Que foi? - falou sem olhar para o chinês.

Luhan parou no seu lado esquerdo e analisou seu amigo dos pés a cabeça.

- Vai ficar aí sentado só bebendo, ou vai comemorar seu aniversário?! - a pergunta era retórica mas o Byun sentiu vontade de responder, então o fez.

- Não estou muito animado para isso. - voltou a beber a Vodka.

- Ah não! - exclamou alto, fazendo o mais novo tampar seu ouvido esquerdo. - Vamos comemorar, por favor.

Baekhyun já si vim irritado, odiava quando Luhan bebia muito e ficar desse jeito, irritante. Respirou fundo não querendo perder a paciência com seu melhor amigo e se virou para olhar o mesmo.

- É sério, eu não estou afim e você sabia muito bem. Minha mãe está internada e 'pra falar a verdade, eu nem queria estar aqui! - exaltou-se, a essa altura ele já está a em pé, cara a cara com o chinês. - Então, por favor! Para de encher meu saco! - bradou olhando nos olhos do amigo, vendo os mesmos se encherem d'água.

- Se você não quer, não irei lhe forçar mais. - o chinês disse cego e voltou para a pista de dança, não queria ficar triste naquele momento, só queria curtir a noite com o dançarino que estava afim.

O Byun bufou alto antes de sentar bruscamente na cadeira, soltando um gemido doloroso com a dor que causou em seu traseiro.

- Não deveria trará-lo assim. - a voz grossa se fez presente mais uma vez e o menor o olhou. - Ele só estava tentando ajudar.

- E quem é você para se meter em minha vida. - Baekhyun falou grosseiramente desviando seu olhar para frente enquanto guiava seu copo até seus lábios bebendo o conteúdo.

Não gostava quando invadiam sua vida pessoal e muito menos quando ousavam a repreendê-lo.

- Não precisa ser tão grosserio, sabia? - mais alto se virou ficando de lado para encará-lo melhor.

- Não preciso de sua opinião. - se levantou indo em direção a saída do local, Deu por hoje, pensou.

Quando chegou ao lado de fora tirou seu celular do bolso, e se dispôs a mandar uma mensagem para Minseok avisando que já avia indo e que não estava bem para continuar naquele lugar, ao enviar o guardou novamente. Já ia começar a andar quando seu braço foi segurado o puxando, uma fricção ocorreu com entre os corpos fazendo o Byun fechar os olhos com força.

O menor podia sentir a respiração quente bater contra seu rosto e um arrepiou percorrer em seu corpo, abriu os olhos receoso e pôde vê os olhos castanhos do Park a centímetros do seu.

- O-o que está fazendo? - questionou confuso, sentia uma mão segurar seu braço e outra sua cintura.

- Não é por que você está em um momento difícil, que pode alfinetar todos ao seu redor. -  falou baixo próximo ao rosto do menor.

Novamente o calor atingiu o corpo do menor fazendo ele morder o lábio sem ao menos perceber. O Park que observava cada detalhe do rosto do menor sentido seu membro fisgar pelo ato simples, Lindo, disse a si mesmo. Sua mão apertou a cintura do Byun o trazendo para mais perto de seu corpo.

- Às vezes as pessoas apenas querem seu bem. - concluiu o de terno e o menor concordou derrotado. - Qual seu nome? 

- B-Byun... Byun Baekhyun. - se xingou mentalmente por ter gaguejou na frente do maior que sorriu fraco. Baekhyun já sentia seu rosto se esquentar juntamente com seu corpo, e ele sabia que o Park avia notado.

- Prazer, Baekhyun. Pode me chamar de Chanyeol. - falou baixo o que fez um tom sedutor surgir em sua voz.

Chanyeol estava embriagado com o cheiro que o menor exalava, era tão atrativo que o fez afundar seu rosto no pescoço alheio cheirando ali. Baekhyun arfou baixo ao sentir a respiração quente em contato com sua tez, segurou o terno preto que cobria o peitoral do maior e apertou levemente ali. Um beijo foi deferido ali e o primeiro gemido do Byun foi ouvido por Chanyeol que sorriu com o resultado que seu gesto causo. Deu alguns passos para frente se movendo sem se desgrudar de Baekhyun. O menor sentiu suas costas entrar em contato com a parede da boate e suspirou ao ter seu pescoço e clavícula beijado diversas vezes. 

As mãos do Byun subiram para o pescoço de Chanyeol fazendo-o parar com a sequência de beijos e olhá-lo, Baekhyun se permitiu ficar na ponta dos pés para juntar seus lábios com os do maior iniciando um beijo calmo. Chanyeol sentiu seu coração se acelerar a medida em que tocava os lábios finos do menor, sentia sua pele formigar e arrepios se estalarem em seu corpo. Pediu passagem para a língua que logo foi concedida pelo menor que separou os lábios. O Park se permitiu explorar a boca do mais baixo, suas línguas brincava por mais contato, por mais sensação que ambos gostariam de sentir, puxou o lábio do Byun entre os dentes arrancando um gemido manhoso do pequeno. Juntos os lábios novamente e só se separaram quando a falta de ar se fez presente.

- Minha casa. - Baekhyun disse num impulso e o mais alto concordou entendendo do que se tratava.  

Chanyeol segurou na mão do Byun e o guiou para onde avia estacionado o carro que avia alugado para os dias que ficaria em Seoul, logo entraram e se sentaram.

- Onde você mora? - o Park ligou a carro esperando o menor lhe informar.

- Em UN Village.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...