1. Spirit Fanfics >
  2. My Little Toy (imagine Jack Risonho) >
  3. Um novo amigo

História My Little Toy (imagine Jack Risonho) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem ❤️💜💛💚💙


Motivação pra esse cap: ApenasUmaCoelha🖤

Capítulo 2 - Um novo amigo


Fanfic / Fanfiction My Little Toy (imagine Jack Risonho) - Capítulo 2 - Um novo amigo

Assim que fui para a cozinha, senti uma brisa leve passando por trás de mim. Fiquei um tanto arrepiada, então comecei a andar um pouco mais rápido.


Mãe: Rosa Negra, venha logo. A comida vai esfriar, antes de vir, chame seu pai, ele está lá fora conversando com o chefe dele.

S/n: Sim mamãe -disse indo até a porta de entrada.


Abri aquela grande porta com bordas de ouro lentamente, então fui em busca de meu pai. A brisa, suave e fria, havia voltado, eu me arrepiei, então olhei para trás e vi uma sombra grande e um tanto contorcida, parecia muito com um palhaço pavoroso.


S/n: V-você... O que você é?! -disse um tanto apavorada com a grande sombra.

XXX: Acalme-se garotinha, eu estava tão triste e solitário... Não tinha ninguém para brincar... Me chamo Jack, por favor, brinque comigo -disse a sombra com dentes afiados e um olhar penetrante.

S/n: Você veio da caixinha de surpresas? Eu sinto muito, não sabia que estava solitário... Eu brinco com você, Jack -disse dando um leve sorriso enquanto observava ele.

Jack: Você é tão pequena e ingênua, o que faz nesta floresta horrorosa? Pensei que crianças como você estariam em um lugar cheio de arco-íris e coisas mágicas... -disse ele arqueando a sobrancelha.

S/n: Eu me sinto sozinha Jack, como você, eu não sou muito amigável com outras crianças, elas não gostam de mim, na verdade, sinto que ninguém gosta de mim -disse me sentando no chão.

Jack: ... -ele ficou parado me observando, e parecia que estava sentindo pena com um toque de desgosto.

S/n: Jack, foi um prazer conhecê-lo, mas preciso ir... -disse olhando para ele.

Jack: Então vá garotinha, eu estarei aqui.


Neste instante, senti que ele poderia ser meu amigo, meu único amigo. Não demorou muito para que eu fosse encontrar meu pai, ele estava perto do lago, conversando com o chefe dele, ambos estavam rindo, então andei até eles e chamei meu pai para comer.


Pai: S/n, papai já está indo, deixe-me a sós com meu colega por favor -ele abaixou e sussurrou ao meu ouvido- Não estrague tudo outra vez.

S/n: Sim, papai -respondi e fui andando para a cozinha.


Pov. Jack.


Aquela garota, eu desejo ela, quero o coração dela em minhas mãos, ouvir seus gritos de dor e agonia, eu quero possuí-la. Aqueles cabelos negros, a pele pálida, lábios perfeitos, eu adoraria deixar uma marca alí. Ela será minha!


Alguns minutos depois...


Fiquei perseguindo ela, eu estava escorado na parede perto da cozinha, observando-a, notei que ela estava com uma expressão de mágoa e rancor, então, a mãe dela começou a falar.


Mãe da S/n: Você é uma hipócrita, não presta nem para chamar seu pai, você não tem amigos, você não sabe fazer nada além de ser a melhor aluna, você nem teve o prazer de ter relações ainda!

S/n: Mãe, eu tenho 8 anos, não posso ter esse tipo de relacionamento com ninguém.

Mãe da S/n: Sorte sua que eu não posso te bater, se não, estaria roxa de tantos tapas. Aprenda a me ouvir! Ou te venderei para um tarado qualquer.

S/n: Sim, mamãe.


Os pais dela eram idiotas, ver ela daquele jeito, pela primeira vez, me magoou. Os malditos dos pais dela precisavam sofrer as consequências, e depois disso, ela seria completamente minha.












Continua...



Notas Finais


Obrigada por lerem ❤️💜💛💚💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...