História My Love! - Kim Taehyung - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores! Boa noite pra vocês!
Espero que gostem da minha nova história, caso queiram acompanhar não se esqueçam de favoritar. Comentem! Isso é realmente um incentivo para nós que escrevemos. É sempre muito gratificante ver que estão gostando.

Boa leitura a todos!

Atualizações sem dia definido

Capítulo 1 - Doctor


Fanfic / Fanfiction My Love! - Kim Taehyung - Capítulo 1 - Doctor

Despertei de meus sonhos com a música do meu despertador sendo produzida, mas antes que eu fizesse qualquer movimento para me levantar e desligá-lo, a música parou de tocar. Abri meus olhos lentamente e vi meu irmão sentado na beira da da cama. 


Jm_Pode descansar mais um pouco, s/a. Daqui a pouco chamo para tomarmos café da manhã. 


S/n_Mas eu tenho que levantar agora. - Falei rouca. - Se não irei me atrasar para o trabalho. 


Jm_Nem pensar em ir trabalhar. Já liguei para o papai, falando que você não está em condições para trabalhar. 


S/n_Eu já estou melhor. - Espirrei. 


Jm_Não é o que parece. 


S/n_Ta bom, eu não me sinto totalmente bem. 


Jm_Descanse mais um pouco. Daqui a pouco te chamo. - Saiu do meu quarto. 


Pra você que não me conhece, me chamo Park S/n e tenho 23 anos , nasci na Coréia do Sul, mais especificadamente em Seul. Sou uma pessoa impaciente, meio bipolar, e inteligente (não querendo me gabar). Tenho um corpo esbelto e o cabelo ondulado, pelo fato da minha mãe ser brasileira. 


Tenho um irmão gêmeo chamado Park Jimin. Apesar de ser meu irmão gêmeo não se parece muito comigo, por ter o cabelo bem lisinho. Eu diria também que ele é bipolar, tem vezes que ele é fofo, as vezes ta azedo que nem um limão... Vai entender. 


Nosso pai é dono de uma grande empresa no país. Não tenho nada do que reclamar na minha vida, meus pais sempre nos dão tudo do bom e do melhor. Mas não pense que só porque tenho tudo isso, sou uma patricinha metida, longe disso. Sempre fui incentivada a conseguir tudo com meu próprio esforço e foi isso que eu fiz, estudei e me formei e hoje trabalho na empresa do meu pai. 


Passou uns dez minutos escutei o barulho da porta se abrindo e logo Jimin me chamou para tomar café da manhã. Ele me ajudou a descer as escadas, já que eu estava fraca por não estar me alimentando direito. 


Jm_Trate de comer. Fiz tudo isso pra você. - Sorriu. 


S/n_Obrigado.


A mesa estava cheia de coisas que eu gosto de comer no café da manhã. Comecei a comer sem demora e logo me senti cheia, acho que comi até demais. Quando terminei ajudei Jimin a limpar tudo, apesar da insistência dele. 


Jm_Pode ir se arrumar agora. 


S/n_Por que? Vamos sair? 


Jm_Sim. Vamos fazer uma visita ao Jin. - Sorriu ao ver minha cara. - Temos que levar seus exames pra ele ver. 


S/n_Apesar de eu gostar de ver o Jin, eu odeio ir em hospitais. 


Jm_Eu sei disso, mas se não for você pode ficar pior. Agora vai se arrumar para não nos atrasarmos. 


Subi as escadas em direção ao meu quarto e logo me apressei em tomar um banho. Lavei meu cabelo e logo após enxaguar sai do banheiro. Vesti um jeans preto e uma camisa de manga longa branca, calcei um tênis qualquer e passei um pouco de perfume. Penteei meu cabelo e o deixei molhado mesmo. 


Encontrei Jimin me esperando na porta do nosso apartamento, descemos de elevador até o estacionamento e seguimos até a clínica que o Jin atendia como nutricionista. 


O paciente que tinha marcado antes de mim tinha acabado de sair da sala e disse que o doutor estava me esperando. Eu estava sonolenta e assim que ouvi meu nome, peguei minha bolsa e seguimos até sala. 


S/n_Com licença - Eu disse assim que abri a porta. 


Caminhei pra perto e me sentei na poltrona enquanto Jimin se sentou ao meu lado. Jin quando nos viu sorriu automaticamente, fazia tempo que não nos víamos. 


Jn_Quanto tempo não vejo vocês. 


Jm_Ultimamente temos andado bem ocupados, tanto no trabalho, como cuidando da saúde de certas pessoas. 


S/n_Eu não queria estar assim pra começar. 


Jn_O que está havendo pra você estar aqui? 


S/n_Eu não estou tao bem quanto gostaria. 


Jn_O que aconteceu? 


S/n_Fui diagnósticada com anemia. 


Jn_Desde quando sabe disso? 


S/n_Uma semana. Ultimamente não estava me sentindo tão bem, Jimin falou pra mim ir no médico e então fiz alguns exames. 


Jn_Qual é estádio da anemia? 


S/n_Nada muito grave, mais a doutora disse que se eu não me tratasse poderia piorar. 


Jn_Deixa eu ver seus exames. 


Lhe dei os exames e ele os analisou, começou a escrever algumas coisas no computados, as quais eu não estava entendendo nada. 


Jm_Pode explicar o que escreveu ai? 


Jn_De acordo com o que entendi nos exames, lhe receitei uma dieta de acordo com o que falta no seu organismo. Você está meio em débito com alguns tipos de nutrientes e vitaminas, porém, se fizer tudo certinho não terá com o que se preucupar


Concordei e Jin juntou umas folhas e as grampeou, peguei as folhas e dei uma breve olhada. 


Jn_Contando quinze dias depois do dia que começar a dieta quero voce aqui para que eu possa receita-la alguns exames pra ver se temos avanços


S/n_Tudo bem. Obrigado, Jin. 


Jn_Vejo vocês em breve. 


Saímos do consultório e fomos andando até o carro, ficamos um tempo dentro do carro apenas lendo o cronograma de alimentação que Jin tinha me passado. Resolvemos passar em um mercadinho que tem perto do nosso prédio para comprar alguns alimentos que não tinha em casa. 


Enquanto Jimin foi empurrando o carrinho eu fui pegando os produtos e em meia hora peguei todos os itens da lista. Fomos ao caixa e eu logo sorri por ver quem era o atendente. 


Th_Bom dia, senhorita Park! - Sorriu quadrado. 


S/n_Bom dia, Taehyung! - Sorri de volta. 


Kim Taehyung era simplesmente um amor de pessoa, nunca tivemos uma conversa, mas pelo jeito que ele me trata toda vez que eu venho aqui ele é muito educado. Toda vez que venho aqui ele me comprimenta com um belo sorriso e quando estou sozinha ele sempre me ajuda com as sacolas. Só sei seu nome pois esta escrito no crachá de identificação que ele usa. 


Th_Tenham um bom dia. 


Sai de meus pensamentos quando ouvi Taehyung nos desejando um bom dia. Eu e Jimin fomos até o carro e fomos pro nosso apartamento.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...