1. Spirit Fanfics >
  2. My love from another universe ( Deidara X sn ) >
  3. Cap. 1 "So pode ser um sonho"

História My love from another universe ( Deidara X sn ) - Capítulo 1


Escrita por: kayori-senpai

Notas do Autor


roi moreees kayori-senpai aqui de novo kkk
bom, desta vez eu decidi escrever uma fic de deidara X s/n então eu espero que voces gostem. é a primeira fic que eu faço desta forma então não sei se vai ficar assim tão boa, mas eu realmente espero que curtão a ideia.
sem mais delongas, boa leitura pessoal. s2

coisas simples que deve saber
1 - eu a autora tambem farei parte da historia como a melhor amiga da s/n espero que não tenha nada contra isso :)
2 - a historia se passa no mundo real e não no universo de naruto.

Capítulo 1 - Cap. 1 "So pode ser um sonho"


s/n pov 

eu me chamo s/n sou uma garota otaka viciada no anime naruto, e eu simplesmente amo o personagem deidara. minha historia é uma historia normal como qualquer outra. infelizmente quando eu tinha seis anos de idade minha mãe faleceu depois de um acidente de carro. hoje eu estou fazendo dezoito anos, sou uma garota feliz, moro com meu pai e ele é realmente muito legal comigo. esse ano eu decidi que não queria fazer uma festa, eu apenas queria sair com meu amigos e amigas para me divertir um pouco e meu pai concordou com isso e tambem me deixou chegar tarde em casa. é por isso que eu amo meu velho kkk 

s/n : tchau pai, eu volto mais tarde. 

pai de s/n : okay filha, juizo! e voces tratem de cuidar da minha filha! 

ana ( amiga da sn ) : pode deixar tio, eu não vou deixar ninguem encostar nela. 

s/n : nem precisa, ate por que eu não me interesso por pessoas reais, mas põe o deidara num quarto so comigo pra tu ver se eu não me acabo haha 

erick : por que voce gosta tanto desse personagem afinal? 

s/n : talvez por que ele é mais lindo que qualquer garoto que exista neste mundo! haha 

kayori ( eu serei sua melhor amiga nesta fic ) : ela tem razão! haha 

fomos para uma balada ja que agora eu sou maior de idade, ficamos dançando e nos divertindo muito ate por volta das quatro da manhã quando nos decidimos ir embora. 

kayori : voce bebeu de mais s/n, seu pai vai acabar te dando uma bronca.

s/n : eu quase não bebi, não precisa ficar preocupada, kayori. voce deveria ir para casa eu posso me virar sozinha. - resmungo. 

kayori : eu vou deixar voce em casa  primeiro. gente, to indo levar a s/n para casa, vejo voces na escola amanha. 

erick : okay, ate amanhã s/n. 

s/n : ate... 

kayori me ajudou a chegar em casa bem, acho que realmente exagerei na bebida. ela me deixou no quarto e ouvi ela se despedindo de meu pai e logo ele adentrou. 

s/p : filha, voce esta melhor agora? falei para voce não exagerar logo de cara. 

s/n : estou melhor sim, me desculpa por ter exagerado papai. - falo meio sem jeito. 

s/p : esta tudo bem, voce não precisa se desculpar, eu te liberei afinal de contas, amanha agradeça a sua amiga por ter cuidado de voce enquanto não estava 100% sobria. 

s/n : eu vou. 

s/p : bom, eu tenho um presente para te dar. 

s/n : mais um? mas voce ja me deu um celular novo e ainda me deixou sair e ficar fora ate essa hora. 

s/p : bom é que na verdade esse aqui é da sua mãe, é um presente especial dela, ela deixou para voce antes de partir, ela me disse que vice gostaria, e tambem me falou para so entrega-lo quando voce fizesse seus dezoito, e por isso eu quero te entregar. 

meu pai pega um medalhão dourado de seu bolso e então me entrega. era lindo, simples como eu preferia e muito lindo. 

s/n : nossa que lindo, esse medalhão pertencia a mamãe? 

s/p :  sim, ele é  passado de geração em geração  na  familia de sua mãe, e agora ele é seu. cuide bem dele, sua mãe sempre disse que ele é um objeto magico e que ele é capaz de realizar qualquer desejo. ele nunca largava ele. 

s/n : que incrivel! - o penduro em meu pescoço -  obrigada por deixar um presente tão lindo e incrivel para mim mamãe. - falo feliz admirando o medalhão. 

s/p : bom, acho que voce deve descansar agora. ja são cinco da manhã e voce ainda não dormiu nada. descance tranquila, voce não precisa ir para a escola. 

s/n : obrigada papai - o abraço e logo em seguida deito me e o mesmo põe o cobertor sobre mim - te amo, pai. 

meu pai retirou-se de meu quarto e então eu peguei meu celular em cima do criado mudo e o ligo vendo de fundo a foto do meu tão amado deidara " sera que amar um 2D é errado, mamãe? " penso e ponho o celular ao meu lado. " queria que ele existisse, e mais, queria que ele tambem me amasse... enfim, ficar desejando coisas impossiveis não vai dar em nada, melhor essa otaka aqui ir dormir. " me aconchego e logo acabo pegando no sono

quebra de tempo

acordo meio sonsa e ainda cansada e olho o relogio que estava marcando duas da tarde " acho que dormi demais " penso e então levanto me indo para o banheiro, escovei meus dentes e tomei um banho um pouco demorado, usei uma toalha para cobrir meu corpo e sai do banheiro indo ate o guarda-roupas, mas assim que encostei uma mão na porta do mesmo eu notei uma silhueta na cama, então me virei para olhar e parecia que havia alguem dormindo debaixo de minhas cobertas. me aproximei e puxei o lençol achando que seria meu pai, mas me surpreendi e gritei fazendo um garoto loiro acordar-se e se levantar gritando tambem. 

s/n : QUEM É VOCE!!!? - grito surpresa. 

??? : acho que eu quem deveria perguntar isso! ou melhor, onde eu estou? 

s/n : espera... Deidara?... 

deidara : como voce sabe o meu nome? - o loiro fala confuso 

s/n : não, não, não, isso é impossivel! isso so pode ser um sonho, é loucura, eu estou sonhando, eu tenho que acordar, como eu faço? - falo sem saber o que fazer. 

deidara : afinal, onde eu estou? e por que voce não veste logo as suas roupas hein? - o loiro fala desviando o olhar e indo ate a janela - que tipo de vila é essa? - fica confuso. 

s/n : sera que eu to realmente sonhando? se for isso, então como esse sonho pode parecer tão real? - fico confusa - se o deidara ta realmente aqui, o que aconteceu? e como isso é possivel?   

 

 

continua.....

 

 


Notas Finais


espero que tenham curtido a ideia, obrigada por ler, perdoem meus erros pfv, e até o proximo cap. s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...