História My love Is Yours - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Turma da Mônica Jovem
Personagens Personagens Originais
Tags Novela, Romance, Tmj, Turma Da Mônica Jovem
Visualizações 142
Palavras 1.328
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Boa noite a todos. Mais um capítulo, espero que gostem.

Capítulo 4 - Uma visita inesperada.


Fanfic / Fanfiction My love Is Yours - Capítulo 4 - Uma visita inesperada.

...

Pov Cebola

Noite de domingo, depois das provas do vestibular, estava mentalmente cansado, tinha estudado a beça e acreditando que fiz uma boa prova e teria uma vaga certa no Curso de Administração que é que eu sempre quis, era só esperar o resultado. Quando terminar o curso quero começar trabalhando com o meu pai e depois, abrir a minha própria empresa tenho muitos sonhos e ambições, não posso ficar trabalhando na empresa que meu pai trabalha a vida toda, quero muito mais, quero ser alguém na vida, ao contrário da Mônica, acredito que ela vai se contentar com um emprego modesto de Advogada em algum escritório, ou até virá uma defensora pública com essa mania de ajudar o próximo. Mas eu não eu não quero só isso, quero ser bem sucedido e reconhecido e é claro estar casado com a Mô. E falando nisso ela está alguns dias brava comigo, tá me dando toco, já tentei falar com ela me desculpei, mas ô mulherzinha geniosa, mas amanhã na escola que já estamos nas duas últimas semanas de aula eu vou ler um poema para ela para assim ela voltar às boas comigo. Porque hoje estou pregado só quero dormir, não sem antes enviar uma mensagem para a minha namorada.

“Tô com saudades, boa noite Linda, vou dormir, beijo”.

Recebi de volta a mensagem

Também tô com saudades, tô muito cansada com as provas to indo dormir, beijo.

Ela respondeu minha mensagem? Até que enfim sei que ela me ama e não consegue ficar muito tempo com raiva de mim no final ela sempre me perdoa.

Sou interrompido dos meus pensamentos pelo celular era uma chamada de voz, quando vi quem era não queria acreditar, o que ela queria? Estava cansado e sem paciência, queria dormir não tava a fim de ver ninguém principalmente ela a Penha.

- Oi, amorreco, você está em casa?

- Sim Penha estou, estou super cansado depois de um longo dia de provas, o que você quer?

- Nossa, amor que frieza, quero só conversar com você.

- Tem que ser agora? Eu já estava me preparando pra dormir, não leve a mal.

- E se eu te disser que estou na porta da sua casa e exijo que você me deixe entrar, não posso esperar mais.

- O quê?

Nossa aquilo só podia ser um pesadelo meu Deus a Penha na porta da minha casa, e se a Mônica visse? Meu Deus tinha que resolver aquela situação o mais rápido possível.

...

Ela tocou a campainha e minha mãe foi atender a porta.

- Boa noite, o que deseja?

- Preciso falar com o meu namo... Digo com o Cebola ele está?

- Está, mas acho que já está dormindo, porque não volta outra hora.

Nisso chego à sala e já vou logo falando:

- Mãe, pai preciso conversar com a Penha no meu quarto sozinho é coisa rápida.

- Claro filho pode ir.

Vou com Penha até o quarto e quando entro já vou logo falando.

- Você tá maluca! O que veio fazer na minha casa a essa hora, meus pais não podem saber que a gente... Você sabe né, que somos íntimos.

- E por que não? É sobre isso mesmo que eu quero conversar, você disse que iria terminar o seu namoro com a Mônica e ficar comigo, mas soube que isso não é verdade, você continua enganando aquela boba, mas sei que você gosta mesmo é de mim e a propósito, quando que você vai me assumir como a sua namorada?

- O quê? Você ficou louca?

- Não, não fiquei. Não posso mais esperar, quero uma resposta agora amorreco, ou está tudo acabado entre a gente.

- Penha, não existe a gente, eu namoro a Mônica e você sabe disso. Falei que iria terminar o namoro pra que você ficasse comigo e é claro que você não acreditou nessa mentira. Ou quis acreditar que eu estava realmente apaixonado por você?

- Não pode ser, e todas as vezes que fizemos amor na minha casa quando meus pais não estavam, achei que sentisse alguma coisa por mim. Cebola, eu te amo, você não pode me trocar por aquela Maria ninguém, olha para mim e olha para ela e eu sei que você é ambicioso demais para se contentar com tão pouco, eu sou rica posso te abrir inúmeras portas, enquanto aquelazinha lá... bem... Não tem onde cair morta.

- Penha, por favor, não fale mal da Mônica ela é a mulher que eu amo, desculpe Penha não quero te magoar, mas para mim o que rolava entre a gente era só sexo, um sexo gostoso e muito prazeroso, e quer saber mais, nunca te falei em sentimentos, nunca falei que a gente ia namorar um dia, namoramos sim quando éramos crianças, mas era só uma brincadeira eu sempre fui apaixonado pela Mônica não sabia que você tinha algum sentimento por mim achei que era somente sexo sem compromisso e...

Plaft!

Sinto uma bofetada na minha cara, e nossa aquilo doeu pra caramba. Mas sabia que era merecida. A Penha foi logo falando.

- Seu cachorro isso não ficar assim, você vai me pagar por isso. Vou agora mesmo falar com a sua namoradinha.

- Por favor, Penha pelo amor de Deus não conta nada para Mônica eu a amo e não posso perdê-la, por favor.

- Adorei ver você implorando amorreco, não se preocupe não vou contar nada para sua namoradinha trouxa. Quer saber, fiquem juntos vocês se merecem, um é um canalha e a outra uma tonta, vou embora desse muquifo que a sua casa, "au revoir" querido.

Nisso ela saiu pela porta afora como um foguete sem se despedir dos meus pais que ficaram muito confusos com aquela situação. Eu só conseguia pensar se a Mônica a visse saindo da minha casa, pois moramos na mesma rua, o que ela iria fazer, eu particularmente, tive medo daquele olhar da Penha, via o ódio faiscando em seus olhos, e aquele até breve em francês confesso que me deu calafrios.

- O que houve filho? O que a Penha queria? Você não tava envolvido com aquela metida não é meu filho? Minha mãe perguntou.

- Nada não mãe. E pai, o senhor me pediu para resolver a situação o mais rápido possível e quer saber, acabei de resolver, agora vou subir que estou morrendo de sono. Boa noite!

O que seria uma noite longa de sono se tornou uma noite em claro, não consegui pregar os olhos imaginando o que a Penha seria capaz de fazer.

...

Acordei de manhã com o barulho do despertador, tinha dormido quase de manhã com meus pensamentos a mil, imaginei a Penha contanto tudo para a Mônica. A Mônica terminando comigo, pensei nas palavras do Cascão quando disse que “o feitiço podia virar contra o feiticeiro”, pensei em quantas vezes a deixei em casa para dar as minhas “escapadinhas”, nas nossas discussões, na primeira vez em fizemos amor, sim! Com ela era com amor e não sexo me sentia feliz em saber que eu fui o primeiro homem da vida dela, que tive paciência para esperar tanto tempo para conhecer cada centímetro daquele corpo, mas tinha valida a pena, tinha acontecido há somente alguns meses atrás, mas eu sabia que era com ela quem eu queria passar o resto da minha vida e pela primeira vez senti medo, um medo terrível de perder a minha namorada, a mulher que eu amo e sempre amei desde criança e mesmo quando bolava planos para derrotá-la, na verdade eu queria só chamar sua atenção, de uma forma errada eu sei, mas já nutria um sentimento por ela tão profundo que nem mesmo eu sabia explicar. Pensei no poema que iria recitar para ela, e escolhi soneto 18 de Willian Shakespeare e de hoje em diante serei outro homem não quero mais traí-la, não quero mais enganá-la, só quero amá-la. Não posso perdê-la.

*****************************************************************************************************************


Notas Finais


Um bom início de semana e até quarta. Se gostaram deixem seus cometários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...