História My Love Story - Capítulo 1


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Abo, Bts, Família, Galaxyabo, Pais!au, Yaoi, Yoongi!top, Yoonkook
Visualizações 86
Palavras 3.274
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Fluffy, Shonen-Ai, Universo Alternativo
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá~
Quero dizer que estou muito feliz de escrever mais uma fic do meu OTP yoonkook e ainda com ABO ♡
Espero realmente que gostem, ficou bem fofinea ♡

Capítulo 1 - Capítulo Único; He is the One


ㅡ Eu estou muito feliz de passar esse tempo com você, Kook-ah. Nós não nos falamos direito faz muito tempo ㅡ Jimin disse e bebeu mais um gole de chá.

Jungkook sorriu para o irmão mais velho e pousou a xícara.

ㅡ Eu também estou feliz, hyung. Muita coisa aconteceu e eu quero que saiba as novidades. ㅡ Jungkook apertou de leve suas mãos, sorrindo animado.

ㅡ Conte tudo! ㅡ Jimin disse empolgado e deu mais um gole em seu chá.

Jungkook sorriu levemente envergonhado, fitando suas mãos. Então mostrou a aliança em seu dedo para Jimin, que quase cuspiu o chá que estava bebendo.

ㅡ Kookie! Você está noivo! ㅡ Jimin segurou na mão do irmão, admirando a aliança. ㅡ Quem é o alfa sortudo? Quando vou conhecê-lo?

ㅡ Você já conhece, hyung. É o Yoongi.

Jimin engasgou, mesmo sem estar bebendo nada. O queixo do ômega mais velho tinha caído e o Jeon ria, voltando a beber o próprio chá.

ㅡ O Yoongi? Aquele garoto só tem compromisso com a bebida, como assim vai se casar com ele? Não achei que ainda estivessem namorando! ㅡ Jimin perguntou incrédulo.

ㅡ Ele mudou, hyung. Ele não bebe mais e é um pai muito responsável com as gêmeas… ㅡ Jungkook disse com um sorriso carinhoso ao pensar em seu alfa.

ㅡ Quero ver o que a mamãe vai achar disso. ㅡ Jimin murmurou, bebendo mais chá.

ㅡ Ela já sabe ㅡ Jungkook disse orgulhoso e Jimin levantou as sobrancelhas. ㅡ Ela adora o Yoongi, sabia?

ㅡ A mamãe adora o Yoongi? Céus, eu realmente tenho viajado muito. Logo ela que tinha te proibido de ver ele quando vocês eram mais jovens?

Jungkook riu com a lembrança. O ômega tinha conhecido Yoongi em uma balada. Tinha acabado a escola e saiu com os amigos para comemorar.

Tinha ficado com Yoongi naquela noite, Jungkook não era “BV” mas tinha se sentido extremamente inexperiente perto do alfa nem tão mais velho que si.

Jungkook foi na onda dos amigos e acabou bebendo demais. Mal estava conseguindo se manter de pé na rua quando encontrou Yoongi novamente. O alfa tinha o levado para sua casa e deixado que passasse a noite lá.

No dia seguinte, o ômega tinha acordado na cama do Min e ficado completamente desesperado até que Yoongi explicasse que não tinham feito absolutamente nada. Yoongi apenas levou Jungkook para sua casa porque o ômega estava bêbado ao ponto de não conseguir dizer onde morava. Assim que chegaram, Jungkook passou um bom tempo vomitando no banheiro, com um Yoongi preocupado lhe dando auxílio. Depois, o alfa deixou que Jeon dormisse em sua cama mesmo e foi para o sofá.

Yoongi tinha uma boa experiência com ressaca e tinha feito um café da manhã leve para Jungkook, acompanhado de um remédio para dor de cabeça. Depois o levou para casa, onde quase apanhou da mãe de Jungkook, que não tinha gostado nada de ver o filho com cheiro de bebida chegando com um alfa “playboyzinho” depois de passar a noite fora.

Depois disso, passaram um bom tempo sem se falar, já que não tinham o número um do outro nem amigos em comum.

ㅡ Sim, ela gosta muito dele. Ela diz que ele é um anjinho que está sempre cuidando de mim.

ㅡ Yoongi, um anjinho? ㅡ Jimin riu. ㅡ Eu só achei isso quando você me contou como tinham se conhecido, porque depois disso tudo que eu via era que ele era um demônio!

ㅡ Aigoo, não fale dele assim… ㅡ Jungkook reclamou.

ㅡ Desculpa, mas ele era! Até hoje não sei como acabaram fazendo trabalho voluntário juntos… ㅡ Jimin suspirou, deixando a xícara vazia na mesa. ㅡ Ele vivia naquelas corridas ilegais quando raramente estava sóbrio e o resto do tempo estava em festas. Além de ser um grosso egoísta.

O jeito que se reencontraram havia sido bem surpreendente. Ambos estavam fazendo trabalho voluntário para a faculdade em um abrigo de cachorros. Yoongi era meio fechado, não estava tão aberto para conversas naquele dia, mas depois de algumas confusões levando vinte cachorros para passear ao mesmo tempo, eles acabaram indo tomar café juntos e nunca mais perderam o contato.

Yoongi adorava ouvir a voz de Jungkook e Jungkook adorava descobrir os segredos de Yoongi, desde seu amor por tirar fotos aos motivos dele morar sozinho desde novo.

ㅡ Yoongi não era grosso, ele só tinha o jeito dele de expressar o que sentia…

ㅡ Ele sentia algo? ㅡ Jimin perguntou com ironia e Jungkook o olhou feio. ㅡ Não me olhe assim, ele vivia te botando em confusão!

Eu vivia me botando em confusão. Yoongi me tirava delas.

ㅡ E aquele dia que você foi para uma festa da faculdade com ele e voltou fedendo a cigarro? ㅡ Jimin cruzou os braços.

ㅡ Eu não fumei, okay? E depois disso, eu nunca mais vi o Yoongi fumando. ㅡ Jungkook defendeu, pegando mais um pouco de chá para si.

Naquela noite, Jungkook estava sentado no colo de Yoongi, ambos conversavam com amigos em comum.

Yoongi estava fumando, ele nunca tinha oferecido a Jungkook e sempre jogava a fumaça para longe do rosto do ômega. Mas Jungkook estava em sua fase rebelde, e tinha visto algo interessante do outro lado da mesa.

Seokjin, um ômega que estudava com Jungkook, também estava sentado no colo de um alfa, Namjoon, que era seu namorado. Como Yoongi, Namjoon também fumava, e em certo momento tinha colocado o cigarro na boca de Jin. O ômega beijou seu parceiro, misturando a fumaça na boca de ambos, e Nam tinha sussurrado algo sobre o quanto Jin era sexy fazendo aquilo.

Jungkook queria muito seduzir Yoongi, então tinha pegado o cigarro da mão do alfa. Antes de sequer o colocar nos lábios, o Min pegou de volta e o quebrou antes que Jungkook colocasse as mãos novamente.

ㅡ Por que você fez isso? ㅡ O ômega tinha perguntado com um biquinho nos lábios.

ㅡ Não quero você fumando. ㅡ Yoongi respondeu com simplicidade.

ㅡ Você fuma, por que eu não posso? ㅡ Jungkook tinha cruzado os braços, como uma criança fazendo birra.

ㅡ Porque eu disse que não. ㅡ Yoongi apertou a cintura de Jungkook e se aproximou do ouvido do ômega. ㅡ Além do mais, você não precisa fumar para ser sexy. Essa sua carinha emburrada é a coisa mais sexy do mundo. ㅡ E depois mordeu a orelha de Jungkook.

Jeon tinha ficado sorrindo o resto da noite, e nunca mais tinha pensado em pegar um cigarro, também não tinha visto Yoongi fumando novamente. Sempre ficava impressionado com a capacidade do alfa de ler sua mente e falar a coisa certa. Muitos podiam achar o Min insensível, mas ele era apenas um pouco reservado.

ㅡ Tá, mas ele nunca valorizou seus sentimentos. Você vivia correndo atrás dele e ele nunca deu bola, ele só te usava.

ㅡ Ele sempre foi muito carinhoso e respeitoso comigo, hyung. ㅡ Jungkook suspirou, bebendo um pouco mais de seu chá.

Realmente, vivia correndo atrás de Yoongi. Mesmo com o alfa nunca lhe dando uma firmeza definitiva na relação, Yoongi passava sim muita confiança, tanto que Jungkook se sentiu seguro para passar o cio com o alfa.

Tinha sido o primeiro cio que passou acompanhado, Yoongi tinha ficado praticamente a semana toda consigo. Foi a primeira vez do ômega e o Min tinha sido extremamente cuidadoso e carinhoso, fazia tudo com paciência e se certificava de que Jeon estava bem. Foi muito especial para Jungkook e Yoongi tinha confessado ter sido especial para si também.

ㅡ Aham. Quantas vezes ele rejeitou seus pedidos de namoro? Quatro?

ㅡ Eu só pedi duas vezes, e na segunda ele aceitou. ㅡ Jungkook pousou a xícara vazia.

ㅡ Eu não chamaria aquilo de aceitar. ㅡ Jimin fez careta.

Jungkook já tinha pedido duas vezes Yoongi em namoro, em ambas tinha recebido frios “não”. Já estava quase desistindo quando um dia, quando estavam passeando de mãos dadas no shopping...

ㅡ Ei, Kook… ㅡ Yoongi tinha chamado baixinho.

ㅡ Hm?

ㅡ Lembra quando você me pediu em namoro umas semanas atrás?

Jungkook concordou, meio envergonhado. ㅡ Esquece isso, Yoongi-ah…

ㅡ Eu ia perguntar se a proposta ainda está valendo.

Naquele momento, Jungkook tinha parado tudo que estava fazendo, os olhinhos brilhando de animação, o que fez Yoongi corar ㅡ algo raro.

ㅡ C-Claro que está valendo!

ㅡ Então… eu aceito.

Jungkook tinha pulado em Yoongi, quase derrubando o mais velho, e o beijado várias e várias vezes. Depois de irem no cinema, Yoongi comprou flores para Jungkook.

ㅡ Também, quando eu tentei procurar outra pessoa, não deu muito certo. ㅡ Jungkook pegou as xícaras vazias e levou para a cozinha.

Jimin suspirou. ㅡ Certo, daquela vez a culpa foi minha.

ㅡ Não foi, hyung. Deixe isso para lá… ㅡ Jungkook suspirou e sentou novamente ao lado do irmão.

Uma semana antes de começar a namorar Yoongi, Jungkook tinha tentado olhar para outros alfas por sugerência de seu irmão. Estava em um restaurante com Jimin quando seu hyung praticamente o empurrou em um alfa.

O rapaz, chamado Taehyung, era extremamente simpático e divertido. Jungkook passou um bom dia com ele e de noite, o alfa lhe convidou para uma festa em sua casa.

Jungkook tinha se divertido, manerou na bebida, e acabou indo para o quarto com Tae. Quando acabaram, o alfa tinha saído do quarto primeiro, até rápido demais, mas Jungkook tentou ignorar o fato.

Quando desceu para a festa novamente, Taehyung ignorava todas as suas tentativas de iniciar uma conversa. Em uma hora, o alfa simplesmente tinha gritado no meio da festa.

ㅡ Me deixa em paz, Jungkook! Parece uma cadela no cio, acha que só porque transamos uma vez eu tenho que ficar te paparicando? Você nem é bom de cama, sai de perto de mim.

Jungkook tinha ficado em choque, simplesmente tinha sido usado e jogado fora como se não fosse nada. O que Taehyung não esperava, era que seu amigo que chegou atrasado ㅡ mas bem na hora de ouvir os gritos de Tae ㅡ fosse lhe dar um soco na cara. Afinal, Yoongi jamais deixaria que falassem assim com seu Jungkook.

ㅡ Você tá se achando o alfa mais gostoso do mundo para falar com ele assim, né? Vai procurar suas vadias e jamais olhe para Jungkook de novo, ele é muita areia para o seu carrinho de mão.

Taehyung tinha ficado chocado com o nariz sangrando no chão da festa enquanto Yoongi levava um Jungkook choroso embora.

ㅡ Aliás, onde estão minhas sobrinhas? ㅡ Jimin perguntou, mudando de assunto.

ㅡ Com o pai ㅡ Jungkook riu. ㅡ Ele as levou no parque.

ㅡ O quê? Você ainda tem contato com o Taehyung?

Jungkook demorou um pouco para entender.

ㅡ Eu não estou falando do biológico, não tenho contato com aquele homem a anos. E depois dele nem querer conhecer as filhas, acho melhor assim.

ㅡ Então Yoongi…

ㅡ Sim, ele as assumiu, e é o pai mais carinhoso e dedicado que elas poderiam ter. ㅡ Jungkook disse, orgulhoso e melancólico.

ㅡ Eu achei que ele tinha ficado irritado quando descobriu que você ficou grávido do Taehyung… ㅡ Jimin disse confuso.

ㅡ Bem, ele ficou…

Aquele sim tinha sido um momento complicado para Jungkook, pela primeira vez tinha se sentido verdadeiramente sozinho.

Tinham se passado alguns meses de que tinha começado a namorar com Yoongi quando descobriu que estava grávido. Tinha feito as contas e infelizmente não tinham como ser de Yoongi, ainda mais que sempre usavam camisinha em suas relações. Já com Taehyung, tinha se esquecido de se prevenir.

Quando contou para Yoongi, ele tinha lhe dado uma bela de uma bronca, dizendo que Jungkook tinha sido irresponsável de não usar o preventivo com Taehyung e o Kim era irresponsável ao ponto de que nem iria pagar alguma coisa para a criança.

Jungkook ficou tão triste com a reação do alfa que nem falou do ultrassom que tinha marcado para o dia seguinte. Não teve coragem de contar que estava grávido para seus pais, Jimin estava viajando ㅡ ele sempre viajou muito por conta do emprego ㅡ e por isso não poderia ir, Jin ㅡ que era seu melhor amigo ㅡ estava cuidando de Namjoon que ficou muito doente. Tinha até ligado para Taehyung, mas tudo que conseguiu foi alguns xingamentos do alfa, que depois o bloqueou dizendo que não tinha nada a ver com aquilo.

Então Jeon foi sozinho para o primeiro ultrassom do bebê, afinal, mesmo que não fosse algo planejado e filho de alguém que ele detestava, ainda era seu filho e cuidaria dele sozinho se fosse preciso.

Mas Jin não iria deixar o amigo sozinho naquela situação, então tratou de ligar para Yoongi e lhe dar um belo sermão sobre carinho e responsabilidade em um relacionamento. Yoongi não estava entendendo nada e iria desligar se Jin não tivesse falado “e agora o Jungkook está sozinho no primeiro ultrassom do bebê…

O alfa exigiu saber qual hospital era e parou tudo que estava fazendo para correr até lá. Já estava no meio da consulta quando praticamente invadiu a sala, assustando a médica.

ㅡ Yoongi? O-o que está fazendo aqui? ㅡ Jungkook perguntou surpreso enquanto Yoongi se desculpava com a doutora e pedia para que ela continuasse.

ㅡ Eu vim acompanhar meu namorado no ultrassom do bebê. ㅡ Yoongi respondeu, puxando uma cadeira para sentar ao lado da cama onde estava Jungkook.

ㅡ Como você…?

ㅡ Jin. ㅡ Jungkook compreendeu e corou, desviando o olhar. Yoongi segurou na mão do namorado e lhe deu um beijo na bochecha. ㅡ Você devia ter me chamado…

ㅡ Depois de tudo que disse? ㅡ Jungkook perguntou baixinho, quase chorando. Yoongi apertou a mão do ômega.

ㅡ Me desculpe, de verdade. Eu fui um babaca. ㅡ Jungkook concordou, rindo fraco.

Yoongi limpou uma lágrima que escorreu do rosto de Jungkook e então ambos prestaram atenção na doutora, que disse que estava conseguindo ver o bebê. Ela continuou passando o aparelho na barriga de Jungkook.

ㅡ São gêmeos! ㅡ ela disse animada e Jungkook apertou a mão de Yoongi com força. O ômega sorria, mas também estava preocupado.

ㅡ Vamos cuidar deles juntos ㅡ Yoongi garantiu, beijando a mão de Jungkook, antes de fitar a tela do ultrassom com um sorriso.

ㅡ Então Yoongi te apoiou depois de ter reagido mal no início? ㅡ Jimin perguntou, evidentemente comovido.

ㅡ Sim, ele foi o melhor. Foi comigo em todas as consultas e sempre me deu muita segurança, compramos juntos essa casa e ele em todos os momentos me ajudou a cuidar das gêmeas. Sempre as tratou como filhas dele mesmo, sabe? ㅡ Jungkook tentava conter as lágrimas, realmente emocionado. Jimin apertou a mão do irmão, sorrindo.

ㅡ Você conseguiu terminar a faculdade?

ㅡ Sim, sim, antes do parto até. Yoongi também, ele já estava trabalhando antes da gravidez, e isso ajudou muito.

ㅡ No que ele trabalha?

ㅡ Ele é fotógrafo profissional. Às vezes ele faz trabalhos para grandes empresas, mas em geral ele trabalha independentemente. No início era complicado, mas agora ele tem uma flexão de horários que ajuda muito a cuidar das meninas.

Jimin olhou em volta, realmente a casa era decorada com muitos porta-retratos, a maioria eram de fotos de Jungkook e das gêmeas, todas com o ângulo perfeito.

ㅡ E eu comecei a trabalhar como veterinário em uma boa clínica, estou muito satisfeito ㅡ Jungkook disse, feliz pelo próprio sucesso.

ㅡ Estou muito feliz por você, Kookie, de verdade ㅡ Jimin disse, abraçando o irmão. ㅡ Até que Yoongi parece ter tomado um pouco de jeito… Me conte mais do seu casamento, você fez o pedido? Quando vai ser a cerimônia? Quero ser padrinho, já estou dizendo!

ㅡ Na verdade, foi o Yoongi quem fez o pedido. ㅡ Jimin parecia impressionado e Jungkook riu.

ㅡ No final de semana, nós deixamos as gêmeas na casa da minha mãe e ele me levou para um hotel de frente para a praia, em uma cidade vizinha.

Parecia que estávamos em um filme, Jungkook continuou a contar. Passamos o dia na praia e em uma cachoeira, então de noite fomos jantar em um restaurante. Quando voltamos para o quarto, ele tinha deixado a cama cheia de pétalas de flores e fez o pedido mais lindo do mundo.

Eu nunca tinha o ouvido dizer com tanta sinceridade que me amava e que era comigo que ele queria ficar para o resto da vida. Eu aceitei na hora e nossa noite foi maravilhosa, eu só estive tão feliz assim quando vi minhas filhas pela primeira vez.

ㅡ Mas, na verdade, não temos uma data em mente. Ainda estamos organizando nossa vida e juntando dinheiro para a cerimônia, então deve ser mais para frente ㅡ Jungkook finalizou.

ㅡ Como assim ainda não tem uma data!? Pode deixar que eu vou planejar tudo, a decoração, tudo tudo tudo. Um irmão decorador serve para isso. Vai ser a festa mais linda do mundo!

ㅡ Calma, hyung! ㅡ Jungkook disse rindo, mas empolgado também.

ㅡ Eu não gosto dessa enrolação de noivos não, me dá agonia!

ㅡ Nós não estamos com pressa. ㅡ Jungkook riu de novo.

Jungkook sorriu com ternura enquanto o irmão tagarelava sobre ter que escolher uma data, e então puxou levemente a manga da blusa que usava para o lado, mostrando uma marca bem na curva de seu pescoço.

Jimin calou a boca na hora, o queixo caído pela segunda vez no dia. ㅡ Kookie… uma marca…

Jungkook passou a ponta do dedo pela mordida ainda bem visível que Yoongi havia feito depois do pedido de casamento. Jeon ainda mal acreditava que ele o havia marcado, era algo tão intenso, tão… eterno.

ㅡ Nós não estamos com pressa ㅡ Jungkook repetiu, ajeitando a blusa novamente.

ㅡ E você e seu namorado? Quando vou conhecer o famoso Hoseok? ㅡ Jungkook perguntou animado.

Jimin se recuperou do choque e corou fortemente, brincando com suas mãos. ㅡ É-é complicado, nós estamos indo devagar.

ㅡ Hm? Por que é complicado? ㅡ Jungkook perguntou curioso.

ㅡ Meu dad… Q-q-quer dizer, meu namorado é… intenso. Ainda estamos começando a morar junto e tudo mais… ㅡ Jimin explicou todo enrolado e muito vermelho. Tinha algo por trás dessa história e Jungkook estava curioso.

ㅡ É por isso que seu pescoço está cheio de chupões, hyung? ㅡ Jungkook perguntou e Jimin pegou uma almofada, batendo em Jungkook com ela enquanto ajeitava a gola de sua camisa.

Enquanto ambos estavam rindo, a porta se abriu e duas menininhas entraram correndo, indo direto abraçar Jungkook.

ㅡ Que abraço gostoso, meus amores! Se divertiram no parque? ㅡ Jungkook perguntou, pegando-as no colo enquanto as meninas agitadas falavam de suas aventuras.

ㅡ Sun, Chae, já deram oi para o tio Jimin? ㅡ Yoongi perguntou, ainda fechando a porta, e as meninas pularam no colo do tio preferido, começando a brincar com ele.

Jungkook aproveitou a distração para dar um beijo longo e apaixonado no noivo, que retribuiu do mesmo jeito.

ㅡ Oi, Jimin, tudo bem? ㅡ Yoongi foi cumprimentar enquanto Jungkook levava as pequenas bagunceiras para lavar as mãos.

ㅡ Tudo ótimo, Yoongi. ㅡ O alfa sentou na frente do ômega, parecendo cansado de ter aguentado o pique das menininhas de três anos no parquinho. ㅡ Eu fiquei conversando com Jungkook e depois de te ver… estou impressionado. Você mudou muito desde a última vez que te vi.

Yoongi sorriu levemente. ㅡ Mudei um pouco, me tornei mais responsável.

O sorriso do alfa aumentou ao ver Jungkook sair do banheiro, uma filha em cada braço. ㅡ E também, ganhei a melhor vida de todas.


Notas Finais


Então, espero que tenham gostado!
Eu fiz essa fic com muito carinho ❤ comentem o que acharam!

Créditos de capa: @yerifleur
Créditos de betagem: @smaxyjjk

Até mais, florzinhas! Fiquem bem c:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...