História MY lovely American - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Hetalia: Axis Powers
Personagens Alemanha, América (Estados Unidos da América), Áustria, Canadá, China, Espanha, França, Germania, Hong Kong, Hungria, Império Romano, Inglaterra, Itália do Norte "Veneziano", Itália do Sul "Romano", Japão, Lituânia, Polônia, Prússia, Rússia
Tags Ameripan, Hetalia, Rivais, Veneziano, Yandere Japan, Yandere Simulator
Visualizações 26
Palavras 403
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Harem, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei? Demorei! Mas o importante é que postei UwU

Boa Leitura~

Capítulo 7 - 7- Minha Nova "Aliada"


Fanfic / Fanfiction MY lovely American - Capítulo 7 - 7- Minha Nova "Aliada"

•Kiku Honda•


- Você é... - Encarava a menina a minha frente, sentada e envolta de um monte de computadores.

- Natalya Braginski. - Ela disse - Você está na mesma sala que o meu irmão, Ivan Braginski. - Ela apoiou queixo sobre as mão, sorrindo docemente.

Eu notei. Aquele sorriso... é  igual aos que eu venho dando todos esses anos. É falso.

- Então, Natalya-san, por que me chamou aqui? - Fecho a porta atrás de mim, cruzando os braços.

Seu sorriso permanece, mas assume uma forma mais sombria. Se levantando, ela caminha até a mim.

 

-  Kiku Honda-kun... ou melhor, Kiku-chan, eu sei o que você anda fazendo... - Ela coloca os braços para trás, sorrindo e se aproximando cada vez mais, parando em minha frente e encarando meus olhos - Sei que anda stalkeando Alfred F. Jones. - Seu sorriso se desfaz, com sua voz ficando mais seca e sua expressão vazia. 

- Isso não é da sua conta. - Aproximo meu rosto ao dela, com a mesma feição que a loira a minha frente. Meus olhos castanhos escuros fitando os olhos safiras. 

- Eu sabia... - Ela murmurou, se aproximando ao ponto de nossos narizes se tocarem. Sua mão enluvada, tocando gentilmente a minha bochecha, e a acariciando com o polegar - Somos iguais... Você e eu...

Natalya se afasta lentamente, voltando a se sentar em sua mesa. Apenas ergui a sombramcelha, me encostando na porta.

O que ela quer...?

- Kiku-chan, - Como se lesse meu pensamento, ela me chama - Vou direto ao assunto: Quero que seja meu amigo.

- O que?! - Franzi as sombramcelhas. Essa garota... - E por que eu deveria ser seu amigo?

- Somos iguais! - Ela cruzou as pernas - Mais parecidos do que imagina...

- Iguais? Deve ser brincadeira... - Resmunguei.

- É verdade. - Ela pegou o celular dela, me chamando para vê-lo.


Lá, tinha uma foto minha hoje de manhã, caminhando com Alfred-san e... a bitch de chiquinhas. 

Apertei meus punhos ao me lembrar dela, argh!


- Você a odeia, certo? - Sorriu, de forma maldosa.

- Sim. - Falei seco.

- E se eu disser que te ajudo a se livrar dela? 

A encarei, um tanto quanto surpreso. Ela está falando sério?


- O que você quer, afinal?


Ela riu.


- Eu já falei, Kiku-chan... - Outra vez, o sorriso maldoso apareceu nos lábios róseos da bielorrussa.






- Quero ser sua amiga...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...