1. Spirit Fanfics >
  2. My mister (Bakugo) >
  3. Capitulo 14

História My mister (Bakugo) - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, vocês podem me dar uma ajudinha?
Eu criei um instagram novo para animes, se vocês quiserem seguir lá, eu vou deixar aqui o nome. @otaku_dess_20.
Bjs. E obrigado pela sua ajuda!
Hoje esse capitulo irá ser pequeno, pois no próximo capitulo, eu irei tentar fazer um maior.

Capítulo 14 - Capitulo 14


Fanfic / Fanfiction My mister (Bakugo) - Capítulo 14 - Capitulo 14

Katsuki on

Já passou 2 dias e até agora nada de Mei. É a segunda vez desde o aposento de All might que e estou me sentindo culpado. Porra!

- Bakugou.

- O que é? – Levanto rapidamente minha cabeça para ver quem está na porta.

- Houve registros que dois dias atrás, haviam desaparecido três super heróis em um pequeno confronto com a liga dos vilões.

- Tsk! Aqueles filhos da puta! Saia

- Sim.

Porra! O que eles querem agora?! Vingança por All might ter prendido All for one?! Esses desgraçados não sabem a hora de morrer né! Peguei o telefone e convoquei todos para achar o esconderijo daqueles miseráveis de merda.

 

Katsuki off

Mei on

 Essa merda nunca vai quebrar né?

 Se isso quebrar, a primeira pessoa que eu vou dar na cara é o cara que tá atrás da porta. Foda-se! Ele é muito chato!

- Apenas desista, isso não vai quebrar.

- Se não vai quebrar, por que você precisa tá na porta me vigiando? – Agora responde essa vagabundo.

- Porque eu quero.

- Se fode!

- Você fala muito palavrão para uma pirralha.

- Não ligo.  – Falei batendo a algema no chão.

- Não sabia que os heróis eram tão mal educados.

- Eu não uma heroína, eu sou a assistente de um.

- Nem aquele tal de Bakugou é uma boa pessoa.

- Nem tu! Agora me deixe em paz, porque eu tô quebrando essa merda!

- Puff!

Eu não sei que horas são, eu não sei que dia é hoje e eu não sei se alguém vem me resgatar, eu só sei que se ninguém vier, eu vou ter que me virar pra sair daqui. Aquela garota, Himiko Toga, eu não vou deixar barato pra ela, se eu sair daqui, eu prometo prender ela! Eu queria matar ela, só que se eu fizer isso, eu irei me tornar igual.

*Três horas depois*

Essa algema não era indestrutível? Uma mão minha já está solta, só falta a mão esquerda! A adrenalina está correndo em minhas veias, eu estou com medo e ao mesmo tempo não estou. Eu não posso usar apenas uma mão, pois eu não sei quantas pessoas tem aqui, e também não quero arriscar, pois não sei a individualidade de ninguém daqui.

- Já desistiu?

- Não. – AHH! Eu tô prestes a conseguir! Quando eles abrirem essa porta, eu vou dar-lhe  um soco na cara do maluco!

Mei off

Katsuki on

- Senhor Bakugou, achamos o local, precisamos solicitar a polícia urgentemente!

- Não. Eu vou, tenho assuntos não resolvidos. – Eu vou dar na cara do desgraçado do Tomura até um tempo!

- Mas-

- Sem mais, saia agora e não comente nada com o velhote do Souta! Senão seus dias estarão contados!

- Sim. – O estagiário falou meio triste, e saiu da sala.

É minha chance de resolver tudo o que aconteceu a seis anos atrás! Se prepare, Shigaraki Tomura, eu não vou pegar leve seu pedacinho de merda!

 


Notas Finais


O que será que vai acontecer?
Fiquem atentos para o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...