História My mommys - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Baby Camila, Lesbicas, Mommys, Palmadas Não Sexuais
Visualizações 286
Palavras 1.468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - 24


Camila Cabello

- M-Mamãe...- Choro baixinho em seu colo sentindo um tipo diferente de medo se apossar de mim.- Nau vai... Eu nau quero ficar sem você, nau me deixa aqui s-sozinha... - Me agarro ainda mais a Ally, como posso, enquanto deixo lágrimas rolarem livremente por minha face.

- Oh meu amor... Não chora, Mamãe não aguenta ver a bebêzinha dela nesse estado.- Sinto Ally depositar um beijo no topo de minha cabeça e eu continuo chorando, bem agarradinha a ela.- E além do mais mamãe nunca te deixaria sozinha, você sabe disso anjo. Lauren e DJ vão ficar para cuidar de você.- Explica fazendo carinho em minhas costas e eu choro ainda mais negando com a cabeça.

- Eu quero você mamãe...- Aperto ela contra mim e sinto seu agarre mais forte também.

- Calma princesa...- Escuto uma outra voz perto de onde estamos, voz de Mani, e tento parar de chorar, começando a soluçar no processo.

Mesmo eu tendo desculpado mommy Normani, ainda tenho muito medo de apanhar da mesma. Sei que ela nau tem paciência, ainda mais comigo... Então quando ela está por perto, ou muito próxima de mim, eu corro pro colo da mamãe ally e fico quietinha para nau zangar Mommy e nem apanhar.

- Ela não quer ficar longe de mim amor.- Explica mamãe com sua voz doce, enquanto me balança.

- Mas vão ser só algumas horas Ally, não é para tanto. Nós não podemos faltar a reunião da escola dela, só porque a mesma está manhosa.- Me encolho ao escuta-la, tentando parar de soluçar também.

- Calma amor, ela é só uma bebêzinha que não quer ficar sem a mamãe dela, não é mesmo anjo?- Pergunta e não deixo de sorrir pelo tom infantil que a mesma usa ao falar comigo, e limpo minhas lágrimas com as mangas da blusinha que uso no momento.

- Uhum.- Respondo sem abrir a boca, enquanto balanço a cabeça para cima e para baixo em sinal de concordância.

______________________________________

Ally Brooke

- Viu amor, até nossa bebê entende e você não.- Digo em tom de brincadeira e Mani revira os olhos enquanto sorri de lado.

- Ok, ok... Mas a gente precisa ir amor.- Responde cruzando os braços, e eu concordo.

Eu sei que precisamos ir a essa tal reunião, mas hoje Camila está tão bonitinha, tão baby, que não vou conseguir deixá-la chorando enquanto a mesma pede para eu ficar. Hoje a mesma só quis ficar no colo, aceitou tudo de bom grado, até a chupeta minha bebê quis. No almoço ela comeu sem dar um piu, e nem reclamou quando dei o suquinho dela em uma mamadeira ao invés do copo. Acho que finalmente ela está começando a se aceitar como baby.

- Vamos levar ela com a gente amor.- Digo e Mani da de ombros.

- Então é melhor você já ir arruma-la Ally, não gosto de chegar atrasada, e você sabe muito bem disso.- Fala olhando para seu relógio de pulso e é minha vez de revirar os olhos.

Caminho até ela, com Camila ainda em meus braços, e deposito um beijinho nos lábios de minha namorada.

- Deixa de zanga amor, é só uma reunião.- Digo sentindo meus braços começarem a doer por Camila ter ficado a maior parte do dia em cima deles. Sei que minha baby nem de longe é pesada, mas com meu tamanho e Camila quase me alcançando... Eu não aguento segura-la por muito tempo.

- Quer que eu dê o banho dela? Assim você pode descansar um pouco.- Mani pergunta e eu arregalo os olhos, negando rapidamente com a cabeça. Mesmo minha namorada sendo mulher, Mani não é nem um pouco delicada. Tirando o fato de que desde que Camila chegou nessa casa ela deu banho em minha pequena apenas duas vezes, e nessas duas vezes, minha bebê saiu chorando e reclamando de que algo estava doendo.

- Não precisa amor, eu amo dar banho em Camila, tirando o fato que você demora mais a se arrumar... Então acho melhor você já ir adiantando e também ir tomando banho enquanto cuido de nossa baby.- Digo abraçando Camila que começou a respirar mais lentamente, e rezo mentalmente para que a mesma não tenha adormecido.

- Tudo bem amor, qualquer coisa me chama ok? Te amo, e deixa nossa pequena bem cheirosa.- Ela pisca para mim e eu sorrio.

- Também te amo, e pode apostar que nossa bebê vai estar bem cheirosinha. Mas agora vai tomar seu banho.- Digo e ela concorda saíndo do quarto de nossa bebê, onde estamos, mas antes me dá um beijo carinhoso na testa.

Deito Camila em sua cama, e assim tenho a certeza de que minha bebê estava cochilando sim, pois assim que deposito seu corpo em cima da cama, a mesma abre os olhinhos e faz gestos sonolentos com as mãos.

- Mamãe...- Escuto a mesma me chamar com voz de choro, mas antes que o berreiro comece, me sento ao seu lado, trazendo a mesma para meu colo.

- Calminha bebêzinha, mamãe está aqui, não precisa chorar tá bom anjinho?- Pergunto penteando seus cabelos com os dedos.

- Mamãe nau vai deixar eu nau?- Pergunta me olhando no fundo dos olhos e eu a abraço apertado.

- Não meu amor, mamãe nunca irá te deixar, mamãe nunca teria coragem de fazer isso com a bebêzinha dela.- Digo sendo sincera enquanto a tenho em meus braços.- Mamãe te ama muito, nunca se esqueça disso.

Vejo Camila sorrir e logo a mesma se aconchega em mim.

Eu amo tanto essa menina, bendito dia que sequestramos ela daquele ser que a mesma ainda considera como sua mãe.

______________________________________

Normani Kordei

Vou para o meu quarto na intenção de tomar um banho e me arrumar para a reunião de pais. Sei que esta reunião será feita justamente para os professores falarem mal dos alunos, sei disso porque só chamaram os pais dos alunos problemas. Não que minha princesa seja um problema, se falarem mal dela na minha presença, com toda certeza irei defende-la!

Sei que não ando sendo a melhor mãe de todas, até porque esse status pertence a Ally, mas eu jurei para mim mesma que irei tentar ser mais calma e mais atenciosa com minha bebê.

Por mais que isso não seja de minha natureza...

Eu sou uma pessoa bruta, direta, rígida e atenciosa aos detalhes errados. Sei também que sou agressiva e que minha baby precisa de carinho no momento, mas eu não fui criada assim, eu só fui conhecer o que era carinho e amor quando coneheci as meninas, e namoro elas agora. Mas quando conheci Ally, Lauren e Dinah não precisei mudar meu jeito para que as mesmas gostassem de mim, não precisei ser carinhosa, delicada e nada disso, só precisei ama-las como nunca amei ninguém. Mas com Camila é diferente, ela é minha menininha, e eu a amo muito, mas não consigo demonstrar todo esse amor, não do jeito que sou... Talvez porque eu preste mais atenção na educação dela do que nela própria, mas nesse quesito eu não posso errar com ela, não igual erraram comigo... Então talvez minha baby e as meninas me julgam por eu ser assim, por eu ser rígida na hora dos castigos e punições, mas elas não estavam lá quando eu passei por maus bocados, e eu só não quero que minha filhinha cometa os mesmos erros que eu cometi, quero que a mesma tenha a melhor educação, que aprenda a ter respeito, e sei que isso tudo começa dentro de casa. Então filha minha não vai errar e sair impune, quando minha princesinha errar, eu vou corrigi-la, e quando a mesma acertar, eu vou parabenizá-la.

Comigo as coisas funcionam assim, gostem elas ou não.

Ao entrar em meu quarto não deixo de sorrir ao ver Lauren e Dinah agarradinhas em cima da cama mexendo em seus iPhones, enquanto a Tv está ligada em um canal qualquer.

Eu fico indignada quando elas fazem isso, ligam a tv, e ao invés de assistirem ficam mexendo no celular!

- E aí gatinha, você vem sempre por aqui?- Escuto Dinah perguntar em tom de zoação e reviro os olhos.

- Sim né, aqui é o meu quarto.- Digo indo pegar uma troca de roupas mais sociais em nosso guarda-roupas.

Também temos um closet, mas as roupas que costumo guardar por lá são mais provocantes.

- Nossa, sua grossa, não sabe nem flertar!- Escuto a mesma responder e logo a boa risada de Lauren invade meus ouvidos.

- Flerta comigo amor.- Ouço Lolo dizer em um tom meio erótico, e assim que me viro para encara-las me deparo com Dinah por cima de Lauren enquanto a mesma acaricia um certo lugar no meio de suas pernas.

Essas duas.

Sigo para o banheiro, antes que o clima fique quente para o meu lado também e eu perca essa reunião de vez.

______________________________________

Para quem ficou em dúvida, a DJ acariciou o joelho da Lolo😏😂

Desculpa a demora, espero que tenham gostado meus amores, e até o próximo capítulo.

Bye babys!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...