História My name is - Acompanhante diamond - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Episódios semanas
Se tiver grande engajamento terá episódios adicionais.
Obrigado pela atenção e boa leitura!

Capítulo 1 - A descoberta


Ele estava me olhando com o olhar de reprovação, seus labios estavam se comprimindo e seus olhos sérios, ele nunca tinha me reprovado antes... 

_ Qual é o seu problema? Perguntei sem entender ao certo o porquê daquela feição.

_ Sempre me preocupei com você, nunca pensei que você traria esse tipo de problema para mim.

_ Do que você está falando Nam? Perguntei sem entender.

_ O Jin desapareceu, você foi a última pessoa que estava com ele - então trancou a porta. Eu gelei na mesma hora como ele tinha me descoberto? Continuei muda.

_ O Taehyung me disse que viu vocês dois juntos, depois disso ele não se comunicou com ninguém daqui a pouco completa 72 horas que estou sem noticias dele.

_ Eu não sei porque ele fez isso... Falei baixinho

_ A questão é outra, eu quero saber exatamente oque aconteceu enquanto vocês estavam juntos. - ele me olhou fixamente com a voz mais rígida. 

_ Ele me contratou para passar três noites com ele, na quarta feira era a última noite, ele não quis fazer nada, bebemos enquanto conversamos sobre coisas aleatórias e no começo da manhã ele saiu dizendo que voltaria a me ver. 

A sala em que estávamos era singela e um pouco fria, com piso de madeira e as paredes cor de creme um sofá de época azul e Prateleiras cheias s de livros, não consegui saber a verdadeira utilidade da sala, mas era um local que não era frequentado dava para notar a pueira no ambiente. 

_ Essa é a única coisa que você tem a me dizer? Mais sério ainda dessa vez. 

Eu não gostava nada da situação, nunca tinha visto o Namjoon bravo e pior desconfiado, eu não deveria recuar, não para ele, mesmo que eu me sentisse ameaçada eu deveria usar as minhas habilidades e sair da casa o mais rápido possível. 

_ Faça perguntas específicas, vai ficar mais fácil de poder te ajudar com isso. Sorri acertivamente e me movi em direção ao sofá, sentado nele pude perceber a rigidez da postura dele, ele estava realmente apreensivo. 

_ Na terça-feira tivemos uma briga, acredito que segunda ele estava com você, na verdade não estávamos bem a algumas semanas, então ele comentou sobre algo? 

Ele se sentou ao meu lado encarou a parede lateral, cruzou as pernas e braços esperando uma resposta. 

_ Ele me contou... Você e ele estão juntos a muito tempo, ambos se gostam mas não tem iniciativa da sua parte, mesmo com todo o carinho e atenção ele não tinha certeza se você realmente gostava dele. 

_ Então a culpa é minha... Disse  ele pensativo parecia estar focado em outro momento. 

_ Ele é adulto, não precisa se preocupar tanto, eu não sei onde ele está mas posso perguntar...

Peguei o celular e comecei a digitar. 

_ Como assim? Príncipe? - Com um sorriso debochado 

_ Ele é um príncipe! 

'' Oi! Que você anda fazendo de bom? '' 

'' Estou fazendo nada''

'' Estão te procurando '' 

'' Eu estou bem, não se preocupe '' 

'' Beijos, qualquer coisa estou aqui '' 

Namjoon ao ver a mini conversa levantou do sofá apressadamente destrancou a porta. _ Vocês estão de sacanagem comigo? - enfurecido. 

_ Você está com raiva de mim? 

_ Eu estou péssimo com isso, estou sendo enganado pelo os dois. 

_ Não! Foi você que deu o meu contato para ele! Aumentei a voz _ Como você pode me dizer que sou capaz de te trair? Você é o meu homem, o meu preferido! 

_ Deveria ter pensado nisso antes, eu te disse que o Jin não era para você tocar, nem isso você foi capaz. 

_ Como assim? Larga de ser maluco! Ele me falou que você tinha dado o contato para ele. 

_ Ah não vem com essa! Disse ele agarrando meu pulso, pronto para me arrastar até a porta principal. 

_ Eu provo! Me larga. Eu ainda não tinha deletado toda as conversas trocadas, fiz questão de mostrar tudo para ele. 

Agora depois de toda essa cena, consegui imaginar o motivo do Jin ter ser afastado, mesmo sem uma relação determinada o Jin se sentiu traido ou pelo menos enganado. 

_ Você já foi melhor - resmunguei _ Pensei que ia te trazer prazer e só fui desrespeitada até agora. 

_ Não fala assim. - a voz dele tinha voltado ao tom agradável e gentil. _ Eu não sabia oque fazer, pensei que ele tinha chegado até você e você simplesmente aceitado sem nem ligar para a regra que lhe coloquei. 

_ Você ouviu a voz dele falando da sua indicação, eu estou neutra nisso, essa briga não é minha... Levantei e peguei a minha bolsa. 

_ Eu te levo. 

_ Não, eu vou passar em outro lugar... Sai da sala e desci os degraus pisando firme, atrás de mim vinha ele. 

Essa confusão toda foi por causa do Taehyung, nada mais justo que irritar ele, segui até o quarto dele e bati firme na porta, Hoseok da copa me viu e desapareceu da minha vista. 

_ Eu sei que você tá ai, ou você abre ou falo daqui mesmo. - gritei que nem uma louca. 

_ Para de ser assim! Ele disse baixo e calmo. 

_ Ah para né? Que droga foi essa hein? Não sabe ficar com a língua dentro da boca? Berrei mais um pouco. 

Olhei para trás antes de entrar e tanto Namjoon quanto o Hoseok não estavam mais lá, passei pela a porta aberta já tentando empurrar o Taehyung. 

_ Mas calma! Porque você tá tão brava? 

_ Para de ser cínico! Eu pensei que ia morrer hoje. - eu estava realmente indignada com a atitude dele, desde sempre ele foi o meu amigo e agora estava contra mim? Quais eram os motivos dessa trairagem? 

_ Olha, ele estava muito preocupado... 

_ Uhum

_ Sabe que eu tinha que contar, para de fazer bico. - sentou na cama e pegou um caderno, parecia que eu estava atrapalhando ele de fazer alguma coisa. 

_ Levanta daí, eu preciso de uma carona, lá fora tá um gelo. Exigi sem nem pensar, eu sabia que era impossível ficar brava com ele por muito tempo. 




Notas Finais


Por hoje é só.
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...