História My Neighbor - Imagine Jihyo - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias DAY6, EXO, Got7, Red Velvet, TWICE
Personagens Baekhyun, BamBam, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, D.O, Dahyun, Dowoon, Irene, Jackson, Jae, JB, Jihyo, Jinyoung, Joy, Jungyeon, Kai, Lay, Mark, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Sehun, Seulgi, Suho, Sungjin, Tzuyu, Wendy, Wonpil, Xiumin, Yeri, Young K, Youngjae, Yugyeom
Tags 2yeon, Dahmo, Michaeng, Satzu, Twice
Visualizações 176
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem ^^

Capítulo 25 - Cap.25


Fiquei completamente paralisada ao ver o mesmo na porta.

Mas não tive tempo de fazer nada, porque ele já estava indo em direção a porta da escola.

Fingi que não tinha acontecido nada e tentei prestar atenção ao que estava acontecendo a minha volta.

Nayeon, Jeongyeon, Dahyun e Chaeyoung estava de queixo caído.

Momo aplaudia de pé, parecendo mais animada do que todas presentes.

Mina, Tzuyu e Sana também aplaudiam. Porém elas eram mais contidas do que Momo.

E Jihyo...

Bem, Jihyo me secava sem nem mesmo piscar, enquanto pensava em algo e mordia seu lábio inferior contente um sorriso malicioso.

E claro que Tzuyu não deixou barato.

TZ: S/N você quer águia? Porque do jeito que a Jihyo está te secando é capaz de ela acabar com a águia do seu corpo todinho. E que sorriso é esse? Que coisa feia Jihyo, pensar nesse tipo feliz coisa aqui? Não vê que temos crianças por perto? – fala gesticulando para si mesma, Dahyun e Chaeyoung.

Tzu logo recebeu um tapa na nuca de Jihyo, e bem merecido se querem minha opinião

Veio em minha direção e passou o braço por meu pescoço, logo depois entrelaçado seus dedos aos meus.

JH: Ela é uma das dançarinas mais maravilhosas que eu já vi! – falou sorrindo e olhando em minha direção, mas seu olhar acabou caindo para meus lábios, a fazendo de lembrar de algo.

JH: Agora, se querem me dar licença, eu preciso resolver umas coisinhas com ela. Tchau pra todas! – falou acenando e me puxando pra fora da sala de dança, pegando nossos pertences no caminho.

Mas, é claro que não iríamos sair rápido assim.

MM: Nada disso mocinha – fala vindo em nossa direção e me desvencilhando de Jihyo – O treino mal começou e já quer roubar minha melhor dançarina? Vai pensando que é frágil assim, vai.

Jihyo já estava pronta pra rebater, mas Momo continuou.

MM: E além disso, você não tem que treinar com seu grupo? Pode até ser o primeiro dia de aula, mas é como você disse uma vez “Não importa se hoje é o primeiro, segundo ou até o último dia de aula. Isso pode nos prejudicar no futuro, e não deixarei nem essa hipótese entra no nosso caminho”.

JH: Você quer se vingar por causa daquele dia, não é?

Não precisei pensar muito para chegar a conclusão de que aquela frase foi dita por Jihyo para Momo e Dahyun em algum dia que elas queriam muito ficar juntas. E pelo visto elas estavam dispostas a faltarem seus ensaios para tal ato, já que Momo parece feliz em estar finalmente se vingando.

MM: A vingança é um prato que se come frio, Thomas.

E, antes que Jihyo tivesse tempo de se defender, Momo foi mais rápida.

MM: Agora, se nos dão licença. – falou gesticulando para a porta.

Nayeon, Jeongyeon, Chaeyoung e Jihyo rumaram para a porta. Essas três primeiras tentando ao máxima segurar a risada com a cara que a última fazia.

Dahyun estava para acompanhar suas parceiras, mas foi impedida por Momo, que a puxou para um selar rápido.

Mas claro que de rápido não tinha nada.

Chegou a um momento que parecia que elas iriam engolir a outra e tivemos que impedir, com o vocal unit puxando a Dahyun para fora da sala.

Jihyo aproveitou para correr em minha direção ee dar um selar rápido, dizendo que depois conversaríamos, já que também estava sendo puxada, dessa vez por Jeongyeon, provavelmente para que não acontecesse o mesmo que aconteceu com Dahmo.

~Quebra de Tempo~

O resto do treino foi normal.

Aprendi alguns dos passos da coreografia que apresentaríamos em breve.

Inicialmente, elas tinham combinado de dançar “Lili Yabbay – Seventeen”, mas agora que tinha entrado no grupo, iríamos dançar “Callin’ – A.C.E.”.

Era uma coreografia mediana, mas já estava familiarizada com alguns passos, graças as mini competições de dança que fazia com Mark quando estávamos entediados.

Quando o treino finalmente tinha acabado, estava completamente morta pelo esforco físico repentino.

Além de dançar bem de vez em quando, eu era muito preguiçosa pra fazer atividades físicas, então eu cansei mais do que devia.

Estávamos saindo da sala de dança, quando um par de braços rodearam meu pescoço me fazendo virar e me deparar com Jihyo, que mão perdeu a oportunidade de me dar um selinho.

Mas, quando percebeu o quão cansada eu estava, e suada, fitou todo meu corpo suado e sorriu ladino.

S/N: Hyo, você precisa para de ser tão cara de pau e parar de fazer isso ssas coisas na frente de todo mundo.

JH: Eu amo quando você me chama assim... – parecia perdida em seus pensamentos, novamente. E não era tão difícil imaginar do que se tratava. – Antes que eu me esqueça, quando eu estava indo em direção a sala de canto Mark me alcançou e pediu para lhe dizer que sentia muito por ter perdido seu teste, mas ficou um pouquinho ocupado. Ele estava com as roupas e o cabelo uma bagunça, então podemos ter uma noção do quão ocupado ele estava, certo? – apenas acenei com a cabeça e sentindo um arrepio na espinha ao imaginar meu irmão transando na escola. Ele não tem jeito mesmo... – E ele pediu pra dizer também que iria para casa e ficaria muito ocupada, por isso pediu pra eu te levar para minha casa. – sorriu sacana, me fazendo revirar os olhos.

S/N: Não sei quem é pior: ele ou você - falei, fazendo a mesma formar um biquinho com os lábios fingindo estar triste pelo que eu disse, me fazendo ri e lhe dar um selinho.

Alcançamos as meninas, que estavam um pouco na frente para nos dar espaço para conversarmos.

Entre risadas e brincadeiras, uma a uma rumaram para suas determinadas casas.

Fiquei impressionada com o quão perto todas moravam das outras.

Em algum momento, Jihyo entrelaçou seus dedos com os meus, e ficamos assim pelo resto do caminho.

Chegamos no nosso bairro e só tinham sobrado eu, Jihyo, Sana e Tzuyu.

Tzu me puxou para que as outras não escutassem o que iria dizer em algum momento, o que me fez tomar um mini susto.

TZ: Você vai pra minha casa agora, né? Pra me ajudar com aquilo?

S/N: Sim, eu te disse que ajudaria. Mas como pretende se livrar delas? – falo apontando para Jihyo e Sana que conversavam animadamente sobre algo.

TZ: Assim.

Rumou para onde elas estavam, parou na frente delas, atraindo seus olhares curiosos e falou:

TZ: Jihyo, eu vou ter que roubar a S/N de você pelo resto da tarde, desculpa.

E saiu correndo para o outro lado da rua me puxando no processo.

Eu mereço mesmo.

Continua


Notas Finais


Espero que tenham gostado, e até o próximo!
Love U ❤
~SCS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...