1. Spirit Fanfics >
  2. My Neighbor- STONY >
  3. Capítulo 5

História My Neighbor- STONY - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Aproveitem!!

Capítulo 5 - Capítulo 5


 P.O.V Bucky

Saber de uma notícia dessas me assustou mas eu creio que Steve é a escolha certa, e além do mais eu comecei a namorar T'challa e ele é a pessoa mais carinhosa que alguém pode ter por perto e mais fofa mas enfim Meu amor do lado, nesse momento é ir pegar Nat e visitar Tony.

Liguei para seu celular e ela atende.

-Oi maninha, vamos visitar o Tonin estou aqui na porta do seu apartamento

-Oi maninho, espera um minutinho

-Estou aqui.


 

P.O.V Tony

Só pode ser brincadeira da minha mente, eu não consigo crer em uma barbaridade dessa e além do mais ele não ia gostar de uma pessoa como eu pois sou cadeirante e para qualquer lugar que ele fosse ele deveria me levar e me carregar além do mais eu não poderia dar a ele uma família e nem deixar ele viver, bom se eu consegui me virar sem a ajuda de ninguém então não terei problema para fazer isso.

Voltei para minha sala arrumei algumas pastas e objetos com um pouco de dificuldade mas é o que posso fazer nesse momento minha sala era pequena com um sofá de dois lugares no centro, uma Tv em uma estante pequena e um reprodutor de DvD, minha cozinha era simples com uma mesa de 4 cadeiras, uma pia, um fogão, um armário para as compras e uma geladeira, minha sala de escritório com dois pufes, uma estante com algumas poucas fotos e álbuns e minha mesa com o computador e a tela de projetos 3D. No meu quarto havia a cama com uma janela próxima, meu Guarda roupa com um espelho dentro e minhas roupas organizadas da forma correta, meu criado mudo ao lado da cama com um relógio e uma foto minha com minha família, havia um banheiro no meu quarto com uma pia, vaso sanitário e um chuveiro com um corrimão para meu apoio e mais um banheiro ao lado do meu escritório. Minha lavanderia era uma maquina de lavar, um lavador e um pequeno varal para estender as roupas.

Minha casa era pequena mas o necessário para mim já que moro só e meus irmãos só vem me visitar poucas vezes e meus pais já faleceram.

Mas eu faço de tudo para me manter bem, ligo para eles e conversamos e raramente saio de casa, mesmo assim sinto uma falta só que não sei o que é então não tem problema, vivi com meu gato Jarvis que é uma gracinha e gosta muito de mim e assim eu estou levando minha vida e irei continuar até chegar minha hora.

P.O.V Bucky

Nossa cara, como Nat demora não me lembro dela se atrasar tanto nos passeios que fazíamos com nossa família, vejo ela sair de seu apartamento toda arrumada com uma blusa vinho uma calça jeans e sapatos, cabelo solto e uma bolsa de ombro

-Eu em que demora, tava fabricando a roupa foi ?

-Deixa de ser besta!

-Estamos indo ver o Tony devo estar bela

Os dois riem e vão ao carro e Bucky conta o ocorrido de mais cedo.

-Ei sabe aquele amigo meu chamado Steve ?

-Sim, o cara loiro que namorava aquela piranha ?

-Nossa adorei, mas enfim ele está nessa cidade e é vizinho de Tony e foi dar um oi e está alucinado por ele e te chamei para irmos ver o Tony além de também conversar e essas coisas.

-Hummmmm entendi seu plano, e quero conhecer esse Steve para analisar dos pés à cabeça novamente.

Eles moravam do outro lado da cidade em um bairro nobre então a viagem seria longa e cheia de fofocas.

P.O.V Steve

Eu lia um livro muito bom quando escuto um barulho na casa do meu vizinho, como eram 19:00 e muitos já estavam dormindo eu olhei pela janela e vi a porta aberta e passou pela minha cabeça -arrombamento- sai de casa com cuidado entrei em sua casa e ouvi vozes gritando do seu quarto então eu fiz um pouco de barulho chamando atenção de um deles fazendo-o sair e pegando-o de surpresa o deixando sem ar e o pondo no chão, me aproximei do quarto que parecia ser de Tony e vi o homem dando chutes em seu estômago e o esfaqueando no braço, o vi gritar e fiz barulho novamente e o vi se afastar devagar e vindo em direção novamente e o acertei em cheio no seu rosto e pescoço caindo desacordado.

Me aproximei de Tony e sua respiração estava fraca, seu nariz sangrava assim como seu braço e boca, puxei meu celular do bolso e liguei para a polícia.

- Alô, meu nome é Steve Rogers e eu estava na minha casa quando ouvi barulhos do meu vizinho e encontrei dois jovem eu acho mas que já estão descordados, pode mandar uma ambulância por favor correndo ele não está passando bem

Em minutos a polícia chegou e prendeu os ladrões e Tony foi levado para o Hospital e claro que eu fui com ele, peguei minha carteira e tranquei minha casa e fui na ambulância com os enfermeiros fazendo os primeiros socorros.


Notas Finais


Obrigado por lerem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...