1. Spirit Fanfics >
  2. My oh My -Sycaro, Cellps, Jvtista, Mitw, Tawum- >
  3. Lendo um livro qualquer..

História My oh My -Sycaro, Cellps, Jvtista, Mitw, Tawum- - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


que dó do ycaro -3-

Capítulo 15 - Lendo um livro qualquer..


 

-------~< `Narradora de Cellps´>~-------

Enquanto seus pais estavam dormindo, Os dois estavam tomando banho juntos, se beijando em baixo da água, Felipe passeava as suas mãos pelo corpo por inteiro de Rafael, em quanto as de Rafa estava sento colocadas no pescoço de seu ativo. As mãos de Fe param nas nádegas do loiro acastanhado, eles separam os lábios, e a do maior vai em direção ao pescoço do loiro, enquanto o mais novo fica todo arrepiado e exitado. Eles escutam uma batida na porta, e uma voz feminina foi ouvida

-filho? Tem alguém ai com você?

-n.não mãe

-então que barulhos são esses?

-que barulho?....você deve ter ouvido coisas

-ok então

A mãe deles sai do quarto, e eles volta pra pegação, pros pais deles não ouvirem muito os gemidos, Rafa coloca a mão na boca que faz abafar levemente os gemidos. Felipe pega seu irmão mais novo pelas pernas, pegando ele no colo, suas costas tocava na parede, o de fios pretos coloca as pernas do menor em seus ombros, seu membro já esta sedo localizado em sua entrada rosada, ele penetra lentamente pra provocar o passivo, pra não deixar os gemidos dele escapar, ele se esforça e se inclina pra beija-lo, que fez seu membro ser penetrado mais rápido. Estocadas vem e vai, gemidos abafados e arrastados, a água passando pelos dois corpos e saindo de vista no ralo

Enquanto eles estavam ''brincando'' no banheiro, no quarto dos pais....

A mãe deles continuara acordada, lendo um livro qualquer, e seu marido bêbado dormindo ao seu lado, tirando isso, a mulher lia o livro com um pouco de dificuldade, já que as lágrimas não deixava ela ler, a mãe sabia que seus lindos filhos estavam tendo um caso, e transando agora mesmo, ela pensava por que na família dela, não em outra, ela queria que seus filhos fossem héteros e se casassem com uma linda mulher.....bom a mulher de Fel não podia ser a namorada atual, ela a acha muito irritante, bom voltando, mas ela nunca ligo se eles fossem gays, mas se importava por causa deles serem irmãos. Pro seu lado, não tinha nenhum problema, era só eles terem cuidado ao contar pros colegas, e principalmente pro seu pai

Não iria dar certo, o marido dela saber que os dois são gays e estão tendo um caso, ia dar uma grande briga entre os 3, e a mulher delicada e jovem não poderia fazer nada, se não seu marido ia bater nela e se separa, coisa que ela não queria, já que ela o amava muito, mesmo com os defeitos dele.........ela o amava

Voltando pro lemon Cellps

Rafada estava escorado na parede, com a cintura um pouco levantada, enquanto o irmão o estocava rápido e profundo. Rafael tentava não fazer barulho, mas deixa escapar alguns gemidos altos. Quando acabo a pegação deles, se lavaram durante alguns beijos, se secaram e foram pro quarto se vestir

Com tudo pronto pra dormi, eles deitam na cama e se abraçam, dando alguns beijos e caricias, cabelos sendo bagunçados, beijos dados em lábios e bochechas, carinhos nas bochechas avermelhadas, só apagaram no horário 01:34 da manha

 

'' aviso ''
'' não terá um bônus de Cellps ''
'' só vai ter de sycaro mesmo ''
'' agora aproveitem o nosso casal maravilhoso chamado Sycaro ''

 

 

 

 

 

 

continuação de sycaro

-------~< `Ycaro´>~-------

Como eu tinha dito antes, eu fiquei duro apenas com seus beijos e mordidas, ele me deixo sozinho, não deixando eu me tocar, mas como a vida é minha, eu abro zíper de meu short, retiro meu membro da cueca e começo os movimentos de baixo pra cima, abafei meus gemidos com minha mão, pra me fazer gozar mais rápido, me imagino fodendo com o Rodrigo, não irei contar como foi meu pensamento, quero que imaginem como foi. Aqueles movimentos que fazia com minha mão, que estavam rápidos, me fez ficar com a temperatura de meu corpo ficar mais quente do que já estava, molho as pontas dos dedos e volto pros movimentos, já não aguentava abafar os gemidos, e acabo deixando escapar alguns, só espero que saiko não entre naquela porta agora. Por puro azar, a porta é aberta, e vejo ele escorado na parede, decido não parar com os movimentos de minha mão, retiro a mão de minha boca pra deixar os gemidos ser misturado com o ar, ele vem ate mim e volta a ficar em cima de mim

-que baby boy desobediente....vai ser punido

-eu não quero papai

-você não me obedeceu...então vai ser punido sim

Ele troca de lugar da minha mão pela dele, fazendo os mesmo movimentos que fiz, só que mais rápidos, me arrepiei todo com seu toque. Sem parar os movimentos, ele abre uma gaveta da comoda direita e pega uma caixinha de cor rosa bebé, ele abre com dificuldade, e retira um vibrador, ele coloca na frente de minha entrada, me provocando e logo coloca tudo bem lento, ele pega o controle e liga na primeira velocidade, com o movimento da mão e o vibrador, me deixava bem mais manhoso e exitado, o mais velho muda a velocidade, deixando na segunda frequência. Escuto o zíper da calça dele ser aberto, ele retira seu membro pra fora, posicionando seu pau em minha entrada, as vezes ele enfiava apenas a cabeça e nada mais, pra não perder tempo, ele coloca no máximo de velocidade e enfio seu membro quase todo em mim. Isso é gostoso pra um santo caralho, ele também gemia no mesmo volume que eu, bem alto, seu membro sentia o vibrador, então ele também estava sendo ''atacado'' pelo vibrador

-sa....saiko-ele me da um tapa na concha

-já.....disse que....é daddy

-d.desculpa.....da..daddy

Depois de um logo tempo, ele goza dentro de mim, retiro o vibrador e se taco pra se deitar no meu lado, deito em seu peito e sua mão vai em direção a minha cabeça, envolvendo os dedos nos meus fios de cabelo

-aprendeu a lição baby

-sim

-sim o que?

-sim senhor

-muito bem gatinho

 

...continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...