História My Ômega Revolted - Jikook (ABO) - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfas, Betas, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Namjin, Ômegas, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Visualizações 2.077
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hiii, fiquem com mais um capítulo.

Capítulo 30 - Trapaceiro


Fanfic / Fanfiction My Ômega Revolted - Jikook (ABO) - Capítulo 30 - Trapaceiro

                 Jungkook pov

Já era de noite e eu e namjoon combinamos em ir para o casino fazer as nossas apostas. Eu nunca mais tinha me divertido, só fiquei trabalhando o tempo todo. Nem tive tempo de voltar a jogar. como sou um bom jogador sempre tento da um jeito de ganhar. Odeio perder! Principalmente o meu dinheiro que vai estar em jogo. 

— Jungkook, anda logo a gente vai se atrasar. — Namjoon gritou 

— Calma apressadinho, eu já me arrumei — Falei saído do quarto.

— Finalmente, eu achava que você estava colado no piso. Você acha uma boa ideia jogar com aqueles caras? — Namjoon perguntou preucupado 

— Está com medo? Qual é namjoon!? Eu sou experiente nesse assusto de jogo. Eu sempre tenho cartas na manga. — Sorri de ladinho 

— Os caras são perigosos, eu não acho uma boa ideia você trapacear. Se eles descobrirem que você irá fazer isso, já se considere morto. — afirmou

— Eu não tenho medo, eles são uns otários, não vai acontecer nada fique tranquilo. Ninguém nunca descobriu as minhas trapaças, não é hoje que serei pego.— Falei convicto

— Espero que esteja certo, vou logo avisando que não quero participar disso. — Falou 

— Você é um Alfa muito medroso — bufei — Vamos logo que eu quero começar o jogo logo. — Falei puxando namjoon.

[...] 

Chegamos no casino e eu logo vejo os caras me esperando na mesa de Poker. Namjoon ficou negando com a cabeça várias vezes me reprovando. Eu dei de ombros e me Juntei com os homens que estavam me esperando. Namjoon ficou em um Bar só observando o movimento. 

— Prontos para perder? — Perguntei aos cincos homens que me encaravam.

— Você está muito confiante Jeon, Acho que é ao contrário. Você que vai perder. — Falou mais velho. 

— Veremos! — sorri zombeteiro.

O jogo estava rolando, e quanto mais demorava mais o dinheiro da aposta era aumentada. Os jogadores estavam concentrados com as suas cartas. Todos estavam com medo de dar alguns passo errado. Eu não estava com medo disso, eu já sabia o que eu deveria fazer. Agora cada um podia descartar três cartas. O mais velho descartou 1 carta, e os outros descantam 2. Eu distribuí as cartas substitutas para cada um. Agora seria a minha faz de jogar. Estava 900 mil dólares em jogo. Eu tenho um par de reis, três espadas e nenhuma chance para uma sequência. Eu estava torcendo para eu receber outro rei, ou seja é agora que vou por um meu plano em prática.  Enquanto os outros jogadores estavam distraídos. Eu aproveitei para roubar algumas cartas importantes no jogo. Ainda bem que esses idiotas não viram nada. É muito fácil. Eu sorri satisfeito, vou ganhar esse jogo na lata. O mais velho apostou mais 100 mil e eu colocou mais 90 mil. Tudo o mesário e pagamento da aposta já estavam certos. Juntando tudo era 1 milhão de dólares. Todos colocaram as cartas na mesa mostrando suas cartas. E claro que eu estava com as cartas importantes que era os 3 reis e acabei ganhando o jogo. 

— Não é possível, como isso? — o mais velho falou indignado. 

— Aprenda com o mestre — Sorri — Agora peguem uma maleta e coloquem todo o dinheiro. — Falei rindo. 

Enquanto estava esperando o mais velho guardar o dinheiro na maleta de couro. Vejo Jimin me encarando com os olhos arregalados, Namjoon se aproxima de mim com um sorriso fraco. 

— Viu namjoon? Eu ganhei — Falei comemorado a minha vitória tomando um gole do whisky. 

Namjoon ficou em silêncio e peguei a minha maleta cheia de dinheiro e sai da mesa. Puxei namjoon para o bar e o mesmo estava com uma expressão séria.

— Que foi Namjoon? Que cara é essa. Você ouviu o que eu disse? Eu ganhei o jogo. Estou milionário. — Falei 

— É eu ouvi, Mas você trapaceou. Jungkook o que você fez não foi certo. Não pode tirar o dinheiro dos outros assim. — Namjoon respondeu 

— Você é muito sem graça, não estou tirando dinheiro de ninguém tá? E o que o Jimin estava fazendo aqui? — Perguntei 

— Ele Estava trabalhando, você esqueceu que você e Jimin cuidam do casino? Fala sério jungkook, você só esta se divertindo e brincando com o perigo. — Namjoon rebateu 

— Nem venha bancar o certinho, as vezes temos que trapacear para conseguir seus objetivos. Imagine se eu não tivesse trapaceado? Eu seria um perdedor e iria sair com mãos vazias. — Falei

— O seu problema é que você não gosta de perder. Seu orgulho está te destruindo jungkook. — Namjoon disse 

— Lá vem você — Revirei os olhos — pra mim o orgulho não é um defeito, é uma qualidade. O mundo é dos espertos meu caro amigo. — Ri nasal.

Namjoon me ignora e vai para o banheiro, Jimin se aproxima de mim com uma expressão irritada. Por que ele está zangado? 

— Jungkook, precisamos conversar. — Jimin suspirou 

— Ah, oi Minnie! Conversar sobre o que?— sorri largo

— Por que você ficou apostando ao invés de trabalhar? Você está sendo muito irresponsável. 

— Eu? Só estava me divertindo, não tem nada demais. — Dei de ombros 

— Eu vi tudo, você estava roubando no jogo. Jungkook você ainda não mudou? Eu fiquei muito chateado com isso — afirmou

— Roubar não, trapacear isso sim! Não sou ladrão. E claro que eu mudei, só que não vou deixar de gostar de uma coisa por causa de você. — Rebati 

— Então é assim? muito bem Jungkook você merece um oscar de alfa mais babaca do ano, parabéns. — Falou sarcástico — Seja mais honesto, se você continuar agindo desse jeito vai acabar se ferrando no final. 

— Ah Jimin, não acredito que você vai ficar com raiva por isso? Não seja dramático.— Falei entediado 

— O problema é seu, Tchau Jungkook não estou afim de trocar nenhuma palavra com você hoje, está insuportável — Falou indo embora. 

É cada uma que aparece, ninguém pode se divertir nem um pouco que já está sendo errado. Não é minha culpa se eu gosto de me divertir. Mais o que importa é que eu ganhei e vou poder gastar em que eu quiser. Eu sou o melhor. Ninguém é esperto o bastante quando eu estou no meio. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...