História My Only Destiny - Shawn Mendes - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Magcon, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Nash Grier, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes
Tags Colegial, Magcon, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 197
Palavras 1.310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA QUEM VOLTOOOOU
sentiram saudades?? espero que sim u.u

demorei muito? Haha

boa leitura❤

Capítulo 18 - Apaixonado Por Você


AMÉLIA LAMBORGHINI P.O.V

Nas últimas semanas minha rotina estava diferente, cansativa. O campeonato interescolar de basquete estava chegando, e como uma Scorpion eu devo sempre estar lá para torcer por eles. Nós estávamos treinando arduamente quase todos os dias da semana, o treino delas era muito mais pesado que o da minha antiga escola, e isso estava me deixando exausta. E automaticamente, aos poucos, tudo em mim foi se esgotando, meu humor, minha tolerância, minha paciência.

É incrível como uma rotina cansativa consegue me deixar insuportável, né?

Hoje o Aaron havia me chamado pra jantar em um restaurante perto da praia, ele diz ser muito bom. Ultimamente estávamos saindo com muita frequência, mas fato de ter que sair com ele novamente me incomoda. Não é por não gostar de sua presença, é porque de uns tempos pra cá ele está diferente, chato. Não é mais como antigamente, quando nós saímos como amigos. Toda vez que saíamos ele aparentava ter segundas intenções. Parece que eu despertei um certo sentimento nele mas sei que esse sentimento não é correspondido, e quando ele descobrir, vai ficar devastado. Eu sei o quanto ele é sensível e emocional.

Eu estava saindo de mais um treino, preparadíssima pra voltar pra casa.

— Está preparada pro “grande encontro”? —Jess disse rindo me acompanhando até a saída.

— Nem me fale, estou com zero vontade de ir —Ela riu e balançou a cabeça negativamente.

— Você tem que dizer o que sente, Amy. Ele acredita que você sente algo por ele, e você está alimentando isso —Eu?

— Como estou alimentando? Eu nunca retribui nada

— Mas ele é do tipo que se ilude fácil, amiga. Só o fato de você aceitar ir com ele nesses “encontros românticos” já é o bastante! —Ela tem razão, droga!

Por que não pensei nisso antes?

— Você tem razão. Mas como vou dizer isso a ele?

— Não seja grossa como você costuma ser —Ri. — Fale calmamente e com paciência, se ele não entender, não fique brava. Ele vai precisar de um tempo pra assimilar tudo isso. Porque querendo ou não, isso machuca

Ouvir que posso machucá-lo de algum modo me deixa triste, me sentindo mal.

— Entendi, vou tentar me abrir hoje —Forcei um sorrisinho e entrei no carro. — Tem certeza que não quer carona?

— Tenho sim, meu pai vem me buscar —Sorriu.

— Ok, te vejo amanhã —Dei partida e saí.

[...]

Eu estava jogada na cama pensando no que poderia acontecer mais tarde, minha cabeça não parava nenhum segundo.

Como vou dizer o que sinto pra ele? Quer dizer, eu não posso falar “oi Aaron, eu não gosto de você como você gosta de mim” ou “você está perdendo o seu tempo pois o sentimento não é recíproco”.

Jesus, o que fazer?

Eu poderia pedir ajuda pra Aly, mas ela saiu pra sei lá onde e vai voltar tarde. A Jess saiu com o pai dela, a Chloe está no ginecologista (nem me perguntem o porquê), a Lottie está saindo com um carinha aí e o Nash deve estar dormindo pois ele não me atende. Droga!

A única pessoa que eu sei que está disponível no momento é o Shawn, mas não pretendo falar com ele tão cedo. Na verdade, ultimamente ele está meio estranho comigo, meio seco. Então simplesmente decidi ignorá-lo. Não nos falamos desde semana retrasada ou a anterior da retrasada, e não pretendo falar com ele até ELE vir falar comigo.

Sim, sou orgulhosa.

Peguei o celular e vi que já eram 06:30PM, o Aaron viria me buscar as 07PM então devo começar a me animar.

O que vestir em um encontro do qual eu nem quero ir? Um vestido, talvez. Sei lá, por mim eu nem iria.

Peguei o primeiro vestido soltinho que vi no meu closet e o coloquei, eu já havia tomado um banho antes de me jogar na cama e ficar uns minutos pensando na vida. Coloquei um uma sandália aberta e confortável e fiz uma maquiagem leve. Optei por deixar meus cabelos lisos e soltos, como ele costumava ser.

Em questão de meia hora eu estava pronta, e logo escutei a sua buzina. Desci as escadas e logo me coloquei do lado de fora. Ele estava me esperando do lado de fora do carro, e estava muito bem vestido.

Eu só estava arrumadinha.

Fui até lá e ele me abraçou, eu retribui. 

— Você está linda —Me deu um beijo na bochecha e eu forcei um sorriso. — Entre

Abriu a porta pra mim e eu assim fiz. Logo ele entrou no carro e deu a partida.

O caminho todo foi silencioso, constrangedor. Ele me olhava disfarçadamente e logo voltava o olhar pra pista. As vezes fazia carícias na minha mão que estava em cima da minha coxa, e isso me deixava muito desconfortável.

Finalmente chegamos no nosso destino, e pra minha surpresa era um restaurante italiano. Algo me diz que isso não foi coincidência.

— Gostou? Achei que você se sentiria em casa ao estar aqui —Disse sorrindo.

Ele até que tem razão, me faz lembrar minhas raízes.

— Eu adorei —Sorri.

“Ele acha que você sente algo por ele e você está alimentando isso” a voz da Jess ecoou em minha mente e me fez lembrar que devo ser sincera com ele e falar logo a verdade.

Mas como?

Ele segurou em minha mão e me levou pra fora do restaurante, onde haviam mais algumas mesas. O ambiente era muito mais gostoso que lá dentro, e a vista pro mar e o céu aberto era incrível.

Um típico encontro romântico.

Ele puxou uma cadeira em uma mesa com umas velas acesas e eu sentei, logo em seguida ele se sentou na cadeira a minha frente.

— O que vai querer? —Perguntou olhando o cardápio.

— Estou meio que sem fome —Sorri forçado.

Quando estou nervosa meu estômago acaba por não conseguir digerir nem um grãozinho de arroz.

— Quer algo leve, uma salada?

— Não... Eu tô bem —Desviei o olhar.

— O que foi? Parece estar nervosa —Colocou sua mão sobre a minha, que estava em cima da mesa.

Droga! Conte logo, Amélia!

— Eu quero te dizer uma coisa —Ele disse roubando minhas palavras e algo me dizia que o que vinha por aí não era bom.

— O que?

— Bom... Desde que te vi pela primeira vez eu senti uma coisa diferente, eu não sei explicar. Eu me lembro até hoje quando nos falamos pela primeira vez, e o que eu havia sentido naquele dia eu jamais havia sentido antes... Eu até tentei ignorar por um tempo mas a cada vez que ficávamos mais próximos o sentimento crescia mais e mais, e eu não sabia o que fazer! E durante todos esses encontros e jantares que tivemos, eu tomei coragem pra finalmente dizer a verdade... —Respirou fundo. — Amélia, acho que estou apaixonado por você!

Merda, merda, merda, merda, merda! Mil vezes merda! E agora? O que eu faço? Jesus, me ajude!

Mas que caralho, como ele conseguiu se apaixonar tão rápido assim? Que porra! Não existe esse negócio de amor a primeira vista, isso é impossível!

Eu nem sou uma daquelas pessoas incrivelmente dóceis e amáveis que te fazem se sentir mal por não amá-las. Eu poderia até ser colocada naqueles grupos de pessoas que você olha e pensa “meu Deus, que pessoa insuportável!”.

O que vou dizer?

— Não acha que estamos indo um pouco rápido demais? —Ele me olhou confuso. — Quer dizer, nos conhecemos a tão pouco tempo... Não faz nem um ano! Isso não é suficiente pra você estar convicto que está apaixonado por alguém. Você pode até gostar, sentir algum tipo de desejo... Mas paixão? Não é cedo demais?

Ele fez uma expressão estranha, indecifrável. Mas não era boa. Era algo parecido com indignação.

Puta merda, e agora?


Notas Finais


Tadinho :c pelo menos agora o Shawn tem o caminho livre 😂
E por falar nele, o que será que ele tem? 👀

Continuo meus amoresss?
Leitorinhas fantasmas, não esqueçam de opinar também ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...