História My Only Love - Markson - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 133
Palavras 1.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, my babies 💜🖤

Capítulo 2 - Capítulo dois


No dia seguinte, pela manhã, Mark acordou antes do mais novo e ficou o olhando por um tempinho, até que ele acordou também.

Jackson coçou os olhos e olhou em volta meio confuso.

– Mark?!

O mais velho se levantou em um pulo e se sentou na cama.

– Desculpa, Jack... Acho que acabei pegando no sono aqui... Eu ia pro meu quarto, mas...

Jackson o interrompeu.

– Bom dia, Mark Tuan...

– B-Bom dia, Jack...

– Não tem problema em você ter dormido aqui, agora deita aí um pouco... Não sei como você consegue acordar nessa agitação...

– Desculpa... Eu sou assim mesmo... -Ele se deitou

– Eu sei que é... Mas eu nunca entendi... -Ele sorriu

Mark sorriu também e os dois ficaram se olhando por alguns segundos e Jackson começou a mexer no cabelo do mais velho.

– Jack... Posso te fazer Uma pergunta?

– Pode sim... -Jackson respondeu ainda mexendo no cabelo dele

– Por que você fica tanto tempo aqui dentro desse quarto? -Mark perguntou com um pouco de receio da resposta que poderia receber

– Gosto daqui por que é o meu cantinho, aqui tem tudo que eu gosto... Tudo que eu preciso... Quer dizer, quase tudo -Jackson responde com um tom de insatistisfação

– Por que "quase tudo"?

– Por que eu me sinto muito sozinho, posso ter tudo que eu preciso... Mas....

– ....Mas o que? -Mark pergunta tentando saciar sua curiosidade

– Mas eu sempre sinto que falta alguma coisa... E eu não estou sentindo isso agora... -Jackson responde olhando nos olhos de Mark- É como se agora eu tivesse tudo que eu preciso pra ser feliz aqui dentro desse quarto...

Mark ficou o olhando um tempinho, até que se aproximou mais dele e Jackson o abraçou.

– Jack...

– Oi...

– Se eu te beijar... Você vai ficar bravo?

– Você não vai me beijar...

Mark sentiu seu rosto ficando vermelho e uma expressão meio triste apareceu em seu rosto involuntariamente, ele acabou falando aquilo sem pensar e o arrependimento o possuiu.

– Eu vou beijar você primeiro... -Jackson sorriu e selou seus lábios aos dele rapidamente

Quando se separaram, Mark o olhou com uma cara de surpresa. Ele realmente não imaginava que Jackson fosse fazer aquilo, mas Jackson também não imaginava que fosse capaz de fazer isso.

Foi apenas um selar, durou poucos segundos, mas eles conseguiram viajar em seus pensamentos por esse pouco tempo.

– Jack... Vamos tomar café da manhã... -Mark falou envergonhado

– Vamos...

– Vou pro meu quarto... Tomar um banho e trocar de roupa... Depois venho aqui te chamar... Pode ser? -Mark diz enquanto caminha sorrindo na direção da porta

– Pode ser... Vou fazer isso também... -Ele responde enquanto se levanta

Mark sai do quarto com um sorriso meio bobo no rosto, ele não parava de pensar no que havia acontecido, mas ele só continuou andando até chegar em sua suíte.

Por volta de uns vinte minutos depois, Mark já havia se arrumado, então foi até o quarto de Jackson, que havia acabado de tomar banho e estava em pé na frente de seu armário procurando uma roupa, e no momento o que lhe cobria era apenas uma toalha enrolada em sua cintura.

Ao chegar na porta do quarto dele, Mark apenas entrou sem antes bater, dando de cara com Jackson coberto apenas por uma toalha toalha.

– A-ah... D-desculpa... E-eu... Devia ter batido m-mas... -Mark tentou se justificar mas perdeu totalmente a concentração quando voltou sua atenção apenas para o abdomen definido de Jackson

– Não se preocupe... Só vou me vestir... Quer me esperar aqui ou já vai descer? -Jackson respondeu sem se importar muito com o que Mark estava vendo

– Eu te espero... -Mark se sentou na cama e ficou olhando para ele

– Tem planos pra hoje? Vai sair com algum amiguinho? -O mais novo falou e tirou a toalha de sua cintura, mas se manteve se costa para Mark

– Não... Hoje não...

Jackson vestiu uma boxer preta e Mark apenas fitava cada movimento dele.

Quando o mais novo virou de lado para Mark, o mais velho pode ter noção do volume que havia alí, seu rosto ficou completamente vermelho, mas não demorou muito para que Jackson vestisse uma calça de moletom cinza e uma regata preta.

– Vamos?

– Sim...

Os dois desceram juntos e foram para a cozinha, ao chegarem lá, arrumaram a mesa e se sentaram para comer.

– Jack...

– Oi...

– Eu... Eu gosto de você...

– Eu também gosto de você, Marki-poor... -Ele sorriu

Os dois continuaram comendo, ao terminarem, eles arrumaram as coisas juntos, lavaram a louça suja e foram para a sala, Jackson se sentou no canto esquerdo do sofá, Mark pegou o controle da televisão e a ligou, depois ele foi até Jackson e se deitou no colo dele. O mais novo sorriu enquanto olhava para ele e mordeu sua bochecha.

– Aish! Jackson!

– Desculpa... -Ele falou ainda sorrindo

– Ridículo... -Mark sorriu também

– Hey...

– Hm?

– Eu te amo...

– Até parece...

– É sério...

– Prove então...

– Eu só beijo quem eu amo...

– Aquilo não foi um beijo de verdade...

– Mas isso aqui é... - Jackson passou a mão no rosto dele e o beijou

Ele pediu passagem com a língua e Mark permitiu sem pensar duas vezes, eles ficaram naquilo por um tempo mas tiveram que se separar por falta de ar, Mark deu uma leve mordida no lábio inferior dele e os dois se olharam nos olhos.

– Acredita em mim agora?

– Acredito... -Ele sorriu- E eu também te amo...

Mark o abraçou e Jackson fez carinho nele por um tempo.

– Mark... Posso te pedir uma coisa...?

– Claro...

– Tenha paciência comigo... Por favor...

– Eu tive até hoje... -Ele riu- Mas... Por que esse pedido?

– Uma hora você vai entender...

– Tudo bem... Se você diz...

Os dois sorriram e voltaram a assistir, Mark continuou no colo do mais novo por um tempo.

– Quer sair pra almoçar? -Mark falou aleatoriamente

– Que?

– Você quer sair pra almoçar comigo?

– Aonde? Em um restaurante, de preferência...

– Aish... Grosso... Só quero saber em que restaurante...

– Ah... Tem uns que eu vou que são muito bons... A gente podia ir em um deles...

– Hm... Pode ser...

– Sério?

– Sim...

– Meu Deus... Que milagre é esse?

– Não entendi...

– Eu vou conseguir te tirar de dentro de casa... Isso é o melhore do século...

– Aish... Bobo...

[...]

Os dois saíram para almoçar juntos, depois foram dar uma volta pela cidade, Mark tentou aproveitar já que tinha tirado Jackson de dentro de casa.

Eles voltaram para casa quando já era de noite, estavam cansados então subiram direto para o quarto.

– Dorme comigo hoje?

– Oi? -Mark falou

– Passa a noite aqui... Pertinho de mim... Quer?

– Quero sim... -Ele sorriu- Vou só tomar um banho...

Cada um foi para seu quarto, tomou um banho e se vestiu para dormir. Jackson colocou apenas uma boxer e foi para debaixo das cobertas esperar Mark. O mais velho não demorou muito para aparecer, ele entrou no quarto, viu Jackson deitado e foi até ele, se deitando ao seu lado, indo para debaixo as cobertas e o abraçando.

– Desculpa a demora...

– Não demorou... -Jackson sorriu

– J-Jack...

– Oi...

– Você tá pelado?

– Não... Tô de cueca... -Ele riu

Mark levantou as cobertas e olhou o corpo dele, o mais novo estava realmente só bde cueca.

– Hm... Só queria ter certeza...

– Sei... Você queria era ver meu corpinho lindo

– Aish... Fica quieto!

Jackson sorriu e puxou ele para um beijo, ele passava a mão pelo pescoço do mais velho e o sentia cada vez mais perto de si.

Não demorou muito para que Jackson sentisse Mark apertar sua bunda sem muita força, e um sorriso apareceu no meio daquele beijo.

Mark foi aos poucos para cima do mais novo, colocou uma perna de cada lado de seu corpo, mas logo ele sentiu que Jackson estava ficando excitado demais com aquele beijo, Mark sentiu a ereção do mais novo comprimindo seu membro, mas ele mesmo parecia ignorar, ele apertava a bunda de Mark com força, fazendo aquele contato ficar cada vez mais forte, e ainda arrancou alguns gemidos manhosos e baixos de Mark.

– Jackson-ah...

– O que foi, bebê?

– Isso é bom...

– Isso o que? Não tô fazendo nada... -Ele deu um tapa forte na bunda de Mark

Como o mais velho estava apenas com uma Boxer e uma camisa, o tapa acabou doendo mais por não ter um pano mais grosso para lhe proteger, mas ele acabou gostando daquilo e acabou esfregando seu membro no de Jackson sem querer.

– Pare de fazer essa cara de prazer... Vamos dormir... -Jackson riu

– Então você também tem que parar de fazer essas coisas comigo...

– Eu não fiz nada...

– Só falta dizer que não tá de pau duro...

– Não tô...

– Aigoo! -Mark se deitou ao lado dele novamente

Jackson sorriu e o abraçou, os dois ficaram entre algumas carícias mas acabaram dormindo logo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado :')

Até o próximo capítulo

Kisses 💜🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...