História My Only Love - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Nada a dizer :>
Boa leitura bebês ^^

Capítulo 9 - A menor suspeita


Fanfic / Fanfiction My Only Love - Capítulo 9 - A menor suspeita


  Depois de conseguirem voltar para o quarto que Donghyuck dividia com Yukhei, tendo à ajuda de Mark, RenJun e SooYoung para chegar até lá sem acabar no caminho de algum dos seguranças que foram até o local do ocorrido. 


      Mark estava do lado de fora do quarto com Donghyuck enquanto Joy e RenJun cuidavam do ferimento de HyukJae. O canadense olhou para o Lee mais novo esperando que dissesse algo, mas este não parecia disposto a iniciar o assunto.


-Você se machucou lá? Por que ele estava com você?


-Eu estou bem...ele, me levou até lá para ver ás filmagens daquele dia e, acabamos sendo atacados lá. 


-Você não devia ter ido até lá. Agora ela vai vir atrás de você. E eu sei que Yukhei não vai poder te proteger disso. 


-Ela? Você conhece aquela mulher? Você sabe quem matou meu irmão? Eu confiei em você. Você disse...


-Não era seguro contar para você! Desde o momento em que você pisou aqui, tudo o que ela queria era que você desistisse.


     O coreano arregalou levemente os olhos, parecendo entender o que o mais velho havia dito.


-Então, ela é...


   O canadense assentiue suspirando de forma pesada ficando de frente para o mais novo com uma expressão preocupada. 


-Aquela pessoa matou seu irmão. 


[...]


-Você estava certo...me desculpe por não ter acreditado em você Mark, mas...


-Tudo bem hyung, ninguém acreditou, de qualquer forma. Você apenas estava frustrado e com raiva de tudo que havia acontecido.   


-Sim...mas eu ainda sinto que deveria me desculpar. Foi injusto, e imagino o quanto tenha sido difícil para você. 


-Tudo bem hyung, mas agora eu realmente tenho assuntos a tratar com você. Sobre Donghyuck e sobre aquela garota.


-Certo...vamos resolver isto.


[...]


     Donghyuck passou o restante do final de semana junto de Mark e RenJun, estes que sempre estavam lhe vigiando em alerta após o acontecimento na sala de controle, era impossivel não se preocupar. Mas não apenas por este fato, mas também pela teimosia do coreano.


    Finalmente havia chegado a segunda-feira, e como esperado  Donghyuck voltou até a sala de controle para procurar por alguma pista depois de ter certeza que Yukhei estava dormindo e que os seguranças já iriam fazer sua mudança de turno. Pegou uma lanterna e subiu ás escadas fazendo o mínimo de barulho que podia, e quando chegou, não perdeu tempo, passando a procurar qualquer coisa que levasse ao culpado.


     Seu coração acelerou quando viu a luz e uma lanterna ser apontada em sua direção e sentiu uma mão em seu ombro, se virando quase automaticamente, apontando a sua lanterna na direção do até então desconhecido. Suspirou aliviado ao ver de quem se tratava sentindo seu corpo relaxar no mesmo instante.


-RenJun! O quê está fazendo aqui? 


-Acho que o mesmo que você.


    Respondeu apontando para ás pastas na mão do Lee.


-Ah...sim. Você achou alguma coisa? Fora ás coisas dessa sala?


     O Lee perguntou deixando ás pastas sobre a mesa antes de ajudar o Huang a pegar a caixa que o mesmo tentava alcançar sobre o armário que estava ali.


-Na verdade, meu antigo quarto, onde eu ficava antes de ficar com JeNo e JaeMin...tinha uma pessoa que entrava lá todas ás noites quando achava que eu já estava dormindo, por isso eu tinha tanto medo. Tinha uma porta que dava em outro lugar, mas nunca tive coragem de olhar.


-Você acha que o assassino é essa mesma pessoa que ia até lá todos os dias usar esta passagem?


    O Huang assentiu e o Lee reprimiu os lábios segurando a mão do amigo, atraindo o olhar assustado do mesmo para si.


-Temos que ir até lá.


-Se você quer realmente fazer isso, precisamos de um plano.


[...]


-Tem certeza de que entendeu tudo? Quer realmente fazer isso?


-Sim, eu já estou indo, está tudo bem Junnie. Desde que eu siga o plano e que tudo corra conforme você planejou, tudo bem.


-Certo então. Vou ficar de olho por aqui. Boa sorte.


     O coreano assentiu engolindo em seco enquanto andava pelos corredores escuros do último andar do dormitório. Sua respiração estava desregulada e podia até mesmo ouvir seu coração acelerando, sentindo seu corpo tremer minimamente olhando para trás ao ter a mera impressão de que alguém estava lhe seguindo. Tudo parecia estar correndo muito bem até de repente sentir seu corpo pesar e sua visão escurecer a cada segundo que se passava, após uma agulha entrar em seu ombro, deixando o local em um tipo de anestesia. Ao sentir que seu corpo era apoiado em outro corpo para que não fosse ao chão, tentou olhar para o rosto de quem havia feito aquilo, mas tudo que viu foram borrões, e pode ouvir uma voz feminina antes se perder totalmente a consciência. 


-Te peguei.


      Foram ás últimas palavras que ouviu antes de sentir sua cabeça doer irritantemente. 


    Não estava totalmente consciente, mas sua cabeça ainda doía e podia sentir gotas de água caindo em seu rosto, o que ajudou que despertasse totalmente. Suas mãos estavam doloridas como seus braços, o que fez com que o coreano olhasse para suas mãos, vendo que seus pulsos estavam amarrados em duas torneiras sobre sua cabeça. Até tentou se soltar, mas ás cordas eram grossas demais, e acabou cortando um de seus pulsos no processo.


    Estava dentro de uma banheira, e sua mente trabalhou rápido em perceber qual era a intenção de quem havia lhe prendido ali, com toda certeza não esperaria que voltasse para comprovar sua suposição.


     Não reconhecia aquele lugar e aquilo o deixava um pouco mais desedperado enquanto tentava falhamente se soltar, estava prestes a pedir por ajuda quando a porta foi aberta. 


    Seus lábios se entreabriram minimamente ao ver aquela mulher parada ali, a passos de distância de si. Com sua vida em suas mãos. A pessoa que menos suspeitou.


-Finalmente acordou Hyuck...pena que vou ter que te colocar para dormir de novo.

-Você...

-Está surpreso? Mas eu te avisei desde o início. 

-Não...eu me lembro bem, JooHyun.


Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...