História My Only Love;; (alterada) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin
Visualizações 3
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Apology in the bathroom?


Depois do que aconteceu jimin e jungkook não se falaram mais, os dias se passavam e nada, eles continuavam sem se falar, na escola os olhares nem trocados eram mais, jimin evitava jungkook não por ódio mas por achar que sua tia estava certa em dizer que ele não conhecia o garoto e deveria tomar cuidado assim acreditando que jungkook queria só se aproveitar de sua bondade;


Jimin P.O.V


Eu sabia que minha tia estava certa, hoje em dia só querem se aproveitar de nós. Falei em quanto andava em direção ao banheiro após ver jungkook. Ele estava com um olhar de tristeza, talvez porque se arrependeu do que fez, mas eu não vou falar com ele.

Quando entrei na sala após o sinal ter batido avisando que o intervalo havia acabado, me sentei e como jungkook sentava atrás eu não conseguia me sentir bem, não depois do que ele fez.

─ Bom dia turma - aquela voz grossa ecoava pela sala fazendo todos os rostos receberem uma expressão de surpresa inclusive a minha. Era aula do professor dong-sun e ele toda vez que seria sua aula fazia questão de nos dar um susto.

─ hoje vamos formar duplas, para o próximo trabalho do semestre, e eu que vou escolher - pronto to ferrado se ele me colocar junto com jungkook. ─ vamos começar por VOCÊ - ele aponta em minha direção me fazendo gelar dos pés á cabeça.

─ E-eu??? - me fiz de desentendido pra ver se ele mudava de ideia. ─ Sim mocinho, você mesmo...hummm vamos ver com quem o aluno novo da turma poderá formar dupla... VOCÊ - ele aponta novamente, mas em direção à jungkook, não acredito. ─ Vocês dois formam uma ótima dupla, afinal jungkook é um excelente aluno, assim irá ajudar bastante você park - fiz um sinal com a cabeça que sim, mas na verdade estava com raiva.

Depois ele terminou de escolher o resto das duplas e por fim explicou do que se tratava o trabalho me deixando mais aflito ainda.

─ O trabalho deverá ser entregue daqui um mês e impecável aos meus olhos, entenderam? Agora podem sentar uns ao lado dos outros.

Me ajeitei ao lado de jungkook um pouco sem jeito, não queria por nada conversar com ele, tanto que o evitei por semanas. Começamos a fazer o trabalhar e percebi que jungkook não tirava os olhos de mim em nenhum momento, era desconfortável. Percebi também que ele é ótimo aluno, explica muito bem. Já estávamos terminando quando bateu o sinal e o professor dong-sun nós avisou.

─ Terminem o trabalho em casa e me entreguem na próxima aula pois o trabalho ao todo não é só isso, terá mais 3 etapas, tenham um ótimo dia! - ele saiu da sala alegre pois a maioria da turma já estava terminando o trabalho, eu e jungkook estávamos no fim mas ainda faltava coisa, oque significa que teria que ir para a casa dele terminar.

Jungkook me olhou surpreso depois que o professor disse que teríamos que terminar em casa. Não poderia levar jungkook em hipótese alguma para minha casa mesmo que fosse trabalho escolar.

─ É-ee... O trabalho... Vamos fazer na sua casa? - ele gaguejava por medo?não sei, mas estava nervoso e era visível.

─ NÃO, NA MINHA NÃO - quando vi já tinha gritado e os outros alunos me olhavam apavorados. ─ de-desculpa, na minha não dá pp-porque meus tios ficam o dia todo lá e provavelmente não iremos nos concentrar - tentei minimizar oque tinha causado.

─ Não mente pra mim jimin.... - sua voz saiu baixa com um tom de "cansei das sua mentiras".

─ ....me perdoa - já me via encolhido na cadeira e apreensivo por tanto mentir pra jungkook desde que o conheci.

─ tudo bem não precisa dizer nada... Eu sei oque seus tios vão pensar - e aquilo foi a ultima coisa que ele disse e assim a conversa acabou, tudo se tornou um imenso silencio até o fim da ultima aula.

Já estava esperando bater o sinal quando jungkook me Chamou.

─ Precisamos conversar depois, na saída. - já sabia qual era o assunto porque desde então nunca mais conversamos até sermos uma dupla, ele com certeza queria se desculpar pelo ocorrido na última semana do mês passado.

─ tt-udo bem... - eu estavo nervoso, não sabia exatamente oque ele queria comigo, foi difícil esconder a raiva que senti naquele dia quando me deixou e foi embora pra casa sem ao menos avisar.


Os minutos passavam e nada, aquele maldito sinal não batia e eu ficava cada vez mais agoniado.


─ UFA, até que enfim. - soltei as palavras quando ouvi o sinal batendo. Jungkook me puxou pelo braço para fora da sala e me levando em direção ao banheiro.


Quando entramos no banheiro não havia ninguém, oque me deixava mais nervoso ainda, minha mãos suavam, era medo.


─ jimin me perdoa, você pode não acreditar em mim, mas eu me esqueci de voltar na sorveteria aquele dia e... - eu não conseguia acreidtar em suas palavras, era muito difícil.


─ Eu não sei se devo acreditar em você, afinal todo mundo que me conhece quando chega na parte dos meus pais e eu começo a entrar em pânico quando me perguntam, depois sempre me deixam de lado, pois ninguém pode me ajudar, e eu não sou uma pessoa que serve pra ser amigo de alguém, quem ia querer um depressivo que só chora, não é mesmo?... Pode falar a verdade, eu aceito ouvi... - já estava quando chorando mas me segurei.


─ Desculpa, me desculpa... - ele rapidamente me abraçou e começou a chorar como uma criança indefesa e eu só pensei em acolhe-lo. ─ e sim, eu to falando a verdade, por mais que não pareça, eu voltei na sorveteria após te deixar lá... Eu apenas me esqueci de voltar e quando vi já se tinham passado quase uma hora, novamente eu peço que me desculpe, não foi a intenção te magoar naquele dia, era pra ser um passeio alegre mas anfim... Eu nunca vou te abandonar jimin, eu fiquei surpreso ao saber que você é depressivo,sempre vou estar aqui pra te ajudar ok? Só espero que confie em mim - aquelas palavras acabaram comigo. 


E no meio do banheiro abraçado com jungkook, aquilo ia ficando mais intenso, eu podia sentir sua respiração em meu pescoço, seus braços me envolvendo fortemente, suas mãos em minhas costas, aquilo era realmente estranho pra mim.


─ Vamos? Hoje temos que fazer o trabalho então tenho que chegar em casa e almoçar ainda - ele disse se soltando do abraço e limpando as lagrimas que escorriam no seu rosto.


─ vamos vamos, combinamos a hora por mensagem ok? - e assim sai pela porta do banheiro acenando alegremente pra um jungkook ainda hipnotizado pelo oque aconteceu. Ele iria fazer algo no banheiro por isso não me acompanhou, e eu dei graças a deus por ele não me acompanhar e ver o meu rosto corado de vergonha.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...