1. Spirit Fanfics >
  2. My only love (Imagine Kim Taehyung) >
  3. The Dead

História My only love (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 43


Escrita por:


Notas do Autor


Penúltimo capítulo, não creio😥

Boa leitura!💕

Capítulo 43 - The Dead


Pov Kim Taehyung

- Senhor, você pode entrar agora - Disse a policial

Levantei-me do banco e entrei na sala.

- Tae?

- Oi, Eun - Respondi

Suas mãos estavam algemadas na mesa, a garota estava acabada, totalmente diferente da última vez em que a vi.

- O que veio fazer aqui?

- Você sabe onde Yu está - Falei

- Ela não está com você?

- Ela sumiu, Eun! E eu sei que isso é coisa sua.

- Minha!?

Me aproximei dela e sussurrei:

- Eu vou matar você se não me contar.

- Taehyung, eu juro que não sei.

- Eun...

- Acredite, se eu soubesse eu contaria - Falou - Não posso fazer muita coisa de onde estou.

- Eun, por favor - Pedi - Ela é tudo que eu tenho. Estamos esperando um filho.

- Você vai ser pai? - Ela sorriu

- Se nada acontecer, sim.

- Eu vou ajudar você, tá bom?

A olhei desconfiado.

- Se eu souber de alguma coisa, peço para fazer uma ligação - Sorriu novamente - Eu sei que esse sempre foi seu sonho, não vou deixar ninguém estragar ele.

- Desde quando você quer o bem da minha família?

- Eu gosto de você, Tae - Se ajeitou na cadeira - Não gosto é da Yujin.

Neguei com a cabeça.

- Por favor, eu preciso descobrir onde ela está.

Eun assentiu.

Saindo da delegacia, meu celular tocou.

- Alô?

- Taehyung?

- Oi, Omma!

- Onde você está?

- Na rua, por que?

- Pode passar aqui?

- Passo, claro.

Nos despedimos e entrei no carro, dirigi até a casa de minha mãe e quando desci, ela me recebeu com um abraço.

- Como você está?

- Péssimo - Respondi

Ela segurou minha mão e me puxou para entrarmos em sua casa.

- A Yujin...Ela - Tentei falar, mas minha voz falhou - Nós vamos ser pais.

- O que!?

- A Yu está grávida.

- Aí meu Deus, Tae - Me abraçou novamente - Isso é incrível.

- Eu estou com medo, Omma - Chorei em seu ombro

- Vai ficar tudo bem, Tae!

- E se ela e o bebê...

- Nós vamos os encontrar - Acariciou meu cabelo - Lembre como Yu é importante para você.

- E no que isso vai ajudar?

- Você tem que pensar em coisas boas - Respondeu - Lembre do brilho nos olhos dela toda vez que olha para você...

- Brilho - Sussurrei para mim mesmo - É CLARO!

Omma se assustou e me soltei dela, peguei meu celular e abri o aplicativo.

- O que foi?

- Os brincos da Yu tem GPS embutidos, eu fiz isso logo depois que Eun foi presa - Disse já ligando a localização - Como eu não lembrei?

- Ela está com eles?

- Ela nunca os tirou.

Mordi a ponta da unha nervoso.

- Aqui está.

- Estranho - Omma disse

- Por que?

- Essa é a casa do Hansol.

Nos olhamos e corremos até o carro.

No caminho liguei para a polícia e avisei Jin Hyung onde estávamos indo.

(...)

Estacionei alguns metros longe da casa de Hansol e ficamos ali, aguardando a polícia chegar.

- Eu deveria ir lá - Falei

- Não, Tae! Ele deve estar armado.

- Eu não me importo - Coloquei a mão na maçaneta, prestes à abrir, sua mão segurou a minha

- Eles já estão chegando.

- Omma...

- Falta pouco, Tae!

Alguns minutos depois os carros da polícia estacionaram em frente à casa de Hansol e logo os policiais cercaram a casa.

Desci do carro e me aproximei.

- Senhor, é perigoso - Um deles me parou - Fique longe!

- Eu sou marido dela.

- Fique longe!

Bufei e me afastei.

- Ji Hansol, você está preso - Falaram em um megafone - Renda-se!

A porta de entrada abriu e Yu passou por ela, atrás estava Hansol, com uma arma em sua cabeça.

- SOLTA ELA, HANSOL - Gritei

Meu desejo era matá-lo.

- NÃO TÃO FÁCIL, TAEHYUNG!

- AGORA!

- EU VOU MATÁ-LA!

- HANSOL - Omma berrou

- Ele fez você sofrer, Omma - Disse Hansol - Não acha que ele merece sentir isso também?

- Ele é meu filho, Hansol.

- Eu não sou?

- Se você quiser, pode ser também.

- Ela está grávida, seu idiota - Disse e Yu me olhou com lágrimas em seus olhos - Não tem pena de um bebê?

- Você não teve pena de nossa Omma.

- Nós podemos ser uma família, Hansol - Omma se aproximou brevemente, ela estava o convencendo - Podemos ser felizes juntos.

- Você promete?

- Prometo, filho.

Ele vacilou e Yu correu de seus braços até mim, quando Hansol fez menção de atirar a coloquei atrás de meu corpo e um policial atirou em sua cabeça.

Omma e Yu gritaram, possivelmente pelo susto.

- Você está bem? - Me virei para Yu

- Estou.

- E isso aqui? - Toquei o corte em sua boca

- Não foi nada.

A abracei fortemente.

- Eu senti tanto medo.

- Eu sei, pequena - Segurei sua cabeça - Eu também senti.

- Me desculpa, eu deveria ter me cuidado.

- Ninguém tem culpa de Hansol ter sido um doente.

- Nay está lá dentro também.

- Sério?

- Sim.

- Ela não desiste, não é?

Yu negou com a cabeça e riu fraco.

- Então, quer dizer que nós teremos um bebê? - Coloquei as mãos em sua barriga

- Vamos sim - Colocou suas mãos em cima das minhas

- Obrigado, amor - Beijei seus lábios levemente

- Não era assim que eu planejava contar, mas tudo bem.

- Estamos em família - Grudei minha testa na sua - E estamos bem.

- Senhorita, precisamos levá-la para o hospital.

- Mas eu estou bem - Yu respondeu o policial

- É obrigatório!

Ela revirou os olhos e eu ri.

- Posso ir com ela?

- Claro.

Entramos na ambulância, Yujin deitou-se na maca e eu me sentei ao seu lado, segurando sua mão.

- E a senhora Kim?

- Vai dar algum depoimento - A respondi

- Tae?

- Sim?

- Ele ama você, sabia? - Colocou minha mão em sua barriga

- Aish, não me faça chorar - Passei a outra mão em meus olhos

- Você vai ser um pai incrível - Continuou - Tenho certeza disso.

- Você vai ser uma boa mãe também.

- Nós vamos ter uma família linda, não acha?

- Vamos sim - Sorri - A mais linda de todas.

Beijei sua testa e ela sorriu.

- Descanse, vocês tiveram um dia difícil.

- O bebê nem sente nada ainda, Tae.

- Não importa, ele precisa crescer saudável.

- Tudo bem - Yujin riu e depois ficou quieta de olhos fechados


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui❤️
Favoritem e comentem💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...