História My Only Love (Jikook, Namjin and Vhope) - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Daddy, Drama, Dúvida, Gay, Jackson Wang, Jikook, Lgbt, Namjin, Oppa, Romance, Smut, Vhope
Visualizações 955
Palavras 866
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 30 - Sou eu...



NARRADOR:

A chuva caia sem cessar pela cidade de Seul, milhares de pessoas passavam a todo momento com guarda-chuvas ou correndo para não se molhar.

Era uma bela visão, mas a todo momento, Jungkook ajeitava seu boné e sua máscara apenas para ter certeza que estava bem camuflado, e assim perdia totalmente o foco na bela vista da praça de Cheonggyeocheon.

Aquele lugar era perfeito para um encontro.. O belo rio que corria ao meio daquele belo lugar era dê se admirar. Mas seu foco não era admirar aquele lugar, e sim esperar por Jimin.

Segurando com firmeza seu guarda - chuva, Jungkook se encolheu dentro de seu casaco enquanto respirava forte por baixo de sua máscara apenas para Manter seu rosto aquecido de alguma forma.

°°°

Após alguns minutos a espera de Jimin, viu a figura do mesmo caminhando calmamente pela fina chuva. Em seu pescoço havia um enorme cachecol branco, que quebrava toda a escuridão de suas roupas pretas.

O preto era a cor mais quente em um dia tão chuvoso e frio como aquele.

Ambos corações já batiam forte dentro de seus peitos, Jungkook estava nervoso e completamente inseguro do que aquilo tudo o levaria.. Se fosse pela voz de seu subconsciente, ele já teria corrido para longe dali a muito tempo. Mas seu coração pedia alívio, pedia que aquela enganação acabasse e que tudo voltasse a ser como antes.

Já o coração e Jimin batia por nervosismo e ansiedade de enfim poder conhecer a pessoa que tanto amava, desejando que tudo ocorresse bem e tivesse uma conclusão boa no final daquele primeiro encontro.

Na medida em que Jimin se aproximava, Jungkook abaixava a ponta de seu boné para que seus olhos não o entregasse de primeira. Ele teria que ter todo cuidado dali para frente e falar da forma mais abafada possível, apenas para que não seja reconhecido pelo seu tom de voz.

Quando faltava pouco para ambos estarem perto, Jimin quebrou aquele espaço após correr e abraçar o homem que para ele era um desconhecido ainda.

Não demorou muito para que Jungkook envolvesse seu braço livre na cintura de Jimin e pudesse aproveitar Aquele momento tão bom e único.

Ele só esperava que isso não se tornasse um pesadelo após mostrar sua verdadeira identidade e revelar toda a mentira que havia criado.

ㅡ Eu estava tão ansioso para esse dia.. Você não imagina o quanto esperei para te abraçar e saber como você é. -- Jimin confessou com seu rosto afundado no pescoço do desconhecido.

ㅡ Eu também.. -- Kook sussurrou.

ㅡ Você está rouco? Deve estar a muito tempo aqui no frio, vamos entrar? -- Jimin perguntou sem o olhar ㅡ Prometi não tentar o ver, então  irei cumprir essa promessa! -- Ele afirmou dando um sorriso bobo.

Como ele conseguia ser tão fofo e bobo em um momento tão estanho? Ainda mais quando não se sabia com quem estava andando.

Em um ato rápido, Jungkook segurou a mão de Jimin e deixou seu guarda- chuva no chão antes de entrar no restaurante.

Não era um local chique, mas também não tinha menos de Três estrelas. Restaurantes chiques têm suas regras, e uma delas era não usar bonés ou máscaras.

Jungkook preferia comer em lugar sem regras, assim poderia manter seu disfarce sem que ninguém o obrigue a acabar com ele por causa de regras idiotas.

Dentro do restaurante, Jungkook opinou por uma mesa  em um canto privado, onde teriam cortinas para os dar privacidade.

As pequenas mãos de Jimin tremiam, porém nem ele mesmo sabia se era por causa do frio ou do nervoso.

Após se sentarem, a garçonete puxou a cortina para que os dois pudessem ter sua privacidade.

Era o momento de enfim abrir o jogo e colocar tudo na mesa? Ou deveriam fazer seus pedidos e depois chegarem ao objetivo daquele encontro?

ㅡ Sushi ou Jjanjangmyun? -- Kook perguntou enquanto olhava seu cardápio.

Jimin riu fraco com a pergunta tão rápida.

ㅡ Be-bem.. Esta frio, Jjanjangmyun seria uma boa ideia. -- Ele o respondeu após soltar a mão do desconhecido.

ㅡ Ótima escolha.

ㅡ Peça um chá quente, sua garganta deve estar horrível depois de ter tomado tanto frio. -- Jimin disse preocupado.

ㅡ Já escolheram seus pedidos?

ㅡ Dois Jjanjangmyun e Suju. -- Jimin pediu.

ㅡ Traga quatro garrafas de Soju também. -- Kook adicionou.

A Garçonete anotou os pedidos e em seguida saiu, deixando os dois sozinhos novamente.

ㅡ Acho que você já pode me mostrar seu rosto, não seria fácil comer com o rosto coberto. Eu lhe prometi milhares de coisas e irei cumprir todas, quero saber quem é a pessoa que deixa meu coração tão aquecido e seguro.. Eu preciso saber quem é essa pessoa que faz meu coração acelerar com apenas algumas mensagens. -- A voz de Jimin saiu quase como uma súplica, ele precisava saber quem era aquele homem e colocar um fim em sua curiosidade.

E com apenas aquelas palavras, Jungkook simplesmente manteve a cabeça baixa e retirou seu boné, e em seguida a máscara de forma vagarosa, já colocando um ponto final em todo seu mistério.

Uma de suas mãos foram até seus cabelos, assim os jogando para trás antes de erguer sua Cabeça e poder enfim encarar os olhos da pessoa que amava.

ㅡ Sou eu...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...