História My poetic demon-Amor doce - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Boris, Castiel, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Letícia, Lysandre, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Tags Amor Doce, Armin, Kentin, Lysandre, Natheniel, Romance, Shoujo
Visualizações 30
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse capítulo está meio curtinho , mas espero que gostem.
Obrigada pelo 13 favoritos.
Continuarei escrevendo essa fanfic com muito carinho ♥️♥️♥️♥️♥️

Capítulo 6 - O triste som do piano


Fanfic / Fanfiction My poetic demon-Amor doce - Capítulo 6 - O triste som do piano

Era um documento de adoção com o meu nome , eu era adotado????????
Fiquei em choque e comecei a vasculhar mais coisas , e acho uma fotografia que está uma mulher com a mesma sidrome do que eu a heterocromia , junto a minha e mãe e da Naomi , em seguida vejo outra foto que estava a mãe da Naomi grávida,a moça dos olhos bicolores grávida também e minha mãe segurando a mão de um garoto de cabelos pretos , aparentando ser o Leigh.
Eu comecei a pirar , vários rastros de memórias que eu não conhecia estavam aparecendo em minha mente.
Então derrepente eu lembrei de uma cama de hospital com a moça dos olhos bicolores e um um barulho terrível de acidente de carro.
Então derrepente eu lembrei de tudo e então apenas me agachei com lágrimas em meus olhos.
Então eu liguei para o Leigh , pedindo que ele viesse nesse exato momento e ele disse que okay , que ia passar aqui , sentei na janela com o papel em minha mão com um semblante triste.
Um tempo  depois , desço as escadas com uma cara que avia um vazio gigante em meu coração , não demora muito e o Leigh chega alegre e sorridente.

- Precisamos conversa-Falo sério e sem expressão.

- Okay fale-Leigh fala se sentando no sofá e eu faço o mesmo.

- PORQUE NÃO ME CONTOU???-Falo gritando furioso com o Leigh.

- Então você já sabe?-Pergunta ele com um semblante preucupado e triste.

- Sim , sou adotado e filho de uma ex-pianista falecida-Falo friamente o olhando.

- Desculpe não ter contado , a mamãe e o papai avia pedido segredo , e pediram-me para cuidar de você como um irmão mais novo de sangue.Sua mãe a senhora Layra era uma pianista amiga da nossa mãe e amiga da mãe da Naomi , ela era  muito famosa , ela era conhecida pelo seu carisma,beleza  e pelo seus olhos exóticos.Um tempo depois ela engravidou de você com um cara comum , sem fama e sem dinheiro , ele só tinha um bom coração e muita gentileza.Eles foram felizes , tinham amigos  , você nasceu e depois um ano depois a Naomi nasceu também.Dois anos depois a sua mãe avia descobrido o câncer de pulmão , ela e seu pai biológico e até os nossos pais e os pais da Naomi lutaram juntos para ela conseguir vencer essa luta juntos , mas um ano depois ela avia falecido e seu pai biológico saiu da cidade com você para morar em outro lugar , um ano depois vocês dois aviam sofrido um acidente de carro , ele avia morrido e você sobreviveu com muitos machucados e ficou com aminesia e até que você foi adotado pelo nossos pais-Fala o Leigh explicando triste com lágrimas nós olhos.

- O que é que eu faço agora em?a Naomi  sabe?-Pergunto friamente para ele sem expressão alguma.

-  A Naomi chegou a gostar de tocar piano e ter o sonho de se tornar uma pianista por causa que ela viu uma vez sua mãe tocar e ficou apaixonada pelo piano , mas a memória dela ficou um pouco desgastada e então ela pensa que a senhora Layra era uma amiga da família que morreu de câncer.

- Então ela não lembra que sou o filho da     Layra?-Pergunto frustrado com tudo isso.

- Sim...-Arfima Leigh triste.

- Até mais eu preciso pensar Leigh-Falo saindo e nem ouvindo o que e avia falado.

Fui parar em um cemitério e olho uma barraca proxima de flores e compro um buquê de flores.
Fico procurando o túmulo da minha mãe e eu o acho , em seguida coloco o buquê de flores em sua lápide e derramo várias lágrimas do meu rosto.
Olho outras lápides e vejo um túmulo que era do meu pai , peguei uma rosa do buquê da minha mãe e deixei em seu túmulo.
Em seguida fui para um bar encher a cara e já avia anoitecido , entrei no estabelecimento e pedi uma vodka , o garçom me dá a bebida e então eu começo a beber e quando o copo acabava eu pedia mais um.
Um tempo depois o Leigh aparece preucupado lá e me leva para casa , chegando lá ele assina  o documento da viagem para amanhã e me deixa na mãos da Naomi que me olhou muito preucupada....


Notas Finais


Nossa que isso tá parecendo novela mexicana...
Nos vemos no próximo capítulo...
Estou adorando escrever tretas ashuashuas...

Lysandre:Está adorando escrever a minha desgraça sua bastarda?
Eu(autora):Nossa Lys magoou ;-;
Naomi:hahahahah
Eu(autora):rir não rapariga...

Até o próximo capítulo 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...