História My precious thing ! - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias David Bowie, Histórias Originais, Labirinto - A magia do tempo, Labyrinth
Personagens David Bowie, Personagens Originais
Tags David Bowie
Visualizações 38
Palavras 1.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


pessoas lindas do meu cora... estou com meu celular de volta... isso significa que os novos capitulos talvez nao demorem tanto de serem postados!
me falem o que estão achando please <3
boa leitura e desculpe a demora ...

Capítulo 10 - Capitulo X


Fanfic / Fanfiction My precious thing ! - Capítulo 10 - Capitulo X

-SOFIA-.

Nos despedimos e entramos ... sabia que minha mãe iria fazer milhares de perguntas sobre ele e apenas deixei ela começar a falar.

-como você o conheceu ?

-no trem.

-como ele te encontrou ?

-isso e um interrogatório ?

-talvez...

-não precisa se preocupar, estou aqui... e ele  é um ótimo amigo .

-ok... ela levantou as Mãos para o alto em forma de rendição.

-eu vou subir para meu quarto, vou descansar um pouco.

-ok mas irei te chamar para tomar as vitaminas .

-que horas ?

-as ... ela olhou para o relógio – 15:00.

-otimo, ainda são 10:00.

Subi para o meu quarto, as meninas estavam lá e me dera um baita susto .

-podemos saber quem era que você estava abraçando lá em baixo, quando chegou ? marina perguntou com um sorriso malicioso .

-oi para vocês também... ele é um amigo .

-um amigo ?

-sim ... nada mais .

-uhum sei...

-lá vem você ...

- eu não disse nada . levantou as mãos para o alto em forma de rendição, igual a mamãe .

-não disse mas pensou .

-sofiii...

-juliii... nos abraçamos como se não nos víssemos a anos .

-estamos ficando com ciúmes .

-ah,vem cá.

-agora a senhorita poderá nos dizer quem era ?

 É serio que vai começar o interrogatório novamente ?

-eu já disse, é um amigo .

-como você o conheceu ?

-no trem, indo para a biblioteca stardust  .

-ele foi legal com você ?

-sim . não pude deixar de sorrir , lembrando de cada momento.

-uuuuuum, ta apaixonada .

-não, claro que não . Falei desfazendo o sorriso e olhando para elas como se fala-se "não se atreva a pensar nisso".

-Uhum sei... como você foi parar no hospital ?

-quando sair da biblioteca, estava chovendo, tinha perdido o ultimo trem do dia,tentei ligar para minha mae só que ela não atendia,aí  fui para o parque ele me encontrou e quando ele iria me trazer para casa eu desmaiei nos braços dele e ele me levou para o hospital .

-perai... você desmaiou nos braços dele ?

 

-sim.

-quem ficou com você no hospital ?

-ele.

-durante 3 dias ?

-sim ... mas a mamãe foi lá no 2° dia .

- e o que ela  falou ?

 

-que ele era uma boa pessoa .

-percebemos .

- por acaso vocês entraram pra C.I.A ?

-não... só queremos saber quem é o crush misterioso .

-ele só e um amigo .

-fofa, percebemos que você ficou triste quando ele falou que teria que voltar, você não engana mais ninguém não, 5 anos de amizade ... nem vem .

-é  que ele me entende ...

-nós te entendemos .

-não e isso...

-o que é  então ?

-que ... as lagrimas já estavam descenso por minhas bochechas .

-que?

-vão embora , por favor .

-fica calma, nós vamos... tchau rainha goblin. As meninas e minha mãe me chamam assim por causa do filme labyrinth, elas sabem que eu gosto de rei, ai passaram e me chamar assim .

Deitei na cama e acabei dormindo no meio das lagrimas .

Acordei com minha mãe batendo na porta do quarto para eu descer .

-o que aconteceu ? as meninas saíram tristes e seus olhos estão vermelhos.

-eu tentei, mas nunca consigo ...

-elas ainda não sabem sobre seus olhos ?

-não... as lagrimas desceram sem permissão mais uma vez.

-oh, não chore, se você não quiser, não precisa contar... a escolha é sua .

-obrigada mãe. Nos abraçamos e eu parei de chorar.

-você contou ao David ?

-sim.

-ele falou algo ?

-não .


-que bom, ele parece ser uma boa pessoa. 

-sim...-ele é uma ótima pessoa. Falei e sorri lembrando de quando eu jurei solenemente nunca mais esconder meu sou olhos a ele .

-vem, você tem que tomar os remédios .

Tomei os remédios e subi para o meu quarto novamente .

Fiquei deitada fitando o teto ate alguém bater na porta .

-pode entrar .

-estar melhor ? era a rubi.

-sim .

-quer falar sobre o que aconteceu ?

-não queria falar sobre isso agora .

-ta bom... o que iremos fazer ?

 

-falar assuntos aleatórios ,como sempre.

Ficamos conversando aleatoriamente ate a hora que ela teria que ir para casa .

Me despedir e deitei novamente, estava com sono era 22:00.

“so queremos saber quem é o crush misterioso .” serio ?

Acabei dormindo pensando nisso, elas tem uma imaginação que é melhor não duvidar .

Dormi ate tarde,já que estou de férias da escola por 3 meses, mas  quando voltasse, terei  que participar de  uma peça da bela e a fera,  eu serei a bela ,queria participar? Não, literalmente fui forçada, mas o que não fazemos para ganhar ponto não e mesmo ?

Levantei, fiz minha matinal e desci para tomar café da manha .

-bom dia mãe .

-bom dia filha ... dormiu bem ?

-sim e a senhora ?

-também.

Tomamos café e depois minha mãe foi trabalhar, como eu estou de férias, fiquei em casa mesmo, cantando e dançando que nem uma louca... alguém bateu na porta,fui abrir cantando mesmo.

-parece que alguém esta muito feliz hoje! Era  a Julia.

-juliii.

Puxei ela pra dentro e a abracei .

-uau... quanta felicidade... poderia saber o motivo ?

-acho que você já sabe .

-isso seria um novo amigo chamado David ?

 

-talvez.

-uau.

-o que vamos fazer ?

-que tal sairmos, andar por ai, tomar sorvete e ficar rindo do nada ?

-vamos.

 Já estava arrumada mesmo, então só foi ligar pra minha mãe avisando que iria sair .

- e então... ele e o motivo de toda essa felicidade ?

 

-parece que sim .

-parece que ele realmente e muito legal .

-sim... muito legal . falei com um sorriso

-nunca te vi assim...a não ser quando você ganha algo do bowie . realmente, é verdade .

-vamos logo pegar o sorvete .

-ok senhorita apressadinha .

Pegamos os sorvetes e fomos para o parque.

-quer andar de patins depois ?

-temos que ir pegar os patins .

-vamos.

Fomos em casa pegar  nossos patins e voltamos para o parque.

-sofia... não me diga que você comprou esse patins.

O patins que eu estava, tinha um raio, igual ao que tenho no pulso .

-sim, eu comprei .

-ok Né... vamos logo .

Fomos andar ao redor do parque,apostamos corrida e depois voltamos para casa por que iria começar a chover .

Nos despedimos e cada uma foi para sua casa... quando cheguei, minha mãe já havia chegando.

- oi mãe .

-oi filha...

- o que aconteceu ?

-nada, só um pouco cansada.

-vai descansar que eu faço o jantar .

Ela subiu para seu quarto e eu fiz o jantar ... subi para chama-la e desci com ela .

Jantamos e fomos para nossos quartos


Notas Finais


quem sera o "crush misterioso ?"
o que acharam ?
No próximo capítulo terá uma linda surprise... hihihihi.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...