História My Pretty Boy - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags _princesswolf, Chanbaek, Comedia, Exo, Hunhan, Kaisoo, Luhan, Myprettyboy, Sehun, Taoris, Xiuchen, Yaoi
Visualizações 208
Palavras 1.761
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite pessoal, como estão?

Hoje estou de passagem então não vou conseguir responder aos comentários e mensagens, mas amanhã assim que eu entrar, já vejo e respondo tudinho ok?

Bem, espero que gostem do novo capítulo. Boa leitura!

Capítulo 19 - Capítulo 19


Fanfic / Fanfiction My Pretty Boy - Capítulo 19 - Capítulo 19

Como o esperado, Sehun arrumou alguma forma de convencer Kris em não envolvê-lo no projeto e também de não usar minha música em seu próximo álbum, e tendo em vista que a parceria não aconteceria, nossa volta para a China seria antecipada. Porém, após algumas reuniões entre Ye Jin e Kris, uma nova proposta foi lançada pelo empresário. 

Uma nova parceria, entre mim  e outros dois artistas da WY. A princípio Ye Jin ficou insegura, aliás, se fossem artistas novos, talvez não valesse tanto o esforço, mas ao saber de quem se tratava ela fechou o contrato sem nem mesmo pensar duas vezes. 

Eunhyuk e Donghae, estrelas tão valiosas ou até mesmo mais valiosas que Sehun. Eles foram lançados pouco antes de Kris tomar a frente dos negócios da empresa, sempre foram a carta na manga do pai de Kris e também do pai de Suho assim como Sehun é para os que hoje estão à frente da WY. 

Confesso que quase tive um ataque de fanboy quando soube quem escreveria a música que faltava para meu primeiro álbum. Aliás, eles sim eram meus ídolos, deles sim eu teria um pôster autografado na parede com muito orgulho. 

Bem, eu imaginei que na primeira conversa que eu teria com eles seria apenas um 'Olá', eles me entregariam uma letra já pronta e fim de papo, mas não foi bem assim. 

Tivemos um encontro completamente informal onde conversamos sobre assuntos diversos. Donghae disse que eles queriam escrever sobre algo que tivesse a ver comigo, pois não faria sentido algum eu cantar sobre algo que não faz parte de minha realidade.  

A conversa foi a mais agradável que eu já tive com qualquer pessoa daquela empresa. Eles me deixaram a vontade a ponto de eu entrar no assunto relacionamento, contei sobre Sehun omitindo algumas partes, contando apenas sobre a falta que ele fazia, e do motivo de termos nos separado. 

Levei uma pequena bronca de Eunhyuk por eu ter sido um bobo fugindo de ameaças de "fãs", ele também disse que agora como um artista eu saberia como realmente aquele tipo de coisa com o passar do tempo viraria algo quase que natural e que talvez por isso Sehun não visse aquilo como um sério motivo para eu ter partido. 

A parceria tinha tudo para dar certo, eles por já terem um certo nome no marcado, me proporcionariam uma bela entrada nesse mundo em que eu estava para iniciar, e eu como um Idol novo, os ajudaria a não caírem em esquecimento. 

Devido ao contrato fechado entre as duas empresas, eu acabei passando mais tempo na Coreia do que o planejado a princípio, e apesar de todo o trabalho eu tive tempo de rever meus amigos e colocar a conversa em dia devidamente. 

A carreira de DO como eu mesmo podia ver lá da China, estava cada vez melhor. Chen não quis entrar para o mundo do entretenimento, mas segundo o mesmo, Minseok ainda tentava o convencer do contrário. Lay recebeu a proposta para debutar em um grupo, mas ele recusou alegando que se sentia bem apenas dançando na equipe de Kyung. Baekhyun estava tomando conta da carreira de Kyungsoo já que Suho, quem antes escolheu estar naquela função, estava voltando a se envolver mais nos negócios da empresa em geral. 

Bem, eu ainda estava encontrando Sehun pela empresa, mas este estava ocupado demais na produção de seu comeback que seria no início do outro ano. Às vezes me perguntava se ele havia dado uma olhada em minhas letras, queria saber o que ele havia achado, mas não tive resposta alguma, o que era de se esperar.

Dia dezenove de dezembro, eu estava nervoso, precisava de ar, precisava de uma palavra de conforto, precisava da minha mãe ali. Espiei por um canto que dava acesso ao palco e apesar de não ser um show de lotar estádios, era a minha estreia e haviam muitas pessoas. Só de imaginar que cada um ali saiu de sua casa para me ver, aquilo só me deixava ainda mais desesperado. 

-Se acalme, na segunda música você já está se sentindo íntimo de toda a situação - Dizia Kyungsoo tentando me passar confiança. 

-Isso quer dizer que em uma música inteira eu ainda vou estar desconfortável - disse com certa dúvida se ficava em pé ou se me sentava. 

-Se acalme e não faça feio, pessoas importantes estão ai para te ver – o olhei de certa forma esperançoso e ele apenas rolou os olhos prosseguindo - Não estou falando de Sehun. 

-Oh, quem está ai? 

-Além de toda a sua família? - sorri todo bobo com aquela pergunta, aliás, era bom para mim ver que todos estavam ali para me apoiar.- estamos eu, Lay,  Chen, Eunhyuk e Donghae. Os outros queriam estar presentes mas você sabe como é difícil para eles. 

-Entendo, eles não poderiam simplesmente deixar a empresa e vir para cá. 

Vi Ye Jin se aproximar com meu celular em mãos gesticulando bastante enquanto falava animada, logo me entregando o aparelho.  

-Tem alguém querendo falar com você, Luhan - disse ela e assim que olhei para a pequena tela em minha mão, de pronto vi que era uma chamada de vídeo com Baekhyun. 

-Finalmente, eu achei que não daria tempo de falarmos com você. - disse meu antigo manager aparentemente aliviado. 

-Ainda faltam alguns minutos. - disse contente. - quem mais está ai? - perguntei e logo Baekhyun que aparentava estar caminhando por sua casa, parou em um cômodo. 

-Digam 'olá' para o Luhan – disse ele animado logo mostrando todos que estavam ali em sua sala, eram todos aqueles que faltavam, exceto Sehun. 

-Luhan, estão te vestindo bem? O que você está usando? -perguntou Tao ao fundo enquanto ouvi Kris o repreender, assim não pude esconder a risada. 

-Boa sorte, Luhan – agradeci um tanto surpreso, já que Suho não costumava participar dos encontros na casa de Baek e Chanyeol. 

Estava uma bagunça naquela sala, eu podia ouvir a tv que provavelmente estava conectada a internet no local onde seria transmitido o show, todos me desejaram boa sorte, ouvi alguns conselhos de Kai, e piadinhas de Tao sobre meus possíveis figurinos. Kris garantiu que quando eu fosse realizar algum concerto na Coreia, que todos estariam presentes. 

Conversei um pouco mais com eles logo tendo que me despedir pois já estava em minha hora. Kyungsoo e meus outros dois amigos, que surgiram ali para beliscar alguns aperitivos, já haviam ido para seus lugares. 

Respirei fundo e logo Ye Jin se aproximou. 

-Fique confiante, você nasceu para isso Luhan, todos que gostam de você estão ai para te apoiar e tenho certeza que estão orgulhosos por esse dia. - disse ela apertando levemente minhas mãos com um sorriso confiante em seus lábios. 

-A cada dia que passa me sinto mais envergonhado por ter sido tão grosso com você na primeira vez que nos vimos, hoje eu só tenho a agradecer. Obrigado por estar cuidando tão bem de mim e de minha carreira. 

-Não tem o que agradecer ok? Agora vai lá e dê o seu melhor. 

Depois daquela fala pude ouvir começarem a me anunciar, meu coração parecia querer saltar pela boca, e quando subi no palco e ouvi todas aquelas pessoas felizes por me verem, foi a coisa mais indescritível desse mundo. 

Assim como Kyungsoo havia me falado e até mesmo Eunhyuk e Donghae, você não pode prever o que vai acontecer e ensaiar aquela situação, é claro que você passa dias ensaiando as coreografias e as letras, mas quando se está ali no palco com todas aquelas pessoas curtindo algo que você fez com tanto carinho, é totalmente diferente. 

Cantei todas as músicas planejadas, 'that good good' grudou na cabeça de todos como o planejado desde o início, as pessoas cantaram e dançaram comigo a música toda, em 'Lu' os gritos eram mais agudos que o normal, cheguei a ficar de certa forma espantado com aquilo, quando cantei 'Medals' tive que parar por um momento já que o choro era presente, momento aquele em que recebeu alguns gritinhos, meu sonho e minha carreira estavam descritos naquela música e estar em cima de um palco a cantando era uma grande realização para mim. 

Outras músicas estavam no repertório, todas elas foram muito bem recebida por todos, conversei com o público várias vezes. Aquele show estava realmente divertido, confesso que procurei por Sehun entre meus conhecidos. Ainda havia uma pequena esperança de ele aparecer ali, mas ela logo se foi quando chegou na última música. 

Mais uma vez estava a conversar com o público em meio a gritinhos, disse que aquela era uma canção especial pois foi escrita por duas pessoas que eles conheciam e eu tinha certeza que gostavam, complementei dizendo que ela apesar de ter sido escrita pelos dois, assim como todas as outras, havia um pouco de mim. A apresentei como 'Growing Pains'. 

"Essa rua em uma noite gelada 

Esses passos que retornam ao meu coração 

Algum dia tudo isso vai passar (estou enlouquecendo) 

Memórias de nós dois loucamente apaixonados 

Isso vai lentamente se esvair 

Com o tempo... Esquecidos 

Eu tentei alcançar seu fechado coração 

Mas nesse quarto vazio eu percebi que nós já estávamos separados 

Então, isso dói 

Mas eu desejo que você não esteja tão machucado quanto eu 

Eu desejo isso todos os dias, incontáveis vezes 

Eu desejo que você não tenha tantas lembranças quanto eu 

Eu desejo que você esteja melhor do que eu 

Oh, hoje e amanhã 

Meus pensamentos que eram preenchidos por você 

Mesmo que esses pensamentos me distraíssem 

Eu persegui os  ponteiros do relógio 

Corri atrás do tempo 

Mas nele eu descobri você partindo 

Eu correndo atrás e você com pressa para partir 

Como um trem em velocidade, meus passos são apressados todos os dias (rendido pelas memórias) 

Agora somos como um caderno velho e usado, cheio de rabiscos 

Eu tentei alcançar minhas memórias perdidas 

Mas agora eu não consigo mais te ver 

Eu descobri que nós já desaparecemos 

Então, isso dói" 

Cantar aquela música realmente mexeu comigo e após eu terminar de cantá-la e descer do palco, me apressei até o camarim me sentando no sofá deixando com que as lágrimas rolassem livremente. Meu choro seguia entre soluços não sabendo ao certo se era pela letra que me despertou uma intensa saudade de Sehun, se era pela felicidade que eu também sentia em relação ao show incrível que havia acabado de acontecer, se era por estar com as pessoas que mais amava, pelos gritos dos fãs em aprovação ao concerto, ou se era por um misto de todas aquelas coisas.


Notas Finais


E então, o que estão achando? Gostaram do capítulo?

Vamos a playlist da noite:

That good good - https://www.youtube.com/watch?v=YoLaCoD-GwI
Lu - https://youtu.be/FjMxiBf2dN8
Medals (legendado) - https://youtu.be/DzZu6ev7GcI
Growing Pains - https://youtu.be/Zs2NibgZgR4

chu chu~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...