História MY prisoner !! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Min Yoongi
Visualizações 15
Palavras 1.322
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Gente, meu nome é Talita mas quem quiser me chama de taly, é primeira Fanfic que escrevo, na verdade faço até um imagine também Do jimin, mas me bateu a vontade de Fazer uma assim e... Estamos aí né.... Vamos ver no que dá, Lembrando que é +18 então por favor quem não se sente a vontade ou não gosta Não começe a ler.. E isso tudo é só uma FIC nada é real, Boa leitura e boa imaginação ^_^......

Capítulo 1 - Destiny?!


Fanfic / Fanfiction MY prisoner !! - Capítulo 1 - Destiny?!

Song-mí 

Minha vida sempre foi corrida e movidas a perguntas, Meus problemas sempre mantenho em um limite que só  eu entendo, minha mãe ela morreu quando eu tinha apenas Seis anos de idade , eu até aprendi a lidar com a morte dela já que hoje ja sou de maior e sei Muito bem o que não fazer, meu pai Sempre foi Um homem Alterado e um Pouco bipolar em certas horas, mal vive em casa, as vezes eu e ele não se damos bem, mas é a Vida sempre com surpresas, desgostos e felicidades...  Mas eu me pergunto se isso ainda vai continuar ou se apenas Sou eu que tô sonhando a dezenove anos atrás.... Sou a mestiça da família metade Brasileira e coreana ja que minha mãe era coreana.e meu pai lógico, De sangue brasileiro... 

Bom, Hoje é quarta feira, dia de aula... Acordei bem cedinho, a hora que mais odeio, fazer o que se Estudar de manhã Não faz meu tipo, E novamente meu pai não está em casa, Moramos na Coréia saí do Brasil a Dois anos atrás novamente, mas dessa vez vai ser pra moradia ja que tenho tios pela região, Fiz minhas higienes, tomei meu banho quentinho e vesti minha roupa, Desci feito um avião indo tomar meu café da manhã, coloquei meus sapatos Brancos Da puma e segui minha trajetória até a universidade 

[………………]

Finalmente cheguei, entrei assim vendo vários alunos chegarem com grandes sorrisos e bom dias pra todo canto, eu Sigo meu caminho reto indo pro pátio principal de lá.... 

Me sentei em Um banco que ficava de frente a uma mesinha de lanches e tiro meus livros e O celular com fone de ouvido pra me distraír um pouco, Coloco a música no volume Máximo e Fico olhando algumas pessoas alí, até sentir alguém me catucando.... 

- aish.... Olho para trás tirando os fonrs de ouvido e vendo que era uma de minhas melhores amigas dessa universidade, a Min-hee

- bom dia né sua houmorada!!  - min hee fala arqueando as sombrancelhas e logo dando um sorriso fofo sentando ao meu lado

-  bom dia hee - Falei fazendo um sorriso sem graça  e sem nenhum auto estima 

- Aigoo, por que você tá com essa cara de quem comeu coisa estragada? - a mais velha perguntou Fazendo bico 

- bom....Como sempre né, Me sentindo um estraga prazer, um lixo todos os dias..... - falei Coçando a nuca e em seguida Deitei minha cabeça sobre meus braços na mesinha 

- credo garota, não diz essas coisas, tem gente que te dá valor e te ama, se achar que é mentira pergunta Pra o pessoal que anda com você - ela diz Revirando os olhos de leve, Fiz beicinho e suspiro me levantando 

- Tá.... Agora vamos logo antes que eu nem queira mas ninguém ao meu lado, ah e vou ficar na sua frente 

Falo por fim dando um sorriso e a mesma também se levantando da um Risinho, saímos do pátio indo para nossa sala, chegando la fui pra a cadeira a frente da hee e coloquei minhas coisas lá sentamos por la e começamos a conversar coisas em dia, a hee era a única da sala que mim entendia mas que sempre Falava coisas de alegrar o coração...! 

(...)

O sinal toca da aula final (Inglês)  e ja estávamos saindo, Hee e eu Pegamos nossas bolsas e Formos conversando até o portão da universidade que era enorme... 

- é Dongsaeng,eu ja tô indo pra cada agora, tenho que cuidar do meu irmão mais novo o Suk, mas se vemos amanhã - a mesma sorrir e me abraça forte e dando um 'bye bye" em inglês, fiz o mesmo e segui meu rumo até minha casa novamente. 

Alguns minutos depois chego em casa totalmente exausta das aulas que teve e bufei jogando minha mochila no sofá e subindo até meu quarto, tiro minha saía  e fico apenas de Blusona e calcinha me jogando na cama e indo mexer no celular, vejo que o mesmo começa a tocar e tocar Sem me deixar em paz, atendi o mesmo Vendo que era meu pai 

~lição On~ (em negrito song-mi) 

- alô? Appa? 

- mi, você ja esta em casa? 

- sim appa!  Estou no quarto, por que? 

- estou chegando, me aguarde não saia de casa.... 

- espe.... 

~ligação off~

Ele desliga o telefone não entendi de o porque ele fazer isso, como sempre deve ter bebido algo por ai.... 

(...)

Se passou algumas horas e finalmente meu pai tinha chegado, Escuto a porta ser aberta mas não desci ate a sala, fico em meu quarto mesmo esperando ele vir falar comigo.. 

- Filha, você está  ai.... -ele diz sério, Dava para sentir o bafo de bebida dele no quarto!! 

- Pai, Você bebeu não é? E o que houve? 

Ele fica calado mas logo resolve falar

- Não é nada, apenas Tenho que te levar em um lugar mas tem que ser agora

Ele diz sério e assim me levantei da cama rápido e O mesmo não deixa eu trocar de roupa, saio só camiseta Larga e ele sai me puxando pelos pulsos

- A-appa.... Devagar

Falo assim que desci as escadas com ele, Saimos de casa e o mesmo entra no carro que logo entrei em seguida, Ficamos calado por algum tempo até que vejo chegarmos em uma Casa Grande, como uma mansão, Estranhei o mesmo e abri a porta com medo até que Vejo tudo ficar escuro..... 

(...........)

- coloquem ela no quarto - ouço voz masculinas falarem

- Ela tá acordando - mais uma vez ouço, abri meus olhos devagar com minha vista ainda embaçada e com uma Puta de dor de cabeça e senti minhas mãos Amarradas.... 

- ...      - fico calada por alguns minutos vendo assim dois homens Mais altos que eu e com uma aparência super bonita 

- ola gatinha, Bem vinda - o homem diz sorrindo de canto e se aproximando de mim

Q-quem são vocês?  - perguntei ainda resmungando por causa da dor na cabeça 

- somos os Demônios em pessoa, você acabou de chegar no inferno gatinha - o mais alto diz Desamarrando minhas mãos que estava super vermelhas já 

-p-por favor.... Deixa eu ir embora, não fiz nada para ninguém 

Falei sentindo lágrimas pecorrer sobre meu rosto molhando a Camisa que eu estava

- pedir, Implorar, não adianta..... 

Chorei mais algumas vezes assim tento me acalmar, mas era algo inútil 

- o que vão fazer comigo? 

- se depender de mim iria te foder a noite toda até tirar toda sua inocência - O homem diz em meu ouvido 

Logo sinto os pelos do meus corpo se arrepiarem Me controlo e Percebi minha respiração ofegante, Após chega um Outro homem só que Um pouco mais alto que os dois de paletó e Ele tinha a pele Clara como a neve e Cabelos Platinados, e Com a boca super Rosada... Pisquei algumas vezes ao vê-lo pois relamente ele Encatava qualquer um

- Ela chegou, Finalmente, já podem ir.... - o tal homem que parecia nunca ter visto o sol falou com um tom rouco e sexy.. 

- Ah mais ela parece ser tão boa, olha as curvas.... Podemos aproveitar um pouco da carne nova não é mesmo?!  - o outro homem que parecia ser capanga Do mais velho fala Alisando minhas coxas, assim dou um tapa na cara dele o fazendo cair para trás 

- nem se atreva a se encostar em mim seu imundo - Digo limpando as lágrimas 

Logo o Tal homem chegou e tirou o O cara dali e ouvi alguns Cochichos

- Chega... Agora você seu lugar - o mais alto diz pegando em meu pulso

- m-me solta.... Me larga....- o homem apenas me ignora E me levou para um quarto estranho e escuro demais me jogando la dentro O mesmo trancou o quarto e saiu me deixando jogada no chão e chorando, Mas que merda aconteceu pra dá nisso??? 

Que destino é esse?! 


Notas Finais


espero que gostem... Ainda virá muito mais. 💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...