História My Prostitute (imagine Park Jimin ) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 25
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Seu pior pesadelo


 Depois de mas uma noite cansativa de trabalho volto para casa já era tarde bem como sempre cerca de umas 00:30,

como algumas noites tenho pressentimento que estou sendo seguida mas sempre tento ignorar volto para casa tranquilamente e entro, logo vou para meu quarto pego uma roupa confortavel e vou para o banheiro, tomo uma banho me arrumo e me jogo na cama e pego meu celular fico mechendo até que ouço minha barriga roncar.

Fico com preguiça de levantar para comer, mas como sempre a fome vence me levanto e vou para cozinha como não tinha nada pronto opto a fazer uma lasanha (aquelas congeladas que vende em mercados), assim que o micro ondas apita abro rapidamente a portinha do mesmo e pego a lasanha.

Se queimei a mão? Sim, e está ardendo pra K7  mas quem liga para isso quando está cheia de fome?. pego boto a lasanha em um prato e vou para sala me sentando no sofá.

como a lasanha muito rápido por sinal, além de queimar a mão queimei a boca também, tinha que ser eu para acontece uma merda dessa, me levantei botei o prato na pia e vi que minha lixeira estava cheia de lixo.

cato todos os lixos que tinha em casa e vou jogar fora, assim que abro a porta e saio de dentro da casa tenho  a sensação de que tinha alguém me olhando ignoro e atravesso a rua boto o lixo na lixeira e volto assim que chego na porta de minha casa sinto alguém me pegar por trás e me virar botando minhas costas na parede fria.

Assim que olho para a pessoa levo um susto e entro em um desespero interno lembranças dela vem em minha mente e começo a chorar.

                                    flash back on

  estava na balada com uns amigos quando vejo um garoto alto e bem bonito por sinal, ele chega perto de mim e me olha de cima a baixo

- e ai gatinha quando custa a hora ? - o mesmo pergunta sorrindo

- você tá me achando com cara de que ? - me altero- eu pareço uma putinha para você?

- para ser sincero - o mesmo toma um gole de sua bebida- sim e bem gostosa por sinal . - o mesmo morde seus lábios.

sinto meu sangue ferver e sem pensar duas vezes pego minha bebida e taco na cara do mesmo o fazendo olhar para mim com um olhar de Raiva

- Quem você pensa que é?- o mesmo grita comigo  e logo meu amigo aparece.

- ou, ou quem é você para gritar assim com ela ? - Soobin aparece entrando em minha frente o fazendo rir sarcástico.

- eu sou seu pior pesadelo- assim que o rapaz fala isso me dá um olhar mortal e sai de perto de nós.

Logo olho Soobin aliviada e dou um sorriso.

- Nossa obrigada- falo e sorri .

- você tem que tomar mas cuidado pequena - o mesmo fala e toca meu nariz

     [...]

Depois daquele dia se passaram uma semana e eu estava trabalhando quando vejo um garoto entrando no na lanchonete, logo ele se senta e eu vou atender o mesmo.

- Boa noite deseja algo para comer - falo pegando meu caderninho e minha caneta pronta para escrever o que o mesmo ia falar.

- ora ora, olha quem eu vejo aqui - o mesmo fala de um Jeito Sinico e logo o olho .

- ah, não - quando eu ia sair para chamar outra pessoa para atender ele, o mesmo me puxa.

- que tipo de atendente e essa? Eu quero reclamar com o gerente.

- então o senhor faça logo seu pedido- o olho sem paciência.

- então tá- o mesmo suspira - eu quero você na minha cama

O olho com raiva e vejo que uma das meninas estavam passando com a bandeja na mão provavelmente para Servir outra mesa pego a bebida que estava com ela e taco no mesmo

-QUE ISSO - o mesmo grita e todos ficam olhando para minha cara.

- TU ME RESPEITA QUE EU VOU RODAR A BAIANA AQUI MESMO E VOU DAR NA SUA CARA - falo irritada.

- VOCE TA DOIDA GAROTA, ALGUEM CHAMA O GERENTE DESSA POHA -  O mesmo Fala irritado levantando e batendo a mão na mesa.

- E BOM MESMO CHAMAR O GERENTE QUE HOJE EU DAQUI VOCE NÃO SAI VIVO- eu Grito perdendo a noção e o mesmo vem até a mim, assim que ele levanta a mão para me bater o Gerente aparece e entra em minha frente .

(nessas horas eu me pergunto se ele brotou do inferno )

- o que está acontecendo aqui ? - o gerente pergunta nos olhando sério.

- ela jogou suco na minha cara do nada

- essa cara estava me assediando- falo e o olho com raiva pela cara de pau dele por estar mentindo.

- eu estáva ? só te perguntei quanto era o peito e você do nada começou a dar uma de maluca.

- Ah eu dei uma de maluca, seu desgraç....

- JA CHEGA - sou interrompida pelo gerente gritando-  olha eu te peço mil perdão pela minha funcionária e isso nunca mas irá se repetir.

- Nunca mas mesmo - o mesmo pega suas coisas- nunca mas volto nesse lugar. - assim que ele diz isso vai embora .

o Gerente me olha com uma cara que eu conheço bem qual é, logo ele aponta para a sala dele e vai na frente olho para as pessoas que me encaravam e vou logo atrás dele, assim que entro em sua sala abaixo a cabeça pronta para receber a bronca.

- você está maluca, tem consciência do que você fez ?- o mesmo Diz calmo

- me perdoa chefe mas eu não menti ele realmente
estava me assediando.- falo de cabeça baixa

- ele não teria motivos para fazer isso, da próxima vez que isso acontecer você já sabe, Rua. - o mesmo fala mas grosso eu apenas concordo- agora vai limpar a bagunça que você fez.

saio da sala do mesmo com vontade de dar na cara dele, mas como eu sou uma pessoa civilizada( não sei aonde) sai da sala do mesmo e fui limpar a bagunça que tinha feito.

                                 flash Back off

Depois de um tempo com o mesmo ali acabo desmaiando não sabia o que ele queria nem o que ia fazer comigo só sabia que estaria fudida

                                           [...]

acordo em um quarto com uma baixa iluminação e olho para os lados meio tonta tento me levantar mas vejo que estava presa ouço um barulho e olho para frente

- Quem está aí?

- vejo que a bela adormecida acordou.

O garoto se levanta e anda até a mim lentamente, assim que ele se aproxima vejo que seu olhar era frio e sombrio e logo me lembro do mesmo

- v-voce !  

Notas Finais


Espero que tenham gostado

💋na bunda e até o Próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...