História My reason - Capítulo 57


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook
Visualizações 132
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 57 - Cap 56 - pronto pra morrer


Marcas roxas, um corpo machucado, sentimento de culpa e de perda, um rosto triste. 

Agressão física e psicológica. 

Isso não é normal pra um garoto de 17 anos de idade. Isso não é normal pra ninguém na verdade. É desumano e cruel. 

Jimin estava morrendo aos poucos com tudo isso.

Cadê seu apetite?

Cadê seu bronzeado californiano?

Cadê a bondade das pessoas?

Cadê seu sorriso? Sua vida?

E pra ele, acima de tudo, cadê sua mãe que deveria estar aqui e não está por "sua" causa?

Park Jimin encontrava-se no chão de seu quarto, encolhido e chorando de uma forma desesperada. 

Seus braços estavam vermelhos e até feridos. 

Repetindo pra si mesmo palavras de culpa e tristeza.

 O vento bate na janela e o moreno se assusta. Ele está muito assustado. 

Jimin encontra-se destruído. 

.**.**. .**. .**..** 

- Taehyung! Jungkook! 

- O que foi, Hoseok? perguntava Tae 

- Venham aqui, principalmente você Jungkook 

Os dois se aproximam de Hobi, que estava em uma mesa de computador. 

- Está bem, o que foi? 

- Eu sabia que era possível! Eu sabia! 

o mais velho ria vitorioso 

- O que era possível, Hobi?-  perguntava Taehyung 

- "Era" não, É possível! 

Hobi se vira Taehyung, 

- talvez o Jiminie não tenha falado aquilo que você ouviu 

- Como assim? Era um áudio, como ele não pode ter falado? 

Hoseok olha pra tela do computador e ri. 

- Esse Matt sabe mesmo de computação - diz - Esse áudio pode ter sido editado Kook, não pensou nisso?

- Verdade - afirma Taehyung 

- Esse Matt queria atacar você de alguma forma, mas por quê? 

- Eu mandei ele se afastar do Jimin...-  diz Kook. 

- Então, deve ter sido um dos motivos. Esse garoto tem uma relação estranha com o Jimin, só eu acho isso? - diz Taehyung 

- Acho que todo mundo aqui concorda com você - diz Kook 

- Enfim, ele pode ter editado esse áudio e pode ser possível.

- Ele é muito estranho, Kook - Hoseok diz olhando para a tela do computador 

- Ah, quer saber Kook, você decide em quem quer acreditar - diz Taehyung - No Matt ou no Jimin? 

Jungkook abaixa a cabeça.

**.**. .**. .**..** 

Jimin andava lentamente pelas ruas, parecia um garoto perdido que não tinha noção de onde estava. 

Mas ele sabia onde estava, ele sabia onde estava indo e também sabia exatamente o que ia fazer. 

Ele estava deixando apenas sua mente lhe levar. Observava as marcas roxas em seus braços que eram escondidas por um casaco cinza.

O pôr-do-sol era radiante.

Jimin chega em uma parte alta onde o chão era rochoso, que tinha um fim dando de frente no imenso mar bem embaixo. 

Tinha uma parte distante da praia próximo, daria pra voltar. Daria pra pular apenas por diversão, mas também daria pra pular sem nenhuma intenção de diversão. 

Jimin sentou na beira da parte rochosa

Deixando seus pés calçados com um all star totalmente largados e soltos balançando. 

Ele encarava aquela água que estava distante, via como escura ela era. 

Ele estava pensando em muita coisa naquele momento

Mas uma delas, com certeza era Jungkook. 

"Jungkook, eu te amo" - sussurrou baixinho pra si mesmo. 

"Desculpa mãe" - ri irônico enxugando uma lágrima 

"Essa deve ser a milésima vez que falo isso hoje, não é mesmo? Eu sei, até eu estou enjoado disso." 

Jimin fica na beira daquele lugar, só que em pé. 

O mar estava bem a sua frente. 

Ele pensa várias vezes. 

Pensa e pensa... 

Mas durante o tempo que está pensando, da rua escuta-se um barulho de buzina alta de caminhão.

Jimin se assusta. 

E tropeça, acaba caindo. Quando percebe, já está debaixo das águas. 

Prende a respiração. 

Naquele momento ele pensa 

"Talvez já seja hora de partir" 

Ele fecha os olhos por alguns segundos, só esperando chegar a hora que perderá o fôlego. 

Seu fôlego de fato está indo embora. A respiração está deixando Jimin.

P.O.V JIMIN ON 

Abro meus olhos debaixo d'Água por uns segundos, quando sinto que provavelmente não verei mais nada daqui a pouco. 

Eu talvez não esteja consciente. 

Eu estou vendo algo.

 Parece um anjo. 

Um rosto que mesmo embaçado em minha visão, parece angelical. 

Ele está se aproximando. 

Mais e mais... 

Eu acho que realmente é um anjo. 

Um anjo está vindo me puxar?

P.O.V JIMIN OFF

...


- Jimin! 

Gritava uma voz distante da mente de Jimin. 

- Jimin, por favor acorda! 

Estava mais alta. 

- Acorda! 

Jimin abre os olhos, e logo em seguida tosse água. 

- Park Jimin? 

Kook estava na sua frente, todo molhado.

Jungkook mergulhou e tirou Jimin de lá.

Talvez Jimin não estivesse errado, talvez um anjo de fato tenha salvado ele.

Mas esse anjo não era dos céus, era um anjo da terra.

Na verdade, era o anjo de Jimin. 

- Por que está aqui mesmo depois de ter saído por aquela porta? - dizia Jimin com uma voz baixa e deitado no chão, ainda se recuperando do afogamento. 

- Porque você não está pronto pra morrer, e nem eu pra te perder.




Notas Finais


Bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...