História My Sad Tweets - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Tags Jeongcheol, Jicheol, Jihan, Regyular
Visualizações 82
Palavras 478
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Cross-dresser, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


foi mal a demora ;_;

Capítulo 13 - Thirteen


Fanfic / Fanfiction My Sad Tweets - Capítulo 13 - Thirteen

Já havia se passado sete dias que os Lee's voltaram da viagem. E para a felicidade de todos, Jisoo e Jihoon discutiram em casa e arrumaram outra moradia, bem longe de seus pais preconceituosos. E antes que os desnaturados jogarem o fato de Jisoo ser o tão amado filho perfeito, o mesmo se assumiu homossexual em frente a ambos que xingaram-o de vários nomes ruins. Obviamente ele não se abalou, levando seu irmão para um apartamento provisório.



“Você tem certeza que seu amigo não vai se importar Soo?” O loiro perguntou receoso.

“Óbvio! Seokmin é um ótimo amigo. Mas um péssimo ex.” Riu da própria frase soltando um risinho dos lábios alheios. “E outra, ele tem uma casa melhor, não vai se importar nem se ficarmos dez anos aqui...”

“Que bom...” Sorriu aliviado. “Mas e agora, o que a gente faz?” Fez expressão de dúvida.

“Recomeçamos uma vida melhor.” 

“Ah.” Sorriu pensando na sua futura vida, logo lembrou-se de algo. “Soo, você precisa colocar rápido internet nessa joça!” Gritou chacoalhando os ombros do irmão mais velho.

“Já te falei que ninguém nunca ficou aqui no último andar e o fio de rede não chega, Seokmin disse que vai chamar o cara da informática pra arrumar, mas só depois de amanhã.” Explicou gesticulando pela décima vez nesses últimos dias.

“Eu não vou aguentar ficar sem o twitter!” Retrucou pousando as mãos sobre o rosto.

Jisoo riu soprado e negou com a cabeça. “É só uma rede social.” 

“Mas é que... É mais que isso pra mim.” Falou pausando, todo envergonhado.

“Mais que isso? Hum, isso me cheira a namoro virtual.” Semicerrou os olhos desconfiado.

“Não é virtual! Eu conheço ele pessoalmente e nós já até...” Hesitou. “Namoramos escondidos em casa.” Finalizou sorrindo amarelo.

“Que!” O mais velho puxou uma cadeira de um lugar indefinido sentando-se logo em seguida realmente interessado no assunto. “Me conte tudo.”

“Ah...” Jihoon suspirou. “Como começar? Bem, ele cuida de mim sabe, me aceita do meu jeitinho e tudo nele é lindo, o rosto, o corpo. E tem o jeito que ele me trata com cuidado e me toca delicadamente, as duas coisas são muito boas.” Fitou o teto abobado.

Jisoo sorriu feliz pelo irmão. “Bom, então tome.” Retirou sua carteira do bolso e pôs vinte reais na mão do menor. “Tem uma LanHouse no fim da rua, vai falar com seu namorado vai.

O loiro pegou o dinheiro agradecido. “Tem certeza?” Indagou ameaçando devolver as notas.

“Sem sombra de dúvidas! Você é meu irmão e eu te amo, só vai ter que fazer uma coisinha depois por mim.” Mostrou os dentes maliciosamente.

“O que?” Perguntou se afastando pela cara travessa do maior.

“Quero que conheça o meu namorado, amanhã ele vem aqui.”

Jihoon sentiu-se relaxado. “Tudo bem, me fala sobre ele igual eu falei do meu...” Sorriu animadinho.

“Depois eu te conto, vai logo antes que a LanHouse feche!” Levantou empurrando o pequeno para a sala.

“Leva um casaco!” Gritou do quarto orgulhoso.


Notas Finais


até o próximo(reta final chegandors)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...