História My Sasaeng - Min Yoongi -- - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Bts, Hentai, Romance
Visualizações 23
Palavras 1.648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello meus Tteoks 💓💓
Depois de semanas eu voltei inspirada, obrigado a quem me ajudou e favoritou a fic, comentou etc. Fico feliz com isso ^-^

Boa leitura.
✋💓

Capítulo 4 - Aproximação repentina


Fanfic / Fanfiction My Sasaeng - Min Yoongi -- - Capítulo 4 - Aproximação repentina

    



     "Tente se acalmar"



Foi só isso que saiu da boca dela, eu estava nervosa andava de um lado pro outro, ja tinha perdido a conta de quantos copos de água bebi.


Estava no consultório da doutora, tinha explicado tudo o que aconteceu, e ela apenas me pediu para ficar calma. Só isso, eu estava enlouquecendo e ela me mediu pra ficar calma! Acho que até ela se surpreendeu com a atitude do garoto. Ela cancelou três seções apenas para conversarmos, quando fui saindo do consultório uma carro parou em minha frente, quando abaixou o vidro vi o Alex sorrindo para mim.


O garoto perguntou se eu queria passar a tarde com ele e com o Kwian, disse que queria me conhecer melhor. E eu,  claro, aceitei. No dia da "festa" ele foi o que mas conversou comigo. E achei fofo da sua parte me convidar.


Quando chegamos em sua casa, quer dizer mansão, parecia mas um castelo de tão grande. Na garagem estava estacionado sete carros, e três motos achei isso um exagero, mas pessoas ricas sempre tem que esbanjar seu dinheiro. Bem em frente a sua mansão tinha uma enorme piscina e dentro dela três bóias. Quando entramos na casa, minha boca se abriu em um perfeito O, e nossa! era muito bonita.


Quem dera ter todo esse dinheiro.


Ele pediu pra empregada fazer uns lanches, enquanto nos acomodavamos em seu quarto para jogar vídeo game. Nesse momento o Kwian já estava junto com a gente ele aproveitou e subiu com os lanches. Sempre perdia, no vídeo game, também nunca tinha jogado isso antes. Eles riram de mim várias vezes do meu fracasso, e eu sempre ria junto, depois eles fizeram a pergunta que eu temia. 

__ S/n, você estuda na melhor universidade de Seul, por que trabalha naquele lugar? Por acaso seus pais cortaram sua mesada? - O Alex foi o primeiro a pergunta, e o Kwian concordou com sua pergunta.


__ Não. - respondi insegura. Sai do chão em que estávamos sentados e sentei na cama, eles me olharam e fizeram o mesmo.


__ Então, porque trabalha lá? - dessa vez foi o Kwian que perguntou.

__ Eu... ganhei uma bolsa de estudos. Por isso tenho que estudar bastante para manter a bolsa. - Olhei para o chão envergonhada. Dizer isso, dizer que não tem nada, que sou pobre logo para gente que tem de tudo é constrangedor.

__  Ah entendo! - ele riu.- por isso, é claro! Pensei que você estivesse precisando de dinheiro, por isso a do Trabalho! - respondeu o Kwian.


__ Como assim? Vocês não vão falar nada? - indaguei.


__ Falar o que? - Ele olhou pra mim confuso, depois levantou a sobrancelha como se estivesse entendido oque eu queria dizer.- Olha S/n, nem sempre os Ricos tem preconceito com os pobres, eu pelo menos já fui um, mas graças ao meu Hyung não sou mas. É  normal ficar assim, te entendo, mas a gente te admira, não é a toa que te chamamos pra passar um tempo aqui. 

__ Não temos problema com isso S/n...- O Alex passou as mãos em meus cabelos o bagunçado. Depois Rimos.

__ Obrigado pessoal por me entender. E por me aceitar. - Apertei o console que estava em minhas mãos. Viramos nossos rostos ao mesmo tempo quando a porta se abriu, era o irmão de Kwian, sim o Yoongi. Tinha esquecido desse fato. 


       Droga.


Ele entrou mesmo sem permissão, andou até a gaveta do criado mudo do quarto e a abriu, parecia procurar por algo, eu lhe encarei, a todo momento, ele nem sequer me olhou, apenas sorriu quando saiu do quarto. Meu coração estava a mil. Rapidamente me lembrei do que tinha acontecido entre eu e ele naquela festa, e corei violentamente.  Os meninos nem perceberam, voltaram a jogar tranquilamente.


E assim passaram - se uma hora e meia, já cansada de ver eles jogar e comer, até mesmo falar coisas que nem entendia. Resolvi explorar a casa. E teria todo cuidado para não me esbarrar com um certo Branquelo.

Realmente a casa era muito grande, toda branca cheia de janelas com cortinas, parecia exótica, bonita e o lugar que todos queriam ter.. ou estar. Tinha muitas portas, todas iguais, e eu já estava perdida. Foi quando do nada, uma porta abriu, eu fui puxada pra dentro, era o Yoongi vi seu rosto maléfico na hora, ele me jogou na cama e na hora escutei  um Clik. O garoto tinha fechado a porta.

O mesmo estava desabotoando a camisa, olhei bem para seu rosto ainda assustada, ele ficou em silêncio, Depois tirou a camisa e jogou em minha direção, o pano caiu em meu colo. Yoongi  Pegou duas camisetas e segurou em minha frente.

__ O que vai fazer? - Minha voz tinha saido trêmula, e meu coração estava em disparada.

__ Qual ficaria Boa em mim? - perguntou colocando a camisa em frente a seu corpo, depois tirando e colocando a outra. Era uma branca e a outra florida.


 Era sério isso? Ele fez todo esse drama apenas para escolher uma camiseta? Ele ainda pra mim estava estranho, não estendia a sua aproximação repentina.


Apontei para a camisa florida, disse que combinaria com seu rosto, ele afirmou dizendo que também escolheria essa. Por fim vestiu. Ele foi fazer a mesma coisa com a bermuda, mas eu tentei lhe impedir.


 Foi em vão.



__ O que vai fazer? Vai tirar isso também? - Estava totalmente corada e era visível o nervosismo em meu rosto.

__ Claro ué? - foi só isso que ele falou, depois tirou sua bermuda ficando apenas com a box, não vi a cor, não vi seu rosto, não vi nada. Tinha fechado os olhos e me virado para o lado. Depois escutei ele falar para eu olhar se ficou bom, assim fiz, o mesmo já estava completamente vestido.

Ele tinha acertado na roupa, estava realmente bonito.

__ Por que está se arrumando tanto? - ousei perguntar. sorriu e falou.

__ Um encontro. - Na hora eu murchei, nem sabia o por que, mas era como ter sido traída, nossa eu me iludi a esse ponto? Que ridículo, não ele, e sim eu.

Eu tinha que ser forte, tinha que me afastar dele, se isso não acontecesse eu era capaz de voltar a ser sua sasaeng. Me recompus a sua frente, e pedi licença, perguntou para onde eu iria e eu disse que ia procurar o seu primo. Tentei abrir a porta mas ela estava trancada.


        Agora essa


Olhei calmamente  para trás  vi ele sorrindo e ajeitando sua camisete, pedi para a porta abrir mas ele  se manteve calado. Pedi, insisti e implorei para que abrisse e todas foram negadas.


__ Você não cansa não? - me sentei na cama cansada  depois de ter insistido.


__ Não. - Era como o Taehyung dizia, Yoongi sabia responder não e sim, calmamente e friamente. Dava até arrepios. O mesmo se aproximou da cama e me  forçou a deitar, colocou seus braços entre meu corpo e me olhou, ele parecia que via minha alma, não... ele via minha alma. - Aish, Por que  tão linda.... - sua voz saiu rouca e baixa, mas alta para que eu pudesse ouvir, ele se aproximou do meu rosto cada vez fez mais. E mais...

Mais...

Mais ...

Mais...

Mais...


Eu estava paralisada. Até que um barulho vindo da porta nos fez despertamos, ele rapidamente saiu de cima de mim e eu finalmente pude respirar, meu rosto estava tão quente, meu coração se pudesse sairia do lugar. Quem estava na porta era o Kwian. Ele me procurava. Quando o Yoongi abriu a porta o garoto estranhou, mas do jeito que era deixou o assunto de lado. Quando disse que estava na hora de ir, ele pareceu não ter gostado muito, mesmo eu dizendo que nos veríamos na faculdade, mas entendeu.


Hoje o meu chefe tinha me dado uma folga por ontem ter sido cansativo. Estava livre esse fim de tarde, aproveitei da melhor maneira, dormindo como uma pedra.


Como tinha ganhado uma bolsa de estudos, os professores exigiam muito de mim. Onde me viam eu estava estudando, acho que era por isso que não tinha conversado com ninguém, não tive a chance de fazer amizades, mas não importava Por que, depois daquela festa o Alex e o Kwian não saiam do meu pé.




                      [...




Hoje o dia estava muito corrido, tinha tanta gente que até  pra atender eu ficava perdida. Cheguei  a derrubar uma bandeja cheia de tortas, e por sorte não aconteceu nada. Estava servindo as pessoas quando o Josh apareceu me dizendo que tinha uma pessoa para servi - la,  não era uma simples pessoa e sim um Ídol. Ele disse que o cara estava em uma sala afastada das outras, era uma sala especial, onde só existia uma mesa. Ele era privada e isolada das outras.

Era engraçado que aqui tinha de tudo, ficava até com medo de descobrir o que não deveria.


O local era todo coberto por cortinas meias avermelhadas e meias pretas, era meio escuro apenas as velas que lhe iluminavam. Eu não via... Não via o cara que eu deveria servir. Fui reclamar com o Josh a respeito disso, mas fui puxada para não sair do pequeno e isolado local. Mania desse povo de me puxar, já estava cansa disso.

Fui posta em cima da mesa, e a pessoa que fez isso ficou entre minhas pernas e segurou em minha coxa. A pessoa que descobrir ser o meu pior pesadelo. Será que,  até aqui o Yoongi não me deixava em paz?  Nós tínhamos invertido os papéis?  O que ele queira de mim? Só poderia ser castigo. Sim, Eu estava pagando por todos os meus pecados.




          Que Babaca! 




         Perai,  o que? 


Como assim? Aquele amor que eu sentia por ele tinha virado ódio? O que está acontecendo comigo... O que estar acontecendo com você S/n!


__ Você de novo? O que quer agora? - perguntei lhe empurrando para que se afastasse.



__ Quero terminar o que começamos no meu quarto.





Notas Finais


Mano o Yoongi é muito safado (~*~)

Ele ainda vai aprontar muito *-*

Comentem o que achou, e o que vocês fariam se estivessem no lugar da nossa sortuda S/n.
Beijos e até amanhã Tteoks ~*~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...