1. Spirit Fanfics >
  2. My Second Heartbeat >
  3. Just Tonight

História My Second Heartbeat - Capítulo 27


Escrita por:


Capítulo 27 - Just Tonight


Fanfic / Fanfiction My Second Heartbeat - Capítulo 27 - Just Tonight

_ Você não se lembra? - Ele perguntou rindo e eu ainda o encarava sem entender nada.

_ Não. - Disse em um tom de pergunta e ele se endireitou na cadeira.

_ Claro que não. - Olhou pra baixo. - Eu tava só brincando, foi bem legal ver essa sua cara de desesperada.

_ Que brincadeira engraçada. - Forcei um riso e ele revirou os olhos. - Foi você que quase me beijou naquele mesmo dia. - Ele me olhou com a boca aberta e as sobrancelhas levantadas.

_ Não me lembro disso. - Eu ri alto.

_ Seu cínico. - Bati em seu ombro.

_ Eu só estava tentando ser legal com a visita. - Empurrou minha mão rindo.

_ Sei Brian. - Me levantei e o encarei bem de perto. - Sei. - Enfatizei a última palavra e ele balançou a cabeça rindo. Fui andando por ali, até encontrar os meninos jogando como sempre, e a Val do lado, mexendo no seu telefone. - Você não costumava ficar tão viciada assim no telefone. - Cutuquei no braço dela.

_ Você não vai acreditar. - Ela sorriu. - A Michelle me disse que viu fotos dos meninos na internet, e até alguns vídeos, e parece que estão bombando.

_ Fala sério? - A olhei impressionada e ela balançou a cabeça forte "dizendo" que sim. - Eles já sabem disso?

_ Eles sim. - Apontou pros meninos, que não pararam de sorrir enquanto jogavam.

_ Sabem de quê? - Brian passou o braço em volta do pescoço da Val.

_ Vocês estão famosos! - Ela deu um gritinho, e contou tudo pra ele.

_ Aquelas gatas ajudaram a gente.. - Passou a mão no queixo sorrindo. - Eu devia ligar pra elas.

_ Tá bom, seu ingrato. - Ela fez cara feia e tirou o braço dele do seu ombro.

_ Tô brincando, você sabe. - A abraçou a força e deu um beijo na bochecha dela.

_ Guarda pra Taylor, Gates. - Ela limpou o rosto pra irritar ele.

_ Tem pra todo mundo. - Ele olhou pra mim. - Quer?

_ Não, obrigada. - Sorri e ele voltou a irritar da Val.

...

_ Val, vem aqui. - A puxei pra longe dos meninos, que agora estavam na mesa. - Eu preciso te contar uma coisa, ou te perguntar sei lá.

_ Oque é? - Ela me olhava curiosa.

_ Eu sei que você vai me encher o saco eternamente, mas eu preciso saber.

_ Anda logo Amy!

_ Bom, o Brian disse que no dia da festa na casa dele, eu tentei beijar ele. - Ela arregalou os olhos e eu me arrependi de ter contado aquilo.

_ Como é? - Ela estava rindo, e colocou as mãos nos meus braços.

_ Ai Val, esquece. - Revirei os olhos e fui andando de volta pra mesa.

_ Ei, espera. - Ela me puxou de volta. - Eu não disse nada. - Deu de ombros. - O que você quer que eu diga?

_ Me dá uma luz, sei lá. - Apertei os lábios. - Você viu a gente, agindo estranho?

_ Defina estranho. - Colocou a mão no queixo.

_ Sei lá, mais próximos do que o normal.. Você entendeu.

_ Sim, só queria ver você se torturando com isso.. - Riu e colocou a mão na boca. - E não, eu não vi, só o mesmo de sempre, vocês são grudados, sempre foram. Tirando o fato de que você esteve a tarde toda na casa dele, então não sei oque aconteceu nesse período.

_ Não aconteceu nada. - Coloquei a mão na testa. - Kenna é minha cúmplice.

_ Tá certo.. - Ela suspirou. - Mas então, você ficou o tempo todo do meu lado na festa, a não ser na hora de ir dormir. - Arregalei os olhos. - Booyah.

_ Não. - Eu ri. - A gente só conversou, e ele me ajudou a arrumar as coisas pra dormir. - Resolvi omitir a parte em que quase morri na frente dele.

_ Ok.. Então realmente não acho que tenha acontecido nada, o Brian não faz o tipo que recusa beijar alguém.

_ Tem razão. - Cocei a cabeça.

_ Ele só deve ter feito isso pra te irritar mesmo, sei lá, está bêbado.

_ Foi exatamente o que ele disse.

_ Já que desvendou esse mistério, não quer beber mesmo? Pra comemorar que não beijou o Brian? - Sacodiu meus braços.

_ Acho melhor não mesmo, se não eu não paro. - Nós rimos.

_ Até parece.

_ Para de querer me levar pro mal caminho, estou dirigindo hoje.

_ Tá bom. - Levantou as mãos. - Eu já estou afim de ir embora na verdade, vamos continuar a comemoração na casa do Matt?

_ Vocês não dormem nunca? - Ela riu e tombou a cabeça. - Não né?

_ Bem pouco. - Levantou as mãos. - Tô brincando.

_ Mas e a família do Matt?

_ Os pais dele ficam boa parte do tempo na casa dos avós, não me pergunte o porquê, e a irmã dele é jogadora de basquete, então ela mora fora.

_ Eu nem sabia que ele tinha uma irmã. - Franzi a testa e ela riu.

_ E ela se chama Amy, você precisa conhecer, ela é muito legal.

_ Mas ela é jogadora de basquete, então que o nome é a única coisa que temos parecido. Não é possível que eu vou ser pra sempre a anã do grupo. - Ela riu alto.

_ Nós somos quase do mesmo tamanho, ok?

_ Tá bom. - Cruzei os braços rindo. - Então ele praticamente mora sozinho?

_ É, praticamente. - Balançou as mãos fazendo sinal de "mais ou menos". Ela me puxou de volta pra perto da mesa. - Oque acham de levar a festa pra casa do Matt? - Val sorriu olhando pra todos.

_ A gente estava pensando exatamente nisso. - Johnny deu de ombros. - Já até chamamos as pessoas?

_ Então oque ainda estamos fazendo aqui? - Perguntei confusa.

_ Já estamos indo, apressada. - Jimmy me abraçou, e eles vieram atrás de nós em seguida.

...

_ Mas oque é isso? - Perguntei rindo quando estacionei na porta do Matt, estava cheio de gente na grama, provavelmente esperando ele chegar. - Esse povo é rápido.

_ Vamos logo! - Val disse saindo do carro correndo.

Peguei minhas coisas no carro e entrei na casa. Não sei como, parece que as pessoas já tinham se multiplicado e aquilo ali já estava a todo vapor. A casa do Matt só tinha um andar, mas era bem grande. Fui até o quarto dele, e liguei pro Dylan, perguntando se ele iria na festa e ele disse que sim. Pedi que ele avisasse que eu também estava ali, e desliguei a ligação. Eu conseguia ouvir a música abafada ali do quarto, e isso era quase que uma paz, não estar no meio de toda aquela bagunça.

Me sentei na cama e só fiquei escutando aquilo, antes de voltar pra lá. Estava olhando pro teto, sentindo o cheiro bom que exalava da cama do Matt, até um casal abrir a porta e me dar um puta susto. Eles estavam se beijando, abriram e fecharam a porta sem parar, e nem me notaram ali. Me levantei e cruzei os braços, esperando ser vista. Quando eles finalmente me viram, ficaram me olhando com a testa franzida, sem dizer uma palavra.

_ O que estão fazendo? - Perguntei e eles estavam assustados. - Caiam fora! - Gritei e apontei pra porta, e eles saíram dali correndo, que povo estranho.

Revirei os olhos e voltei pra festa, procurando meus amigos por ali. Rodei por toda a casa, e só fui achá-los lá fora.

_ Olá. - Sorri quando cheguei perto deles.

_ Oque estava fazendo? - Matt perguntou.

_ Impedindo pessoas de transarem no seu quarto. - Dei de ombros e ele assentiu rindo. - Cadê o Brian? - Todos apontaram com a cabeça pra perto da piscina, e ele estava lá com a Taylor. - Isso é sério?

_ É. - Zacky tombou a cabeça. - Ninguém sabe como ela veio parar aqui.

_ Deve ser porquê vocês convidaram metade da cidade. - Val reclamou.

_ Vocês disseram que queriam trazer a festa pra cá. - Jimmy disse confuso.

_ Mas com festa eu quis dizer só a gente. - Ela bateu os dedos na testa.

_ Vocês deviam ter explicado antes. - Johnny riu.

_ Hey! - Taylor gritou e todos olharam pra. - Que tal nós brincarmos de eu nunca?

_ Quantos anos você tem? - Zacky disse e nós rimos.

_ Está com medo, Zacky? - Ela se aproximou e ele fechou a cara. - Todo mundo sabe como funciona, quem já tiver feito, bebe um gole. - Algumas pessoas se aproximaram para jogar, e outras ficaram só observando em nossa volta.

_ Quem começa? - Val disse com a sobrancelha levantada.

_ Eu. - Taylor disse sorrindo pra mim. - Eu nunca tentei roubar o namorado da minha amiga. - Algumas pessoas beberam e ela continuou me encarando.

_ Eu nunca traí meu namorado, ou namorada. - Eu disse no mesmo tom, e ela e o Brian beberam. Eles se encararam estranhos e nós rimos disfarçadamente.

_ Eu nunca fugi de casa. - Um garoto do lado do Jimmy disse e quase todos beberam.

_ Eu nunca usei drogas até quase morrer. - Taylor disse sem olhar pra mim, mas com um riso cínico no rosto. Todos se encararam e ninguém bebeu. - Acho que vocês não entenderam a brincadeira, tem gente aqui que não está sendo totalmente honesto. - Brian segurou o braço dela, que riu.

_ Eu nunca fiquei com mais de cinco na mesma noite. - Dei de ombros e o Brian bebeu.

_ Amy, já chega. - Matt disse no meu ouvido.

_ É, esse jogo está bem chato. - Me levantei e Taylor me acompanhou.

_ Está mesmo, você não conta a porra da verdade. - Se aproximou e todo mundo se afastou da gente.

_ Ah, e que tal, eu nunca embebedei um menor, pra poder arrancar os segredos mais podres e acabar com a vida de alguém? - Dessa vez eu me aproximei e os meninos vieram correndo nos separar.

_ Talvez se você não fosse a porra de uma vadia que vive em cima do meu namorado, eu não tivesse feito isso. - Ela gritou e apontou pra mim.

_ Porquê eu iria querer seu namorado? - Eu ri. - Não tenho culpa se ele não consegue segurar o pinto dentro da calça. - Olhei pro Brian e dei de ombros.

_ Já chega, vocês duas estão parecendo crianças. - Brian empurrou o peito da Taylor.

_ Tanto faz. - Revirei os olhos e fui pra dentro da casa.

_ Qual é, Amy? - Brian puxou meu braço. - Estava querendo estragar meu namoro?

_ Eu? Estragar? - Eu ri. - Vocês dois fazem isso por conta própria.

_ Tá bom. - Passou a mão no cabelo. - Isso é ciúme?

_ Porquê eu teria ciúme? - Ri balançando a cabeça.

_ Eu sei lá, me diz você!

_ Eu não tenho oque dizer. - Levantei as mãos. - Não tenho ciúme, principalmente da Taylor!

_ Não tem?

_ Não. - Revirei os olhos.

_ É uma pena. - O olhei sem entender, e em questão de segundos ele me puxou pela cintura e colou seus lábios nos meus.


Notas Finais


Tem mais alguém surtando ou sou só eu???? Aaaaah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...