História My Secret Love (Jikook - Kookmin) - Capítulo 7


Escrita por: e HoneyDoBTS

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Chaelisa, Jensoo, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 170
Palavras 2.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Honey: Estou aqui terminando o capítulo da fanfic. Desculpe pela demora. Meu celular foi consertado e eu estava acostumando a digitar no teclado dele. Então é isso, fiquem com esse capítulo que fiz com todo amor do mundo ❤

Capítulo 7 - Trabalho de Arte


Fanfic / Fanfiction My Secret Love (Jikook - Kookmin) - Capítulo 7 - Trabalho de Arte

POV Park Jimin


O professor estava explicando que o trabalho era em dupla e que teríamos que fazer uma releitura de uma arte que não me importei em decorar seu nome. Odeio Arte e odeio decorar. O mesmo foi interrompido pelo som do sinal, avisando-o que sua aula havia acabado.


-  E como não terão tempo de fazer o trabalho em sala, farão em suas casas. O valor do desenho será de 0 a 10 e quem me entregar um trabalho mal feito darei um 0 sem pensar duas vezes!


O professor organizou o seu material que estava em cima da mesa e retirou-se da sala. Fiquei olhando para a parede e senti o presentimento de estar sendo observado, olhei pra Jungkook e vi que me olhava com intensidade. Rapidamente, olhou para outra coisa e corou, tão fofo! Dei um sorriso de lado e voltei a ter devaneios enquanto observava a mesma parede.


Emmy virou para atrás e ficou me observando.


-  O que você está fazendo? Fica aí olhando para o nada... Está pensando no Kookie?! - disse Emmy animada.


- Nada disso! E-eu não estou pensando nele! - corei fortemente e acabei olhando de relance para Jungkook. Ele estava de cabeça baixa, mas com um sorriso nos lábios e com seu rosto corado.


- Aish! Não vai me dizer que está rejeitando um homão desses?! - Emmy apontou seu dedo indicador em direção a Jeon e o mesmo a olhou com o semblante confuso.


- Aigoo! Não pergunte coisas babacas... - corei mais ainda.


-  Então a resposta é óbvia? Então, é não. Vocês formam um casalzão da porra! #Jikookcasalzãoforever.


-  Jikook? - gostei do nome do shipp. É um nome que demonstra poder e determinação - Gostei...


De repente, a diretora entrou em nossa sala e pronunciou-se.


- Turma, a sala de vocês está dispensada, o professor faltou porque foi embora por estar sentindo uma dor extrema na perna. Arrumem o material silenciosamente e não gritem pelo corredor pelo amor de Deus. - retirou-se da sala e todos começaram a organizar o material.


-  Jimin? V-você quer ir na minha c-casa? Sabe... Para fazer - um filho? Claro que eu vou - o trabalho de Arte. - perguntou Jungkook, observando-me guardar os meus cadernos do Gudetama.


- Claro! - sorri formando um eye smile.


POV Jeon Jungkook


Aish... Aquele maldito sorriso! Observá-lo era a melhor coisa do mundo, suas bochechas coradas eram tão fofas, seus olhos quase fechados quando sorri, seus lábios avermelhados e carnudos. Para mim, Jimin é perfeito.


Levantamos e fomos eu, Jimin e Emmy para fora da sala. O menor parou de andar e olhou para todos os lados, parecia estar procurando algo.


-  Está tudo bem, Jimin? - perguntou Emmy preocupada.


-  Mais ou menos... Taehyung sumiu depois do intervalo, estou preocupado com ele. - seu semblante ficou triste. Jimin começou a andar em passos lentos até o banheiro - Acho que ele está aqui.


Entrou no local e começou a procurar por seu amigo Taehyung. Como eu e minha prima não estávamos ali de enfeites, eu e Emmy ajudamos com a busca. Pude ver que a última cabine estava fechada, então fui até lá e encostei minha cabeça na porta para ouvir. Escutava o som dos soluços de um choro.


- Jimin, acho que ele está aqui. - chamei pelo gato que, rapidamente, veio em minha direção.


-  Quem estiver aí, vá embora! - a voz chorosa de um garoto soou pelo banheiro.


-  Tae, sou eu, o Jimin! Abre a porta! - disse Jimin com a tonalidade um tanto desesperada.


O mesmo abriu a porta e o gato o abraçou. Aish... Por que estou com raiva do Taehyung? Seria... Ciúmes? Tae me encara e limpa as lágrimas.


-  V-você não vai m-me bater, né? - franzi o cenho ao ver ele apontar o dedo indicador em minha direção.


-  O quê? Não! Por que faria isso? - perguntei confuso.


-  Você estava me olhando como se quisesse me matar quando Jimin me abraçou... - olhou para os próprios pés e brincava com os dedos das mãos.


Senti cutucadas no braço e olhei para Emmy que tinha a expressão maliciosa estampada na face. Revirei os olhos e ela começou a rir.


-  Quem é ela, Jimin? - Taehyung se referiu a Emmy.


-  Esta é a Emmy Brown, Emmy este é Kim Taehyung! - os dois sorriram amarelo e olharam para qualquer coisa.


-  Vocês podem nos dar licença? Eu preciso falar com ele em particular... - Jimin olhou para mim e para Emmy com um olhar pidão. Aigoo, quem recusaria algum pedido depois dessa carinha fofa? Assentimos e saímos do banheiro.


Achamos um banco vazio e nos sentamos ali. Minha prima me encarava com um sorriso bobo no rosto.


-  O que foi? - perguntei grosso.


-  Você gosta do Jimin?


- COMO? É-é isso eu não s-sei... - cocei a nuca corado.


- É claro que gosta! Tá estampado na sua testa. Nem acreditei que você ficou com ciúmes do Minnie só porque o Taehyung abraçou ele. - pôs a língua para fora e fez uma careta ao pronunciar o nome do amigo do gato.


- Você odeia o Taehyung né? - perguntei encarando o chão.


-  Odiar é uma palavra muito forte. Eu só acho que ele é um ladrão de amigos! - cruzou os braços e fez um bico fofo.


-  Mas eles viraram melhores amigos antes de lhe conhecerem, então você que é a ladra da história - sorri de lado ao ver sua expressão de deboche contra mim.


-  Nunca mais falo com você!


- Até parece... - olhei para umas garotas que passavam por ali.


Elas eram ridículas, estavam tentando me atrair, mas não conseguiram. Uma fingiu cair e sua saia levantou mostrando sua calcinha. Apenas levantei do banco e saí daquele lugar. Emmy correu e me acompanhou até o bosque.


POV Kim Taehyung


-  Jimin, estou com medo... E se o Hoseok estiver por aqui? E se ele quiser me machucar? - minhas lágrimas começaram a cair de novo.


-  Calma TaeTae... Eu vou estar com você a todo momento, só temos que...


De repente, a porta do banheiro foi brutamente fechada. Eu e Jimin nos entreolhamos e ficamos desesperados, o mesmo me abraçou forte, afundei meu rosto na curva do seu pescoço e fechei meus olhos. O som de passos veio a se aproximar.


 Em um momento, tudo ficou silencioso, só se ouvia o barulho do gotejamento de uma das torneiras do banheiro. O desespero estava presente conosco, a cada instante Jimin me abraçava mais forte.


Fui bruscamente puxado dos braços de Minnie e jogado para uma parede próxima. Infelizmente, bati a cabeça e acabei ficando inconsciente. Apenas ouvi os gritos agudos de Park, em pânico.


POV Emmy Brown


Não estava bem... Sentia algo apertando meu peito, uma agonia inexplicável. Em um mesmo instante, eu e Jungkook nos olhamos com a mão direita no peito. Saímos correndo em direção ao banheiro onde Jimin e Taehyung estavam, mas nos deparamos a uma porta trancada. Virei para trás e vi Jungkook com um olhar de rancor nos olhos. O mesmo chutou a porta e ela se abriu.


Um garoto vestido de preto segurava Jimin pelo pescoço e o ameaçava com um canivete acima de onde estava sua mão. Lágrimas escorriam consequentemente pelo o rosto gato. Jungkook, sem pensar duas vezes antes de agir, agarrou o moreno pelos cabelos e puxou, o mesmo enfiou o canivete no braço esquerdo do coelho e gemeu de dor. Aproximei-me e dei um chute na barriga do anônimo, que caiu ao lado de Taehyung, desacordado.


Eu e Jimin ligamos para a polícia e chamamos uma ambulância. Taehyung foi levado para o hospital e o desconhecido foi levado pela polícia. Jimin estava bem, porém, tremendo e com medo. Jungkook não foi ao hospital, suturou e pôs um corativo no braço por um dos enfermeiros que estava na ambulância.


Fomos para "nossa" casa após ter tido uma conversa com a diretora. Ela só havia nos falado que agentes da força tática ficariam ao redor da escola, vigiando. Ao chegar na residência, fomos atendidos pela Jungsoo, minha tia.


-  Aí meu Deus! Vocês estão bem? JUNGKOOK SEU BRAÇO!!! - estava desesperada, só faltava desmaiar alí mesmo.


-  Calma Omma! Eu estou bem... Aliás, nós estamos bem - disse Jungkook, na falha de tentar acalmar sua Omma.


-  Entrem e sentem-se no sofá... Você é o Park Jimin, certo? - entramos na casa e Jimin assentiu - Okay... A diretora me ligou dizendo o que aconteceu. Quem vai me explicar tudinho? Hum? - Jimin ergueu o braço e o abaixou lentamente.


-  Meu amigo Kim Taehyung está com... certos problemas. O "namorado" dele estava proibindo-o de ficar perto de mim...


E assim foi, Jimin explicou tudo e nós três ficamos boquiabertos. Agora eu entendo por que era tão pessoal.


-  Que tal esquecermos um pouco disso e irmos almoçar? Jimin, sinta-se em casa.


Fomos para a cozinha e ajudamos a fazer o almoço. Arrumamos a mesa e sentamos para comer. Jimin sentou ao lado do Jungkook e do outro lado sentou eu e a Imo(tia). Observei bem o comportamento dos dois, pareciam estar desconfortáveis. Deixei isso de lado e comecei a me servir.


Após almoçar-mos, limpamos a cozinha. Jiminnie lavou a louça, Jungkookie limpou o fogão, eu arrumei a mesa e a Jungsoo varreu o chão.


-  Nós vamos fazer o trabalho da escola, você vem Emmy? - perguntou Jungkook.


-   Sim! - acompanhei-os até o quarto enorme do Kookie.


POV Park Jimin


A casa do Jeon era bem grande, seu quarto era imenso. Haviam duas pratileiras com livros, aproximei-me dos mesmos e observei. Jungkook tinha gosto para literatura medieval.


-  Gostou dos livros? - perguntou Jungkook, assustando-me um pouco por aparecer de repente ali.


-  B-bom, vi que você gosta de livros sobre a Idade Média... - respondi.


-  Sim, não gosto de romance. Na verdade, não sou fanático por livros e não costumo ler... Às vezes, demoro meses para terminar um livro! - eu nem havia prestado a atenção em sua fala, só observei o movimento dos seus lábios avermelhados - Jimin? Você está aí?


Balancei a cabeça e olhei para outra coisa, senti minhas bochechas arderem e senti-me um pouco atrapalhado.


-  Vamos fazer o trabalho? - perguntei mudando de assunto.


O maior não disse nada, apenas assentiu positivo e seguiu até uma das cadeiras da sua escrivaninha. Percebi que a Emmy não estava mais lá, talvez tinha ido ao banheiro. Sentei na cadeira ao lado de Jungkook e o mesmo estava separando as materiais necessários.


-  O que temos que fazer? - perguntei confuso ao ver Kookie cortar uma folha ao meio e me entregar um lápis.


-  Sério mesmo isso? - olhou-me irritado - Temos que fazer uma releitura da obra de um dos artistas que estavam na apostila.


Assenti com a cabeça e levantei-me da cadeira, fui até minha mochila e peguei minha apostila toda amassada. Voltei ao meu lugar e folheei as páginas até encontrar as figuras das obras.


-  Farei está daqui - apontei para a figura 2 - Você fará a figura 1 certo? - foto do capítulo. O mesmo não disse nada, apenas pegou um lápis e começou a copiar a obra.


Começamos a desenhar, Jungkook estava bem concentrado. Achei que estava louco quando percebi que a touca do mesmo estava se movimentando, aproximei-me para comprovar, mas Jungkook me olhou assustado e afastou-se. Aproximei mais e mais, mas o maior se afastava mais ainda, até caírmos no chão e eu sentar em seu colo.


-  Como está indo o tra... - Emmy entrou no quarto e deparou-se com a cena -  É... Eu já volto. - saiu do cômodo com um sorriso malicioso nos lábios e o rosto corado.


Eu estava em choque não conseguia sair do colo de Jungkookie. Fiquei desesperado ao sentir algo roçar minhas nádegas. Rebolei um pouco para tentar descobrir o que era, mas parecia que aquilo estava aumentando de tamanho. O mesmo me olhou com desespero e tirou-me de cima de si, depois saiu correndo do cômodo, deixando a curiosidade manifestar meu corpo.


Levantei-me do chão e sentei na cama macia e enorme do quarto. Imaginei eu e o Kookie deitadinhos aqui, porque é tão errado pensar nisso?


POV Jeon Jungkook


Acabei esbarrando em Emmy e ela olhou justo para meu membro duro. Coloquei as mãos por cima e corei.


 *risos* Parece que o clima estava bom, hein?


-  Aish! - corri e tranquei-me no banheiro.


Notas Finais


Se importa de ler minha "nova" fanfic V-Hope? Se não, LEIA! É MUITO MÁGICA (*-*).

Se gosta de híbridos, magia, sobrenatural, animais fofinhos e tretas você irá gostar. Eu só postei o primeiro capítulo, mas para continuar preciso de q vcs colaborem e ajudem-me! 😻

https://www.spiritfanfiction.com/historia/amor-ou-amizade-12210558

Espero que tenham gostado do capítulo, comentem o que acharam e eu amo vocês!

Beijos minhas estrelinhas! 💫


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...