História My Secretary - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bryce Dallas Howard, Caitlin Beadles, Justin Bieber, Lily Collins, Nina Dobrev
Personagens Caitlin Beadles, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Lily Collins, Shawn Mendes
Tags Chaz Somers, Chris Beadles, Harry Styles, One Fire Bieber, Ryan Butler, Secretária
Visualizações 102
Palavras 3.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá babys?😀
Trouxe mais um cap pra vocês! Espero que gostem😉
Boa leitura!

Capítulo 8 - Miami Part 2


Fanfic / Fanfiction My Secretary - Capítulo 8 - Miami Part 2

Claire Point Of View 

 que descuido de minha parte, como eu fui deixar que isso acontecesse? Meu Deus!, aonde eu estava com a cabeça? 

 Mas eu também não podia dormir com a mesma roupa que cheguei aqui no hotel, fora que tava suja né. Então eu não tive outra escolha a não ser dormir desse jeito. 

 E também eu estava de ressaca, não queria saber de nada naquele momento.

 Deixei esses pesamentos de lado, entrei no banheiro e tomei uma ducha bem rapidinha, e assim que terminei o meu banho, entrei no closet e me arrumei, como na minha mala não tinha o meu uniforme, tive que inovar.

 Peguei uma calça justa social de cor preta, uma regata de cor branca e um blazer social na cor preta. Coloquei uma incharpe de cor preta e um salto alto também na mesma cor.

 Arrumei meu cabelo, os-deixando solto mesmo e pus um baton vermelho vivo acompanhado de uma maquiagem escura. Peguei minha bolsa e saí do quarto, fechando a porta e respirando fundo. 

 Andei até a sala e o som dos meus saltos batendo no chão enquanto me aproximava dele chamou sua atenção, fazendo ele me encarar sem tirar os seus olhos do meu corpo, e logo depois me encarou nos olhos fixamente, me fazendo corar. 

 - Então...já estou pronta - desviei meu olhar do seu. Vi o mesmo se levantar. Era horrível você ter que falar com a pessoa na qual a alguns minutos atrás te viu seminua. Era constrangedor. 

 - Então vamos - falou calmamente enquanto caminhava até a porta e eu apenas o-seguia pra fora do meu hotel.

 Tranquei a porta e depois caminhamos pelo corredor, até entrarmos no elevador, vendo as portas se fecharem em seguida, causando um silêncio irritante. 

 Eu mal conseguia olhar na cara dele, e ele me parecia estar na mesma situação que eu mas ele tentava ser discreto, não deve ser nada fácil pra ele também.

 Assim que as portas se abriram, fomos caminhando pelo térreo do hotel e eu log avistei o Porsche que havia me trazido para o hotel. Bieber entrou nele e eu fiz o mesmo, ficando no banco de trás. 

Ainda me recusava a encarar seu rosto, era como se faltasse forças para eu fazer isso. Quando o carro já estava na estrada, meu celular começou a tocar escandalosamente. 

 Suspirei ao ver o nome da pessoa na tela do meu celular e logo então atendi. 

 - Cadê você Claire?!! Eu procurei o você pela festa toda!, tinha esquecido o meu celular no silencioso, então só vi sua mensagem agora, aliás eu estava ocupada - suspirei mais uma vez - mas mesmo assim eu pensei em você.

 - Olha...desculpa Laura, me desculpa mesmo, eu tive que sair de última hora, eu sei que você queria passar esse tempo todo comigo, aliás com quem você passou esse tempo que eu estive fora? - franzi a testa.

 - Com um cara qualquer, estava a fim de esquecer o Benny - escutei um suspiro pesado vindo dela. 

 - Fico feliz, só assim você não fica sofrendo por ele, não deixe que ele tire o seu sono e as suas oportunidades de se divertir - afirmei. 

 - Ok, tudo bem, mas...me diz uma coisa Claire...o Sr.Bieber te tirou da festa mesmo? - encarei Bieber pelo "espelhinho" do carro e o mesmo me encarou - Claire?, ainda está me ouvindo? - saí do transe. 

 - S-sim - desviei o meu olhar do seu - é verdade sim, agora estou em Miami, mas quem te falou isso? - perguntei confusa. 

 - Paparazzo Claire - afirmou como se fosse óbvio - foto de vocês dois estão no jornal - arregalei os meus olhos.

 - Como?? - olhei pro Bieber novamente ainda com a cara de assustada e ele me questionou com o olhar - mas...oque eles disseram no título da matéria? - tentei manter a calma. 

 - "Dono da empresa mais famosa da América do Norte; é visto em boate com uma garota, que na verdade é a sua secretária" - entre abri a boca - eles acham que vocês podem ter algo, eles desconfiam de vocês! - afirmou. 

 - Meu Deus, é por isso que eu odeio paparazzis - bufei irritada - Não tem como tirar isso da mídia? 

 - Conversa com o Sr.Bieber, só ele pode tirar isso - assenti e fechei os olhos. 

 - Tudo bem, deixa que eu falo com ele - abri os olhos levemente.

 - Tchau Claire, tenho que voltar para Nova Iorque - baixei o olhar.

 - Eu sinto muito Laura - imediatamente ela desligou na minha cara. 

 Eu entendo ela estar com raiva de mim, ela queria que esse dia fosse especial não só pra ela mas pra mim também. mas agora eu tinha outro problema, que tinha que ser resolvido agora mesmo.

 - Aconteceu alguma coisa? - perguntou assim que eu ia lhe contar.

 - Sim, e o problema eu creio que você já está ciente do que seja - assentiu.

 - deixa eu adivinhar,...é sobre a minha ida a boate certo? - assenti - paparazzis? - arqueou as sobrancelhas e eu concordei com a cabeça - sabia que estando naquele lugar acabaria com a minha reputação.

 - Desculpa, mas eu não tinha como saber que você iria vir atrás de mim.

 - Você nem deveria estar num lugar como aquele - afirmou e eu rolei os olhos - qual é o tema do jornal dessa vez? - perguntou com um certo tédio na voz.

 - "Dono da empresa mais famosa da América do Norte é visto em boate com uma garota , que na verdade é a sua secretária" - imitei a voz de Laura e ele deu de ombros, fiz o favor de revirar os olhos - você não se sente incomodado com isso? - franzi a testa. 

 - Sim, mas é melhor manter a calma, embora seja um assunto bem sério a ser discutido - rolou os olhos - fica calma, eu vou tirar isso de todos os lugares possíveis - assenti e logo então chegamos em frente à um belo prédio, no qual eu diria ser bem famoso.

 Bieber desceu do carro e eu vi Scott se aproximar de minha porta e abrir a mesma. Saí do carro e segui Bieber.

 Entramos no prédio super chic e refinado, e um mulher bem vestida veio até nós com um sorriso de orelha a orelha.

 - Seja bem vindo Sr.Bieber!, o Sr.Beadles está lhe esperando no quinto andar junto com o Sr.Somers, o Sr.Butler e o Sr.Dallas, que também acabou de chegar - afirmou e Bieber apenas assentiu.

 - Obrigado - dito isso ele saiu e eu acompanhei o mesmo até o elevador e ele me encarou assim que as portas se fecharam - quero que fique quieta, não fale nada, deixe seu celular no silencioso, você só está lá para me acompanhar, nada além disso - assenti - quero que fique com isso - me entregou algums papeis - so me entrege quando eu pedir - assenti novamente e logo as portas se abriram, revelando um imenso corredor no qual eu vi duas pessoas conversando. 

Bieber e eu passamos pelo corredor e o mesmo bateu duas vezes na porta de madeira lisa escura.

 E logo a figura morena de cabelos escuros abriu a porta, encarando eu e Bieber rapidamente nos dando espaço para entrarmos. 

 - Seja bem vindo Sr.Bieber - o castanho falou enquanto o mesmo entrava. 

 - Obrigado - Bieber respondeu seriamente, sem olhar para o homem que apenas deu de ombros, provavelmente já deve estar acostumado com a postura de Bieber.

 Entrei naquele escritório e encarei todos ali, e lá estavam Chris, como era chamado o dono da empresa, Ryan, Chaz e...eu acho que o castanho que abriu a porta era o tal do Sr.Dallas. ele veio até nós e sorriu mostrando os seus belíssimos dentes. 

 - Como vai meu amigo Bieber? - arqueou as sobrancelhas enquanto cruzava os braços. 

 - Muito bem, apenas tentando deixar a empresa equilibrada - sorriu sem mostrar os dentes, oque era bem difícil ver o Sr.Bieber fazer.

 - Tentando, isso mesmo, não vamos desistir assim tão fácil, por isso eu tenho uma proposta - apenas encarava tudo de longe - sócios? - arqueou novamente as sobrancelhas deixando Justin confuso com isso. 

 - Que história é essa? - riu fraco - tenho que ter certeza se é disso mesmo que eu preciso - claro, com Bieber nada era fácil.

 - Sabia que você ia dizer isso, por isso nos reunimos aqui, vamos falar de negócios.

 E lá estava eu, bem entediada, ouvindo eles falarem de demanda, números, aumento e ente outras coisas.  Aproveitei para me sentar no sofá que tinha perto de mim. 

Encarei o Sr.Dallas pois ele estava me encarando há um bom tempo. Ele sorriu pra mim e eu sorri de volta, desviando o meu olhar  do seu e ficando quieta no meu lugar. 

 Nem sei oque eu estou fazendo aqui mas tudo bem, vou esperar. 

 - Claire - escutei a voz de Bieber e então o-encarei - Você está com os papéis dos resultados da pesquisa, então os-traga por favor - abri minha bolsa e tirei os papéis dali, indo até o Sr.Bieber e lhe entregando em mãos - obrigada - dei meia volta e me sentei novamente no sofá. 

Olhando de relance pra eles e vendo novamente o Sr.Dallas encarar. Eu não sabia qual era a dele, mas eu tinha certeza de que não era coisa boa. Ignorei e fiquei mexendo no meu celular, pra passar um pouco as horas.

 bocejei um pouco alto e Bieber me encarou com um olhar de repreensão. Imediatamente fiquei sem jeito e resolvi ficar quieta. 

 Mais alguns minutos se passaram e eu vi todos eles se levantarem.

 - Sócios então? - o Sr.Dallas perguntou com uma das sobrancelhas arqueadas e com o seu braço erguido em direção a Bieber. 

 - Sócios - deram um aperto de mão e eu escutei os garotos comemorarem. Me levantei pegando minha bolsa e esperei Bieber cumprimentar todos eles. 

 - Da próxima vez traz a Caitlin, Justin, a reunião ficaria mais completa - Chris afirmou e Justin apenas assentiu enquanto Ryan e Chaz o-seguiam.

 - Vamos embora Claire - afirmou e eu apenas assenti me juntando a eles e saindo da sala do Sr.Dallas. Caminhamos pelo corredor e entramos no elevador. 

 Chaz e Ryan conversavam alegremente, falando de coisas aleatórias e Bieber as vezes concordava com as suas palhaçadas, as vezes ria com eles quando ouvia algo engraçado.  

Assim que as portas se abriram, nós fomos caminhando pelo térreo até chegar perto de dois carros. O Porsche de Bieber e a Nissan dos garotos.

 - Então Bieber, para recompensar esse dia, amanhã vai ter uma festa na casa de praia do Cameron Dallas, ele vai dar uma festa para apenas os mais intimus, ou seja, lá vão estar várias celebridades como Kendall Jenner, Bruno Mars, Maluma e Dj Khaled - afirmou e eu arregalei os olhos - Você vai ne Bieber? - encarei Bieber com esperanças nos olhos.

 - Não - disse seco e curto, olhando para os garotos. 

 - Justin, vai ser bem legal, só assim você tira um pouco dessa tua cara chata - Chaz disse, fazendo Ryan rir - fora que você vai ficar mais popular. 

- Foda-se, eu não vou - deu de ombros. 

 -  Claire faz alguma coisa - Ryan me fitou.

 - Eu...- Justin me cortou.

 - Se você disser algo, está despedida - me mantive imóvel e logo então bufei.

 - A propósito, leva a Claire também - Chaz falou dando um meio sorriso. 

 - Mas ela nem é tão famosa assim, ela não é uma celebridade - ele tinha razão.

 - A partir do momento em que ela virou tua secretária, ela também se tornou uma celebridade - Ryan afirmou enquanto arqueava as sobrancelhas, deixando Justin sem saída alguma.

 - Ok, tudo bem, eu levo ela - sorri animada - aliás, Scott vai leva-la - assenti - tenho muito oque fazer, aliás, ainda tenho que conversar seriamente com a mídia, ela novamente me difamou - revirou os olhos entediado.

 - Beleza Drew, nos vemos amanhã então - os dois foram se afastando e entrando no carro deles, enquanto eu e Justin entramos no seu Porsche. O mesmo arrancou com tudo, saindo rapidamente dali. 

 - Ok, eu deixei você ir para a festa, mas...- revirei os olhos já esperando oque estava por vir - quero que você fique quieta, não beba e não chame atenção, seja discreta e esteja sempre no lugar mais reservado - afirmou seriamente enquanto me olhava algumas vezes. Apenas assentia tudo oque ele falava e prestava bem atenção nele. 

 - Tudo bem, vou me comportar, tenho certeza de que não vou lhe trazer problema algum - afirmei e ele apenas assentiu um pouco receoso. Eu até entendo essa sua dúvida, logo depois daquele acontecimento na boate - tenho uma pergunta sobre a festa - me olhou esperando oque eu tinha pra falar - se vai ser na casa de praia...então vou ter que levar uma roupa de banho, e...é que o Scott não colocou nenhuma roupa de banho na minha mala - falei calmamente - então eu queria que...- me cortou. 

 - Que eu te levasse até um shopping pra você comprar uma roupa pra você? - arqueou as sobrancelhas e eu assenti um pouco receosa - desde que você não arrume problemas pra mim - ele sempre acha que eu vou arrumar problemas, é incrível isso. Apenas dei de ombros, e sorri animada.

 - Obrigada - virei o rosto sem tirar o sorriso do mesmo e me ajeitei no banco do carro, suspirando. 

 Não demorou muito e logo estávamos no térreo do shopping. Ele parou o carro e depois me encarou. 

 - Não demore - assenti concordando com a cabeça e saindo do carro, fechando a porta e caminhando para dentro do shopping. 

 Assim que entrei no mesmo, meus olhos brilharam em direção ao imenso salão no meio do shopping, aonde pessoas tiravam selfies e outras apenas passavam pelo local bem movimentado.

 Caminhei rapidamente até a escada rolante e esperei a mesma subir, revelando várias vitrines nas quais o público observava.

 Fui até a área de roupas de banho e vi um biquíni lindo, de cor roxa, tão lindo que eu não pensei duas vezes em compra-lo, à vista claro, pois meu cartão estava em casa. 

 Eu tinha demorado apenas 15 minutos, então eu acho que Bieber não irá ficar com raiva de mim. Quando cheguei no térreo, já estava um pouco mais deserto do que o normal. 

Apressei meus passos e avistei o carro de Bieber, só que pelo que eu pude perceber, Bieber estava ao telefone, de costas, encostado no carro, ele gritava um pouco, mas quando me aproximei, ele percebeu minha presença e me encarou fixamente, sem sair de sua posição mas logo desviou o olhar, voltando a falar com alguém ao telefone. 

 Abri a porta do carro e coloquei a sacola no banco de trás, fechando a porta e abrindo a outra porta do banco do carona. 

 Me sentei ali e fiquei esperando o mesmo entrar, e assim que entrou, não ousou em falar alguma coisa.

 Ele arrancou com o carro e saiu rapidamente dali, pegando estrada logo em seguida. Estava um silêncio muito grande ali, um silêncio bastante irritante.

 Olhei para o retrovisor do carro e vi a foto de uma mulher, e ao lado dela tinha Justin, um pouco mais novo, e ele estava bem diferente na mesma, ele sorria, ao invés de estar tão sério como ele atualmente é, era como se ela o-fizesse ficar bem e alegre, oque todos nós sabemos que Justin não é.

 - Essa mulher é muito bonita, ela é a sua mãe? - perguntei apontando para a foto e ele seguiu meu olhar para a foto, parecendo ficar surpreso.

 - Sim - respondeu curto, sem demostrar nenhuma reação além de parecer estar incomodado. Depositei minha mão no meu colo e o-encarei.

 - Ela parece muito com você - continuava o-fitando e ele pareceu ficar tenso, pois sua respiração começou a ficar pesada. 

 - Posso te pedir um favor? - assenti - para de falar dela, eu não te devo nenhuma explicação de nada sobre ela - afirmou um pouco rude - se você voltar a perguntar algo, eu talvez repense sobre eu querer despedir você - me encarou e dessa vez seus olhos estavam marejados, eu sentia que ele queria chorar a qualquer momento, então apenas me calei e encarei a vista que passava pela janela do carro. 

 Daria tudo para estar em casa agora, junto com a minha família, meus amigos, acompanhando todos os procedimentos da recuperação da minha mãe, ser novamente feliz. Enfim, chegamos ao hotel. 

 Bieber saiu primeiro e eu saí depois. Entramos no hotel discretamente e falamos com a recepcionista logo depois indo para o elevador. 

 O silêncio havia se instalado, e isso me constrangia de certa forma. Não via a hora daquelas malditas portas se abrirem para eu poder sair dali, sim, isso mesmo, ficar num lugar sozinha com o seu chefe não é muito bem oque eu recomendo.

 Assim que as portas se abriram, saí rapidamente dali. Sorte que o seu quarto fica no décimo andar. Abri a porta do meu hotel e a-tranquei assim que entrei. 

Fui para o meu quarto e fechei a porta atrás de mim, suspirando pesadamente antes de me jogar em cima da cama, completamente exausta.  

(...) 

 Acorde e eu acho que eram 10 horas, pois quando eu não trabalho, eu acordo essas horas. Me levantei levemente e entrei no banheiro, fazendo minhas higienes.

 Assim que tomei o meu banho, entrei no closet, pegando uma legg preta e uma regata de cor bege, também pondo uma meia de cor cinza em meus pés. 

 Quando terminei, saí do closet e fui até a cozinha, pegando uma simples maçã em cima da mesa e dando uma pequena mordida na mesma. 

 Me sentei na cadeira e escutei meu celular tocar, imediatamente corri até o meu quarto e procurei o mesmo, o-encontrando debaixo das cobertas e atendendo rapidamente. 

 - Demorou para atender, estava dormindo? - Bieber perguntou e eu me sentei em cima da cama.

 - Não, apenas procurando o meu celular, mas...oque ouve? - perguntei confusa.

 - Conversei com a mídia, e eles já tiraram tudo que me envolve e envolve você - afirmou eu sorri de leve, aliviada - mas...a minha mulher, a Caitlin me ligou hoje cedo - engoli em seco.

 - E oque você disse? - perguntei um pouco nervosa. Afinal, eu não queria destruir o relacionamento deles.

 - Fica tranquila, nós já conversamos, ela não acreditou muito mas depois deixou pra lá - até fiquei mais calma com isso. 

 - Ainda bem.

 - Até logo Claire - desligou a ligação. 

 Joguei meu celular em cima da cama e depois me deitei novamente na cama, estava tão cansada, precisava dormir novamente para mais tarde estar disposta para ir para a festa.  


Notas Finais


Próximo cap prometo surpreender vocês😊 afinal, no próximo terão várias surpresas...
Oque será que vai dar essa festa?😏
Quero comentários!!!😀
Beijo pra vocês❤
Agradeço aos novos favoritos😆
Bye✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...