História My Serial Killer - Capítulo 4


Escrita por:

Visualizações 64
Palavras 876
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um prontinho....

Capítulo 4 - Capítulo 4


P.O.V CAMILA

Depois da minha conversa com Dinah hoje estou mais tranquila em relação a isso. 

Levanto da cama é faço minha higiene matinal e minhas necessidades, tomo um banho rápido visto uma roupa de moletom cinza.

Desço as escadas até a cozinha escutando uma risada gostosa de ser ouvida que me fez automaticamente abrir um sorriso.

Ando mais um pouco é me encosto no portal da porta é cruzo os braços vendo uma menina de olhos verde toda suja de chocolate e melando Dinah enquanto ria.

Eu - Bom dia - digo finamente e ambas olham para mim na mesma hora.

Lauren - Camz! - diz é se solta de Dinah e vem apressada em minha direção, devo dizer que ela está uma graça, com uma blusa gigantesca nela que chega um pouco abaixo da metade da coxa é um pequeno short de algodão com os pés descalços, toda suja de chocolate - Bom dia! - diz me abraçando é eu apenas fico parada.

Dinah - Bom dia, Mila - diz rindo e eu me solto da garota que estava agarrada em mim é vou até o balcão, me sentando no mesmo - Temos panquecas - diz apontando o prato em minha frente.

Eu - Obrigado - digo e ela corresponde com um sorriso, o café se passou tranquilo e silencioso, só alguns poucos diálogos entre Dinah e Lauren.

Assim que eu acabo escuto a campainha tocar.

Dinah - Pode ver quem é pra mim, Mila ? - diz e eu assinto, levantando e caminhado até a porta.

Normani - Milaaaa, diz pulando em meu colo e me abraçando com força - Seguro sua cintura retribuíndo o abraço.

Eu - Olá, Mani, já está de volta ? - fecho a porta é começo a andar ao seu lado com um braço envolta de sua cintura.

Normani - Sim, A Dinah me ligou ontem dizendo que era para eu voltar o mais rápido possível, então aqui estou eu, só espero que ela não apronte - diz rindo e acabo rindo também.

Eu - Olha quem eu encontrei perdida - digo apontando Normani com o dedo.

Dinah - Amor! - diz e veem correndo pra abraçar mais eu proíbo colocando minha mão em seu caminho.

Eu - Sai daqui, ô, ela é minha - digo abraçando sua cintura com força fazendo Normani gargalhar.

Dinah - Normani! Você não vai dizer nada ? - pergunta indignada.

Normani - Você ouviu, eu sou dela agora, quero mais você não - diz entrando no jogo é vejo a polinésia formar um bico.

Lauren - Tia Diih ? - escuto uma voz baixa e acabo lembrando que Lauren estava ali.

Dinah - Oi, minha bolinha ? - diz indo até Lauren.

Normani - Quem é essa garota, Dinah Jane Milika Ilaisaane Hansen Amasio ? - diz colocando a mão na cintura.

Dinah - Essa e a Lauren, Lauren essa é a Normani - diz apontando para cada uma.

Lauren - Você que é a nega da tia Diih ? - diz sorridente se aproximando.

Normani apenas encara Dinah com as sombracelhas arqueadas que da um sorriso amarelo.

Normani - Sim, sou a nega dela - diz com um sorriso.

Lauren - Ela é bonita, tia Diih - diz sorrindo é olhando para Normani que acaba sorrindo junto.

Normani - Você também é muito bonita, Lauren - diz é vejo as bochechas da garota a minha frente ficarem vermelhas.

Lauren - Obrigado, tia Nega - diz é acabo rindo.

Dinah - Bom, Lauren, vou te ensinar umas coisinhas - diz puxando Lauren devagar pelo braço e sorrindo amarelo - Salva sua vida, bolinha - tenta falar baixo, falhando miseravelmente e começaram a correr.

Normani - Quando ela vai crescer ? - pergunta de braços cruzados.

Eu - A Mulher é sua - digo rindo.

Normani - Mais deixando esse assunto um pouco de lado, como vai a procura ? - diz agora me olhando.

Eu - A mesma coisa de sempre, nada - digo cruzando os braços.

Normani - Tem certeza que está em Seattle?

Eu - Dinah disse a mesma coisa - suspiro - mas não vamos falar sobre isso.

Normani - Então qual foi o motivo de a Dinah ter me chamado aqui ? Ela sumiu com a Lauren e não falou nada - diz divertida.

Eu - Vocês vão adotar a Lauren - digo simples.

Normani - Só foi por isso ? Pensei que fosse al.... O QUE ? - afasto meu rosto sentindo meu ouvido doer - Ela está louca ? Que história é essa ?

Eu - Primeiro: não grite perto do meu ouvido, segundo: isso foi ideia da tua mulher, eu fui contra, outra: se resolva com ela - digo saindo de perto.

Normani - Por favor, me explica, a Dinah nunca iria me contar seriamente - diz segurando meu braço.

Eu - Fomos a um endereço no interior, uma suspeita de algo, e lá encontramos ela, e a Dinah insistiu em trazer ela, eu neguei, mais você sabe que eu não resisto a um pedido dela, então a trouxemos, mas eu disse que ela iria cuidar - término em um fôlego só.

Normani - A Dinah é uma cabeça de vento.

Eu - Verdade - manejo com a cabeça.

Normani - E você é uma trouxa.

Eu - Verdade também - falo apontando pra ela.

Normani - Irei conversar com a Dinah, resolver isso de uma vez - diz indo pelo mesmo lugar que Dinah foi.


Notas Finais


Até depois...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...