História My Seven Deadly Sins (BangTan Boys) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Ficção, Romance, Suspense
Visualizações 392
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite, desculpa por ser viciada em fanfic novas, me perdoem mesmo khjkk
Mas eu tive a idéia, e não consegui segurar pra mim...

Enfim, boa leitura.

Capítulo 1 - Onde tudo começou.


Fanfic / Fanfiction My Seven Deadly Sins (BangTan Boys) - Capítulo 1 - Onde tudo começou.

JIN ON

 Eu estava em uma lanchonete, junto de Taehyung, o pervertido do nosso grupo, o doente por sexo. O atraído por raios de saia. Nos estávamos sentados conversando sobre Jimin, ele anda estranho, anda reclamando de mais, está chorando pelo carro do vizinho! Isso é infantil de mais.

 Nós estávamos distraídos, conversando, até uma garçonete chegar na mesa e nós olhar com um sorriso estampado no rosto.

-O que os rapazes iram pedir? -Ela pergunta simpática tirando uma caderneta do bolso de sua camisa social branca.

-Você princesa. -Taehyung fala mordendo o lábio e a garota o-ignora completamente.

-Desculpe meu amigo moça, ele não sabe à hora certa de fazer piadas. -Falei sorrindo, e a mesma retribuiu. -Vou querer um X-Burguer, não... dois, e... dois refrigerantes. -a garota anotou o pedido e sorriu simpática. -E você V?

-Apenas verei você comer seu esfomeado... não, traga-me um chá gelado. -O mais novo pede olhando a menina de uma forma maliciosa, fazendo a menor corar.

 Ri da situação, e ela saiu, depois de alguns segundos ela volta e deixa nossos pedidos na mesa.
 Taehyung está vidrado na garota. Vejo entrar pela porta da lanchonete quem estava faltando. Jimin, J-Hope, Jungkook e RapMon.
 Manos Suga, ele sempre está dormindo, por isso é considerado o pecado da preguiça.

 Mas voltando... você deve estar se perguntando, "se eles são criminosos, por que eles andam livremente pelas ruas?" Simples, somos criminosos discretos, agimos a partir das 22:00 horas, por isso as ruas ficam tão desertas à essa hora da noite.
 Jimin senta do meu lado e começa à olhar ao seu redor. J-Hope senta em uma cadeira ao lado de V e cruza os braços. RapMon senta em minha frente e sorri para mim, eu acho que ele é gay. Mas, como ele é um pecado extremamente ambicioso. Acho que não poderia amar.

 Jungkook vai até o balcão, e não pude deixar de notar que o mais velho também ficou sob os encantos da garçonete. Até eu fiquei, e olha que minha única paixão é comida.

 Jungkook volta para mesa onde estávamos e senta ao lado de RapMon.

-Vocês viram aquela garçonete? -o mas novo pergunta apontando para trás, toda olharam na direção da garota que ficou assustada e virou de costas.

-Sai, já é minha. -V fala encarando Jungkook.

-Iremos ver quem conquista ela primeiro. -Jungkook fala e RapMon ainda estava olhando a garota.

 Parei para observar a garota, e todos que estavam na mesa, realmente ela é linda, delicada, tem belas curvas, apesar de estar com uma roupa tão masculina.
 Taehyung ia levantar a mão para poder pedir a conta, e para isso, ela precisaria vir até a nossa mesa, posso até parecer alguém sem coração, e cheio de ódio em minha alma, mas, tive pena da garota. Levantei da mesa e caminhei até o balcão, sorri para a garota, que retribuiu na hora, pedi a conta e a mesma me deu. Paguei tudo, mas antes que ela saísse, segurei o braço da menor que ficou assustada com meu ato.

-O-oque? -que voz doce, quando ela gagueja, e tão fofo. Ela estava corada, então eu sorri, à deixando mais corada ainda.

-Qual seu nome pequena? -Perguntei sorridente.

-S/n moço, mas por que?

-Virei aqui outras vezes, então, precisarei de amigos no ambiente. -Ela sorriu e eu caminhei em direção à mesa, Jungkook já me olhava com os olhos cobertos por raiva, eu ria por dentro enquanto via o mais novo furioso.

 Fomos para casa, e Suga estava deitado no sofá, acordado. Isso é raro, já que o mais novo sempre está dormindo. Sentei na minha poltrona é vi Jungkook se aproximar de Agust.

-O que você quer bolacha? -Yoongi pergunta. Nós usamos nossos verdadeiros nomes em casa, ou até mesmo apelidos como Agust D, do Yoongi.

-Tenho um trabalho pra você! -Jungkook fala encarando Taehyung, que acentiu aprovando, já sabendo o que o mais novo iria pedir.

-No Not Today!! -Yoongi canta rindo.

-Pode ser quando você quiser amigo, mas preciso que faça.

-O que você quer hu? Quem você quer que eu mate desta vez? Por que você não Faz isso, eu prometi te proteger, e não obedecer suas ordens bobas. Você é ridículo garoto, nem sabe sobre a vida. -Yoongi fala sentando no sofá onde estava.


Notas Finais


Só espero que gostem❤ eu faço o me possível para vocês gostarem do que escrevo ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...