História My Sexy and Perverted Enemy (JaeBum/JB) - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Park_Seungjang

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Got7
Visualizações 148
Palavras 1.090
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - JB


Fanfic / Fanfiction My Sexy and Perverted Enemy (JaeBum/JB) - Capítulo 1 - JB

S/n 12 anos de Idade

S/p: -Pare de besteira, S/n você nunca, vai pra Coréia do Sul, N-u-n-c-a.

Eu: -Eu vou sim, e um dia irei provar isso.

S/p: -VÁ PRO QUARTO!

Eu abaixo a cabeça, e vou pro quarto, trancando a porta, e sinto algumas lágrimas cairem.

Por que meu pai é assim? Por que não entende que eu sonho em morar em outro país? 

Suspirei e corro até minha gaveta de roupas, procurando meu gilete logo o achando (...), nesse exato momento, estou lavando os pulsos, já virou rotina isso.

Pego meu celular, e mando uma mensagem pra Deise, minha amiga, ela mora em Lisboa, nunca nos vimos pessoalmente, ela é minha amiga virtual, mas tenho Deise como uma irmã. Ambas gostamos de Kpop, e sonhamos em morar na Coréia do Sul.

Meus pais acham que sou louca, aprendi a falar Coreano, e muito sobre a cultura Coreana. E meus pais me dizem, que isso não vai me levar a lugar algum.  Mas eu pretendo fazer faculdade na Coréia do Sul, ter uma vida lá. 

Desliguei o celular, e me levanto, indo até meu guarda roupa, e pegando um casaco, estava fazendo um sereno, seria um bom protesto, caso alguém perguntasse o por que, de eu estar usando casaco.

Saio do quarto, e vou pra sala, que não tinha ninguém. Suspiro e sento no sofá, boto em um canal aleatório. 

Tenho certeza que meu pai, logo vai chegar aqui na sala, me atordoando.

Me ajeitei no sofá, e fiquei pensando. Assim que eu tiver a oportunidade irei sair dessa casa, se eu pudesse sairia hoje mesmo, mas já que não posso, né? 

S/n, 15 anos

Carla: -Então....eu sei que seu sonho é ir pra Coréia, e sabe falar tal língua, eu ganhei uma bolsa de estudos lá, e posso levar uma pessoa, quer ir junto? -pergunta Carla, a amiga de minha irmã, me causando uma onda de alegria pelo corpo.

S/m: -Não, ela não.....-eu a interrompo. 

Eu: -Sim, eu quero Carla.

Minha mãe me olha, e eu taco o fod#-se. 

Carla: -Permitem?

Olho pros meus pais.

Eles vêem a oportunidade de se livrar de mim, vejo isso em seus olhos.

Carla: -A viajem é amanhã, e não precisam se preocupar com nada.

S/p: -E quem seria a responsável por ela lá?

Carla: -Eu oras. Só basta assinar isso. -tira um papel do bolso. 

Eles se olham, minha mãe, e meu pai, pareciam conversar apenas por olhares. 

S/p: -Pegue uma caneta. 

Eu olho pra Carla, e a ruiva, me olha com um grande sorriso no rosto. Minha mãe aparece com uma caneta, e meu pai assina. Abraço Carla  na mesma hora.

Carla: -Amanhã vamos pra Coréia do Sul, as 6:00 da manhã. Roupas compraremos lá, apenas bote em uma mochila algumas roupas, e algumas coisas. -eu assinto. -Mas eu venho buscar você 5:00 horas.

Eu assinto.

(...)

Eu contei isso, a minhas 3 amigas, da escola, na verdade uma das minhas 3 melhores amigas: Alicia, Laila, e Rose.

Elas também sonham em ir pra Coréia, e estão tristes e feliz ao mesmo tempo, mas sei que vamos nos ver de novo, sei que um dia elas ainda vão pra Coréia. Contei a Deise também, que só faltou surtar, como eu amo essa ser humana. 

Coréia, LÁ VOU EU!

Tempos de Hoje, S/n, 19 anos.

Prefiro deixar a parte dos 15 anos,pra cá em Off, não quero me desabar na frente desse ser.

Eu: -A faculdade só pode estar de Brincadeira, com minha cara.

JB: -Nossa cara, não queria ficar no mesmo quarto, que minha Inimiga, ainda por cima,minha Ex. -se joga na cama. - Mas quem sabe não é uma boa idéia? -Pisca.

Eu: -Para de tentar me seduzir Im JaeBum, você não consegue piscar um olho só, aceite isso. -me sento na cama.

JB: -Ah, mas funcionou uma vez não foi? Quando tínhamos 15 anos.

Eu: -Eu não costumo persistir em um erro.

JB: -Costuma sim, sabe por que? Por que, você é burra. -me olha sereno. 

Eu: -Não vai dar certo, nós dois no mesmo quarto, não vai. -passo a mão pelos cabelos, acho que os antidepressivos, estão vencidos, depois de anos, ele me aparece na mesma faculdade que eu? Pior, no mesmo quarto de dormitório?

Eu vou até meu guarda roupa, e olho a validade dos meus remédios, estavam bons!

JB: -Oque tanto olha aí? -eu fecho a porta na mesma hora, e me viro, pra JB, que agora estava na minha frente.

Eu: -Nada. -o empurro e ele faz careta.

Meu Deus, eu não quero ficar no mesmo ambiente que Im JaeBum, mas onde vou ficar? Carla voltou pro Brasil ontem, e eu disse que viveria na faculdade, ela deve ter entregado a chave ao dono da casa.

Eu: -Que merdaaaaaa, vou ter que ficar no mesmo ambiente que essa praga! -falo comigo mesma.

JB: -Ainda com a mania, de falar sozinha S/n?

Eu: -Cala a boca!

Mordo meu lábio inferior, tentando pensar em uma maneira de sair daquela situação. 

JB: -Wow, esta tentando me seduzir? Por que esta conseguindo. 

Eu: -JB se eu levantar daqui, você morre.

A porta é aberta com violência, revelando: Laila, Alicia, e Rose, todas pulando de alegria. Elas chegaram na Coréia Semana passada, também conseguiram uma bolsa nessa faculdade. 

Quando vêem JB, todas ficam quietas, apenas o fitando. JB olha pra elas, com o olhar malicioso, típico dele. 

Eu: -JB pode ir parando, de olhar elas assim, Ok?

JB: -Você prefere que eu te olhe assim? -dirige seu olhar a mim. -Por que se for, olha, eu sei como fazer você se entregar a mim, então. 

Eu: -Sai daqui. -levanto da cama.

JB: -O quarto também é meu.

Eu: -JB minhas amigas querem falar comigo, pode me dar licença? -pergunto já irritada. 

JB: -Viu? Nem irritada, você consegue me chamar pelo nome. -levanta da cama.

Eu: -Isso sai daqui, e só volte com o Mark, ou o Yugyeom. -empurro ele pra fora.

JB: -Depois o tarado sou eu. -ele ri, e sai andando. -Eu vou voltar.....sozinho, por que o quarto também é meu. -fala alto o suficiente pra que eu ouvisse. 

Fecho a porta, e sento na cama.

Laila: -Quem é aquele gato?

Eu: -Um Zé ninguém.

Rose: -Gatinho ele em?

Laila: -Gatinho é pouco.

Eu: -Olha aqui, eu conheço aquele cretino melhor que ninguém, nem ousem tentar nada com ele, se não, eu mato vocês, e ele. 

Alicia: -Agressiva ela.

Eu reviro os olhos.

Alicia: -E aí, vai nos apresentar a Coréia ou não? 

Eu: -Agora?

Laila: -Não magina. -me olha com cara de C*

Eu levanto, da cama, ficando maior que todas elas. Eu sou uma anã, Ok, eu sei disso, mas Elas 3 me superam. 

Eu: -Anãs.

Saímos do quarto, e eu pulo nas costas de Rose, ela era maior que Laila, mas não deixava de ser uma anã.

Rose: -Folgada!

Continua...


Notas Finais


Eu sei, tá uma merda.
Mas......eu prometo os próximos serão melhores.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...