História My Sexy Boy (imagine Hot Jungkook) - Capítulo 65


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hentai, Romance
Visualizações 1.554
Palavras 1.414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 65 - "A Festa: Audácia"


Fanfic / Fanfiction My Sexy Boy (imagine Hot Jungkook) - Capítulo 65 - "A Festa: Audácia"

Eu: Enquanto eu tiver esse anel, você vai ser o torturado.- guardo-o na minha bolsa.

Jungkook: Então acho que vou ter que dar um fim nisso.

Eu: Vai nada, você vai é usar quando eu não estiver presente.- ele solta uma risadinha.

Jungkook: Então... que horas vai ser a festa?- ele diz fechando o zíper da sua calça.

Eu: Nem sei, vou ligar pro Jimin mais tarde pra saber.

Jungkook: Até lá o que a gente vai fazer?

Eu: Bom, eu não sei. Assistir um filme, comer besteiras... ah me lembrei de uma coisa.

Jungkook: O que?

Eu: Eu tava pra te pedir isso há um tempo, é que... eu quero que me ensine a dirigir.

Jungkook: Claro meu anjo.- dou um beijo na sua bochecha.- Mas hoje?

Eu: Hoje não. 


...

Eram 19:00, e eu já havia ligado pro Jimin e o mesmo me informou que teria piscina, quebo Tae não iria pra festa mas não disse o porque, e que o horário certo era 22:00, mas , ninguém chega no horário então eu acho que poderia ir um pouco antes pra ajudar o Namjoon na organização, já que a festa seria na casa dele. 

Jungkook estava na sala jogando video-game e eu estava escolhendo uma roupa, peguei um lingerie preta com detalhes rendados, uma camisa de nó (A: não sei o nome ao certo) com uma parte preta e outra branca com uma estampa de caveirinha, um short cintura alta preto, e uma bota com um saltinho.

Separei a roupa e desci pra ver meu coelhinho, ainda estava com os olhos vidrados no video-game até notar a minha presença e sorrir pra mim. Sentei-me ao seu lado, observando seus olhinhos negros tão arregalados e concentrados, parecia uma inocente criança.

Jungkook: CHUPA! GANHEI!-Ele levantou seus braços vitoriosamente e deu um lindo sorriso e comecei a rir.

Eu: Você é um bebê mesmo.

Jungkook: Uhum.. sou muito.- ele se aproxima de mim maliciosamente, quase me fazendo deitar no sofá.

Eu: Ah não Jungkook! - tento empurrá-lo.

Jungkook: Só não faço alguma coisa com você agora pois eu tenho uma noite inteira pra fazer o que eu quiser com você.

Eu: "O que você quiser"?- ele assente.- E desde quando eu permiti isso?- brinco.

Jungkook: Você não precisa me dizer nada, seu corpo fala por você e.. parece que ele permitiu. Na verdade eu tô sentindo ele implorando por mim agora.- Maldito! Eu ia dizer alguma coisa mas ouço a campainha tocar e então eu me levanto para atender, deixando Jungkook sozinho no sofá.

Eu: Oi Jinnie!- abraço ele.

Jin: Princesa!

Eu: O que você tá fazendo aqui?

Jin: Eu vim te buscar pra festa do Namjoon.

Eu: Pensei que fosse só 22:00.

Jin: A gente quer ir mais cedo pra ficar de bobeira antes do pessoal chegar.

Eu: Ah tá bom, mas eu nem me arrumei ainda.

Jin: Pega as suas roupas e se arruma lá na casa dele. Os meninos tão só esperando você no carro.

Eu: Tá bom.- eu ia me virando mas ele pega no meu braço.

Jin: É S/n... o urso ainda tá na caverna?- ri do modo como ele falou.

Eu: O Jungkook?- ele assente.- Tá sim mas eu falo com ele.

Jin: E ele vai?

Eu: Vai sim- falo coçando a nuca.

Jin: Tenho medo dele, parece que ele pode matar alguém só com um olhar.

Eu: Fica tranquilo, quer entar?

Jin: Não mesmo.

Eu: Então eu já volto.

Entro em casa e Jungkook estava ainda no sofá de frente pra TV, ele estava rindo descretamente balançando a cabeça. Provalmente ele escutou a conversa e está rindo do Jin.

Subo as escadas, pego minha bolsa e coloco minhas roupas, alguns acessórios como pulseiras, anéis, e a minha maquiagem. Arrumei tudo e desci.

Jungkook: Pra onde vai?

Eu: Você sabe, sei que ouviu a conversa.- ele respirou fundo.

Jungkook: Tá bom, me liga se precisar de alguma coisa e quando der o horário eu vou.- Que mudança é essa Brasil?

Eu: Sério?

Jungkook: Sim.

Eu: Eu te amo, Jungkook.- abraço o mesmo que retribui e dou-lhe um rápido selinho.

Jungkook: Eu também te amo, anjo.- 

Eu: Não quer vir comigo agora?

Jungkook: Não, não quero que seu amigo mije nas calças de medo.

Eu: Não fala assim do Jin.- digo manhosa.- Mas você não sabe onde é a casa do Nam.

Jungkook: É só me mandar sua localização.

Eu: Tá bom, tchau.- saiu de casa.

Jin: Finalmente hein.

De longe dava pra ver as caras dos indivíduos dentro do carro pois as janelas estavam abertas. Eu entrei no carro e todos estavam lá, pareciam bem animados.

Todos: OI S/N!

Eu: Oi meus amoress.- me sentei perto do Hoseok.

Hoseok: Mano, eu vou beber muito hoje.

Jin: Tô afim de esquecer meu nome hoje a noite.

Jimin: Alguém trouxe balas de menta aí?

Yoongi: Eu. Até parece que eu vou querer transar com bafo de vômito.

Eu: Olha, ele sabe ver o futuro.

Yoongi: É bb, eu sei que eu sou gostoso.

Eu: Tava falando do vômito, mas enfim.. Gente, eu não vou ficar muito tempo.

Jin: Ah por que?

Eu: Você sabe o porque.

Jin: Ah sim.

Hoseok: Vem cá S/n, aquele marrentão vai pra festa?

Eu: Vai sim.

Yoongi: Não vou com a cara dele..

Jin: Só porque ele transa com ela e você não?- começamos a rir.

Yoongi: Cala a boca.

Jimin: Chegamos.- ele estaciona o carro e entramos na casa do Nam. É bem grande e bonita.

Namjoon: Vão me ajudar a arrumar as coisas?

Yoongi: Vim aqui pra dormir antes da festa começar.

Eu: Mas não vai dormir caralhos nenhum. Vai ficar bem acordado.

Yoongi: Ah é? E como pretende me manter acordado?- ele se aproxima olhando maliciosamente pra mim.

Jimin: Pois é né gente.- ele nos separa, ficando entre nós.

Eu: Ah eu tenho que fazer uma coisa.- pego meu celular e mando a localização pelo WhatsApp para o Jungkook, que logo visualiza e me responde:

-Espero que esteja se comportando bem. 

- Pode ficar tranquilo, vou ser uma boa garota.

- Assim espero, porque senão.. vou ter que punir você.

- Ah que pena, detestaria ser punida. Ainda mais quando você me deixa muito marcada, quando maltrata a minha bocetinha, quando me faz gritar quando enfia ele todinho em mim de uma vez.

- Ah anjo, vou fazer muito mais forte do que eu costumo essa noite. Porra S/n.. você acordou ele, vai me pagar por isso. Te vejo na festa, amor.

- Estou te esperando, coelhinho.

Bloquiei meu celular e guardei no meu bolso. Apenas com essa conversa ele me deixou excitada.

Jimin: O que foi S/n? Tá sorrindo pro nada.

Eu: Nada ué.

Namjoon: Desisto, vai ficar assim mesmo.- ele diz terminando de decorar com a ajuda de Jin e Hoseok, Yoongi estava cochilando no sofá.

 

         ** 2 Horas Depois **


Estávamos apenas jogando conversa fora e falando sobre a faculdade.

Eu: Acho que eu já vou me arrumar.- Vou pro quarto do Nam e pego minhas coisas. 

Chegando lá, eu as visto e depois eu coloco uma maquiagem não muito pesada. Já podia ouvir o barulho das pessoas chegando e a música começar. Desci e já havia uma multidão em todos os cantos. 

Jin: Nossa S/n, se eu não te conhecesse...- ele diz olhando pro meu corpo e eu riu.

Eu: Brigada Jin. Você viu o Jungkook por aí?

Jin: Ainda não princesa, mas se eu ver ele eu te aviso.

Eu vou andando pela casa esbarrando pelas pessoas, e devo confessar que eu estava sentindo um certo desconforto por todos os homens estarem de olho em mim. Bom.. vou ignorar.

Me aproximo do barzinho e peço uma tequila, e logo recebo a mesma e a tomo de uma vez. Sinto braços entrelaçando minha cintura, mas não era o Jungkook. Reconheci aquele perfume.

Eu: Yoongi?

Yoongi: Acertou. Te vi aqui sozinha e pensei em te fazer companhia.

Eu: Obrigada.

Yoongi: Então.. acho que hoje é uma ótima oportunidade pra usar aquele brinquedinho que eu te dei.- ele diz bem pertinho do meu ouvido.- permaneço calada e apenas riu de sua audácia. Ele começa a descer sua mão para a minha coxa e outra apertando minha cintura.

Eu: Já chega Yoongi!- ele me aperta mais contra seu corpo, me possibilitando de sentir sua ereção.- Pára com isso!

Yoongi: Não tenho certeza de que você realmente quer que eu pare.- ele beija meu pescoço e eu deixo escapar um gemido.- Vocé tá louca pra eu te foder.

Eu: Eu já disse pra parar Yoongi.- eu tentava me tirar daquela situação. Não vou mentir, eu estava gostando mas eu sei que é errado. -Não me obrigue a fazer essa carinha linda ficar cheia de sangue.

Yoongi: Isso é uma ameça?

Eu: Só se você continuar.- ele me solta.

Yoongi: Ainda não escapou de mim.

Eu fui pra pista de dança e comecei a me soltar sem me importar com os outros ao meu redor, mas logo alguém me vira bruscamente de frente para si e pude ver que era Jungkook.

Jungkook: Rebola essa bunda aqui.




CONTINUA....











Notas Finais


Amo esse jeito safrado do Yoonie, vcs shippam?
No próximo cap. Vai ter bomba.

Obrigada por lerem.
Tchauu♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...