História My Sexy Daddy - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Akatsuki, Desejo Proibido, Filha, Incesto, Justin Bieber, Novela, Pai, Romance
Visualizações 303
Palavras 1.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura pessoas lindas (leiam as notas finais, é importante

Capítulo 10 - Confusões...


Fanfic / Fanfiction My Sexy Daddy - Capítulo 10 - Confusões...

“O que eu havia feito dessa vez?”

Essa pergunta se repetia milhões e milhões de vezes na minha cabeça e eu não achava uma resposta sequer em nenhuma das vezes que ela insistia em voltar para a minha mente, a verdade é que Justin Bieber é a pessoa mais confusa e estranha que eu conheci na vida, o nosso relacionamento já era estranho o suficiente, e ele só piorava as coisas,  mas eu não podia evitar o amor que eu sentia por ele,  ele me magoava,  me fazia sentir a pior pessoa do mundo mas eu o amava, eu só não entendia o porque de ser tão difícil as coisas entre a gente, eu não conseguia entender como que nós conseguíamos brigar todos os dias, isso estava me desgastando demais

Depois de passar uns dois minutos pensando em tudo decidi subir as escadas e ir atrás dele, perguntar o que havia acontecido,  eu nunca vou entender suas crises...

subi as escadas devagar e a cada degrau eu refletia no que estava acontecendo com a minha vida, eu não estava nem um pouco feliz, assim que subi bati na porta de seu quarto, ele abriu me fazendo dar de cara com seu peitoral nu, o que seria óbvio já que eu era mais baixa que ele, sem dizer nada Justin saiu e se sentou na cama de frente para mim, enquanto ele me encarava eu entrei no quarto e fechei a porta ficamos por um tempo apenas nos olhando 

- O que houve dessa vez? - perguntei demonstrando meu cansaço 
            - Preciso  te dizer algo - disse ele, o interrompi

- Antes vai me dizer o porque de ter me tratado com frieza agora pouco - ele desviou seu olhar de mim, revirei os olhos - Sei que é por causa do Damon.. - falei arqueando uma sobrancelha 

 - Aquele babaca está dando em cima de ti desde o dia daquele maldito jantar, e hoje descubro que ele trabalha na sua nova escola, ele estava dando em cima de ti Anne - Falou passando as mãos pelo cabelo 

 - Eu nunca dei nenhuma “brecha” para ele, Damon só foi muito gentil em me mostrar a escola hoje, nada demais - tentei me explicar, ok, talvez não tenha sido a melhor opção elogia-lo, mas era apenas a verdade, ele era lindo, não podia negar, mas não tinha nenhum interesse nele, e se acabei flertando foi apenas por diversão e inocente, eu era assim, fazia parte de minha personalidade 

- Me deixou possesso Anne - falou se levantando e vindo até mim, Bieber estava tão próximo de mim que senti sua respiração - Mas confesso ter exagerado eu sinto muito... - falou acariciando meu queixo com o polegar - Eu jamais deveria te tratar assim eu... - respirou fundo - Eu sou impulsivo demais, um imbecil, você me perdoa? - falou me olhando nos olhos 

- Claro  que sim... Só não quero que desconfie assim de mim e nem que isso se repita - falei o encarando 

- Prometo - disse passando sua mão em meu cabelo, mordi meu lábio inferior e o olhei com malícia 

- Perfeito... - respondi manhosa

 

Minha mão foi direto ao seu cabelo fazendo carinho ali, ele continuava a me olhar, eu estava com vontade novamente, eu o queria novamente, aqui, agora.

Na ponta do pé ataquei seus lábios com certa rapidez, suas mãos passeavam pelo meu corpo enquanto as minhas estavam em seu peitoral, por Deus como ele conseguia ser tão gostoso? Bieber me fazia enlouquecer e querê-lo cada vez mais. Justin me pegou pelas pernas me colocando em seu colo e assim entrelacei elas em volta de sua cintura,  ainda nessa posição ele me encostou na parede e tomou meus lábios novamente, sua boca foi até meu pescoço onde ele mordia, lambia e deixava leves chupadas, aquilo me deixava maluca, eu precisava senti-lo por inteiro AGORA.  

O fiz me soltar de seu colo, e ele sem entender me encarou, eu sorri e o empurrei com calma até fazê-lo cair na cama, ele sorriu malicioso, retribui o sorriso e subi em cima dele depositando beijos em seu pescoço e abdômen, descendo cada vez mais, ele gemeu fraco 

- Parece que temos alguém querendo assumindo o controle hoje... - Falou mordendo o lábio inferior, sorri sapeca assim que tirei sua boxer e dei uma lambida na cabecinha de seu pau, ele gemeu

 - Não faz isso comigo Anne.. - Justin disse com a voz fraca e  fechando os olhos, eu sorri 

Com a minha buceta comecei a brincar com ele, roçando ela em seu pau, ele sorria como se estivesse gostando demais daquilo, enquanto isso fazia movimentos pra frente e para trás

- Oh céus... Você acaba comigo - disse passando a língua em seus lábios 

Sorri, aproximei minha boca de sua orelha, e mordi ali, eu sabia que ele adorava, senti seu corpo se arrepiar, com agilidade peguei em seu pau o fazendo encaixar perfeitamente na minha intimidade, fazendo-o soltar um gemido gostoso após o sentir dentro de mim, eu fiz o mesmo, eu estava desesperada por ele, sim, era isso que ele me fazia sentir, comecei a rebolar em seu membro, eu o via sorrir e observar bem o que eu fazia com o quadril

- Você gosta que eu faça assim? - perguntei enquanto rebolava mais ainda, ele gemeu

  - Eu... Eu ahh... - soltou um gemido gostoso de ouvir, aquele que só ele conseguia, e me deixava louca de tesao - Gostosa do caralho! - disse e deu um tapa na minha bunda, sua mão começou a apertar fortemente meu quadril 

Fui surpreendida quando em um ato rápido ele me deito na cama ficando por cima de mim, o encarei nos olhos

- Oh Mocinha você está me fazendo delirar - falou dando um beijo em um dos meus seios -  Agora eu vou te foder como você merece - disse e soltou um sorriso sapeca, sorri e me aproximei de seu ouvido

  - Então fode... - sussurrei ali 

E foi o suficiente para fazê-lo meter com força na minha intimidade, gemi alto, sem medo nenhum de vizinhos ouvirem, eu queria que Justin visse o quanto eu estava amando aquilo. Ele começou os movimentos de vai e vem e cada vez mais me levava a loucura, eu pedia por mais, implorava por mais, ele ia mais rápido, eu arranhava suas costas, ele sorria vitorioso por me fazer ficar louca de vontade, e esse poder só ele tinha. 

Estávamos ofegantes, meu coração parecia que iria pular pela boca, eu sentia que estava chegando lá... e então Gozamos juntos, foi maravilhoso, isso não acontecia sempre, ele saiu de dentro de mim e se jogou ao meu lado ofegante, me virei e o senti me abraçar por trás e assim adormecemos, de conchinha. 

             Justin P.O.V 

Acordei assim que anoiteceu, olhei para o lado e Anne ainda dormia profundamente, eu ainda estava abraçado a ela, dei um beijo em sua testa e me levantei, precisava resolver algo. 

Com cuidado fui até o guarda roupa encontrando a caixa deixada por Rachel, peguei aquela carta e a li novamente 

- Vanessa.... - sussurrei, quem é essa mulher?  

Comecei a pensar até que me lembrei do dia em que conheci Rachel

- Claro Justin... Claro.... - falei me lembrando que a tal Vanessa era amiga de Rachel

A conheci em um bar, lembro-me de ter saído com Chaz para encher a cara depois de um dia difícil, e ela apareceu com uma amiga, a tal Vanessa, agora me recordo... O curioso é que essa tal Vanessa se apaixonou por mim e Rachel brigou com ela assim que ficamos juntos, a partir dali nunca mais se falaram, pois nunca mais vi as duas juntas, eram amigas tão próximas... Mas e esse Estefan, quem seria esse sujeito?

Me vi perdido em meus pensamentos, resolvi ligar para meu detetive particular, como eu era uma pessoa, bom... De muito dinheiro eu precisava ter um, e até que ele seria muito útil agora, o pediria para procurar esse tal Estefan, e Vanessa, tiraria essa história a limpo, claro que seria perfeito se eu e Anne não tivéssemos nenhuma “ligação familiar” pois assim tudo seria mais fácil.. Até de se entender, resolvi contar para ela assim que a princesa acordasse, a olhei e vi que ainda dormia tranquilamente, decidi ir até a sala assistir algo 

Anne P.O.V 

Acordei e Justin não estava mais no quarto, resolvi tomar um banho, sentir a água quente cair sobre meu corpo era tão relaxante, fiquei alguns minutos ali e depois sai enrolada numa toalha do Justin, e falando nele, o mesmo entrou no quarto me dando um susto fazendo minha toalha cair 

- Caramba Justin... - falei com o a mão no peito, ele riu e me mediu com cara de safado, vendo meu corpo nu ali 

 -  Oh garota... - falou se aproximando e passando a mão sobre meu corpo - Incrível como eu te vi criança e agora, você tá uma mulher gostosa dessas... - Falou sorrindo safado eu ri - Eu não tenho mais controle do meu corpo perto de ti - falou  e selou nossos lábios - Eu sempre quero mais quando se trata de você. - Disse com a mão na minha bunda - e agora vai ser mais fácil, depois de um tempo, claro, quero mostrar para o mundo a mulher maravilhosa que tenho - arqueei uma sobrancelha confusa 

  - E como vai fazer isso? - perguntei o encarando, era mais que óbvio que na nossa situação isso jamais poderia acontecer, as pessoas falariam coisas, e ninguém aceitaria, não seria bom para ninguém 

  - Anne, você não é minha filha. -  disse me olhando

  - O que?! 


Notas Finais


Me desculpem pelo sumiço, enfim n tenho muito o q dizer mas voltei e prometo não parar de escrever até terminar a fic
Me desculpem caso haja erros ortográficos rs, ahhh eu amo escrever “hot” então se vcs gostarem posso estar escrevendo tipo sempre, comentem o q acham
Bjinhos até o próximo cap (obrigada pelos favs amo vcs) 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...