1. Spirit Fanfics >
  2. My sin, my salvation - Destiel >
  3. Convite

História My sin, my salvation - Destiel - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Aaaaaa brotei, fiquei sem net...
Triste, mas att dupla pra compensar
Amoooo
Boa leitura!

Capítulo 5 - Convite


P.O.V Dean


Os dias passaram rápidos, quando dei por mim já era domingo. Me levantei e fui me arrumar. 


É, eu ia pra missa. 


Depois de pronto, desci até a cozinha e encontrei Sammy já tomando café. 


- Vai sair Dean? - Ele me pergunta. 


- Sim. - Respondi simples. 


- Pra onde? - Perguntou curioso. 


- Vou a igreja. - Disse.


- Como? A igreja, porque? - Questionou. 


- Porque vou assistir a missa. - Digo simples. 


- Oh... espera, o que eu perdi? - Sorriu.


- Não enche. - Falo emburrado. 


- Ok, mas eu vou com você. - Diz. 


- Que seja. - Dou de ombros. 


Terminamos de tomar café e saímos rumo a igreja. Assim que chegamos, notei que tinhas novas vidraças. Fomos no sentar na primeira fileira dos bancos, coisa do Sam. 


Logo o Castiel entra, vestido naquela batina, que... ok, cai bem nele. A missa começa e eu já estava entediado, a única coisa que prestava atenção era no Castiel e nos seus movimentos. A missa segue e eu já queria que acabasse. 


Depois de muita falação e perda de tempo a missa finalmente acaba. Suspiro aliviado e Sam me encara incrédulo. O que eu fiz agora?


Castiel se despede de alguns fiéis e vem até nós. 


- Foi muito bom ver vocês aqui hoje. - Ele diz. 


- A ideia de vir, foi do Dean. - Sam fala.


- E você gostou da missa Dean? - Ele pergunta esperançoso. 


- Foi legal. - Dou de ombros.


Noto ele ficar decepcionado. 


- Vamos embora Dean? - Sam me chama. 


- Na verdade eu vou ficar um pouco mais. - Digo. 


- Porque? - Ele arqueia as sobrancelhas. 


- Não interessa. Pode ir embora se quiser. Vá caminhando, não é tão longe de casa. - Falo.


- Você é um chato. - Sam fala. 


- É um dom. - Sorrio. 


- Idiota. Tchau padre. - Ele fala. 


- Tchau Sam. - Cas responde. 


Sam vai embora e nem se despede de mim. 


- Acho que ele se chateou. - Cas fala.


- Logo passa, é só drama. - Digo. 


- Se você diz, mas porque quis ficar? - Perguntou. 


- É... só deu vontade. Vejo que comprou novas vidraças. - Mudo de assunto. 


- Sim, sorte que deu tempo de mudar, antes da missa de hoje. - Fala. 


- Eu devia pagar por elas. - Falo. 


- Dean, já conversamos sobre isso. - Fala.


- Mas a responsabilidade era minha. - Digo. 


- Só esqueça Dean. - Ele diz. 


- Só se você aceitar sair comigo. - Falo sem pensar e a frase saiu estranha. 


- O-o quê? - Ele falou corando. 


- Desculpe, a frase soou estranha. Eu quis dizer, se você gostaria de dá uma volta. Conhecer um pouco o local, talvez. - Falo tentando concertar. 


- Eu... não sei se seria uma boa ideia. - Fala.


- Porque não? - Pergunto. 


- As pessoas podem falar. - Diz.


- Somos dois amigos passeando, apenas. E você é padre e eu nem gosto de homens. - Falo. 


- Eu não me referia a isso... Ok Dean, aceito. - Ele fala.


- Ótimo, acho que você precisa se trocar. - Digo. 


- Oh, sim. Não vou demorar. - Ele diz e some da minha vista. 


Espero um pouco e penso sobre o que acabei de fazer. Que inferno foi isso? Gosto tanto da companhia dele, quando vi já tinha o convidado. Não menti quando falei que não gosto de homens, mas não sou totalmente contra. Céus, ele é um padre. Tiro esses pensamentos da cabeça e logo ele volta com roupas sociais, novamente. 


- Podemos ir. - Ele fala. 


- Então vamos. - Saio na frente e espero ele trancar a igreja. Depois de tudo fechado, fomos até minha baby. 


- É um carro muito bonito. - Ele fala. 


- Sim, a baby é linda. - Falo entusiasmado. 


- A baby? - Pergunta sorrindo. 


- Longa história. - Sorrio sem graça. 


Ele sorri e eu logo entro no carro e ele faz o mesmo. Começo a dirigir e ficamos a viagem em silêncio. Logo penso num lugar ótimo, pra que ele conheça. Com o lugar em mente, acelero o carro e não demora muito pra chegarmos ao local. 


Era um parque bem bonito, que tinha um pequeno lago em volta. Descemos do carro e começamos a caminhar. 


- Aqui é realmente muito bonito. - Ele fala. 


- Sim, é um dos meus lugares favoritos. - Sorrio. 


O silêncio volta a reinar e fica um pouco constrangedor. 


- Quer comer algo? - Pergunto de repente. 


- Eu gostaria sim. - Ele fala tímido. 


Céus...


- Vem, vou te apresentar o melhor hambúrguer daqui. -Digo.


Ele sorri e me acompanha. 


Chegamos a pequena lanchonete que tinha ali e pedi dois hambúrguers, com bastante bacon. O pedido não demorou muito, e logo estávamos saboreando o melhor hambúrguer da região. 


- Nossa, é muito bom mesmo. - Cas falou. 


- Eu te disse. - Sorri. 


Voltamos a comer e quando terminamos ele tinha o canto da boca suja de molho. 


- É... está sujo aqui. - Apontei o lugar.


- Ah... - Ele tentou limpar, mas não saiu tudo. 


- Falta aqui. - Disse e quando ia levar a mão até lá, pra limpar, caiu a ficha do que eu iria fazer e me contive. 


Ele me olhou sem graça e eu sorri nervoso. 


- Desculpa. - Pedi. 


- Tudo bem Dean. Vamos caminhar um pouco. - Ele fala.


- Claro. - Paguei a conta e fomos andar pelo parque. 


As horas passaram rapidamente e a gente conversou aqui e ali. Quando percebi já era quase 7 da noite. 


- Oh, nem vi a hora passar. - Digo. 


- Nem eu, acho melhor irmos embora. 


Aceno com a cabeça e fomos até o carro. O caminho de volta também foi silencioso. Logo chegamos e eu o deixo na porta de casa.


-É... obrigado. Eu adorei o passeio. - Disse encabulado.


- Eu também. - Digo. 


Ficamos nos olhando por um tempo, eu não sabia exatamente o que fazer a seguir, só estava vidrado em seu olhos azuis. E ele nos meus.


- Então, boa noite. - Ele disse.


- Boa noite. - Respondi e não sai do lugar. 


Ele me encarou confuso. 


- Você precisa ir, não? - Ele fala. 


- Sim... tem razão. Até mais Cas. - Falo. 


- Até Dean. - Ele fala e eu me afasto. 


Vou até o carro pensando sem parar. 


Por que? Aquilo era impossível. Suspiro e olho pro céu:


- Deus se você está me castigando parabéns, está conseguindo. - Falo baixinho e lindo olhos azuis vem a minha mente.


Notas Finais


Acho esse cap fofo aaaaaaaaa
O próximo é meu favorito k
Espero que gostem♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...