História My Sins (Imagine Kim Seokjin - BTS) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park, K.A.R.D, Mamamoo, Sistar
Personagens Hwasa, Hyoryn, Jay Park, Jimin, Jin, Jiwoo, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Somin, Suga, Wheein
Tags Imagine
Visualizações 7
Palavras 1.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, este é o segundo capítulo e espero que gostem.
Me desculpem qualquer erro de português.

Capítulo 2 - Chapter three : Me, myself and I


Fanfic / Fanfiction My Sins (Imagine Kim Seokjin - BTS) - Capítulo 2 - Chapter three : Me, myself and I

Um dia depois - 6:25 Segunda-feira.

Ouço o despertador tocar. Me levanto, vou para o banheiro, escovo meus dentes, logo após tomo banho e retorno pro meu quarto para trocar de roupa.

Coloco minha lingerie, depois minha blusa social e por cima o blazer preto, após ponho a saia que tem a mesma cor que o blazer e para finalizar a minha sapatilha. Amarro o cabelo, pego minha bolsa e saio correndo me despedindo de Yoongi e Hyoryn, que também estavam saindo para trabalhar. Corro para pegar o metrô. Porém quando chego no restaurante dou de cara com Lucas, meu chefe.

— Agora é 7:01, você está atrasada.— Ele me mostra o seu relógio, provavelmente novo. Nossa como eu o odeio.

—Me desculpe, mas não fui a única.— O retruco, mostrando outras pessoas que tinham chegando comigo.

—Me resolvo com eles depois, mas saiba que na próxima você será demitida.

Saio dali e vou em direção a Lisa e Wheen.

—O que ele disse?—Perguntou Lisa.

—Disse que no proximo "atraso", eu serei demitida.— Disse fazendo uma careta de deboche.

—Vocês vão a universidade hoje a noite e na festa do Park jimin nesse final de semana?— Wheen pergunta.

—Hoje a noite eu vou a universidade, mas na festa... Não sei.— Elas me olham e fazem aegyo.

— Tá vocês me convenceram, mas só desta vez.— Digo com um sorriso desanimado.

— (S/n), vai atender o cliente.— Lucas surge e eu vou até a mesa como ele ordenou.

Quando olho para o cliente, percebo que seu rosto era familiar e logo o reconheço, quando ele sorriu.

— Jin?!

— (S/n)! Você trabalha aqui?

— Sim, por acaso você só está de visita ou vai morar aqui em Seoul?— O pergunto.

— Vou morar aqui, já aluguei um apartamento e estou resolvendo algumas coisas, pois vou dividir o lugar com meu primo Namjoon.

— Espero que de tudo certo. Bem-vindo a Seoul.

Quando olho para trás, meu sorriso desapareceu e se tornou em preocupação, Lucas estava me olhando desconfiado. Logo meu rosto retorna para direção ao Jin e volto a sorrir.

— O que você vai querer, senhor?

— Nossa, quanta formalidade. Não sei o que você poderia me indicar?

—Que tal um red velvet e chá gelado?— Digo dando um grande sorriso. —Pode parecer estranho, mas saiba que é muito bom.

—Nossa que combinação mais peculiar, mas se você diz que é bom, vou provar.

— Okay já volto com prato e a sua bebida, senhor.

 Saio, faço seu pedido e fico na porta da cozinha esperando o pedido ficar pronto. Logo vejo Lucas se aproximando da mesa  de Jin e começando um diálogo. Fico preocupada e depois de 15 minutos esperando o bolo é o chá ficar pronto,levo o pedido até a mesa do Jin. E sem hesitar o pergunto.

— O que ele falou com você?

— Ele perguntou se eu te conheço e eu disse que... — Logo o imterrompo.

— O que você disse?

— Disse não, percebi que quando estava aqui antes quando tinha se virado estava preocupada e vi seu chefe te olhando. Por favor, me desculpe eu não quero que perca seu emprego.

— Não precisa se desculpar, você não sabia. E obrigada. — Eu logo aponto para prato, que coloquei em sua mesa. —Esta aqui, espero que goste.

Saio para atender outros clientes e quando término vou para o balcão e fico observando o jin. Depois de minutos e ter visto ele ter devorando o prato e bebido o chá como se tivesse amanhã. Me aproximo da mesa, para retirar os pratos, quando vejo que ele tinha terminado.

— Nossa estava muito bom.— Ele diz limpando os seus lábios com o guardanapo.

— Eu sei. Passa lá no apartamento qualquer dia, mal  te conheço mas já gosto da sua companhia.— Ele logo da um sorriso e eu faço o mesmo sem perceber. — Preciso ir. Tchau.

— Tchau.

Ele sai, entre tanto volto ao trabalho. Depois de cinco horas, o meu turno acaba e depois pego minhas coisas.

Volto pro meu apartamento. Quando entro vou direto pra cozinha e faço um miojo, depois coloco no prato e vou para a sala, acabo adormecendo depois de comer o miojo.

6 horas depois.

Acordo quando ouço a porta batendo, e vi que era Hyoryn.

— Você não sabe, hoje lá na loja foi um inferno, chegou uma cliente chamada Hwasa. Aquela ali, deu vontade de arrastar o rosto no chão.— Ela se joga no sofá e pega o celular, mas infelizmente continua falando.— Só não fiz isso porque preciso do emprego. 

Yoongi sai do guarto e logo desconfio, não era pra ele estar trabalhando? O que ele está fazendo aqui?

— O que você está fazendo em casa?— O questiono.

— Sai mais cedo, hoje.— Ele se aproxima e se senta no sofa.— Jay vai vim aqui hoje pra me dar carona pra ir pra universidade, vocês vão querer ir junto?

Infelizmente não tenho dinheiro pra ir de ônibus hoje. Jay tem muitas qualidades, mas é um belo cafajeste. Nós conhecemos desde que eu tinha 6 anos e  é o melhor amigo do meu irmão. 

— Tá eu vou e você Hyoryn? — Ela afirma com a cabeça e continua concetrada no celular.

Todos saíram para se organizar, só faltava meia hora para sairmos de casa.

Vou para meu guarda-roupa pego minha calça jeans, coloco minha blusa preta, faço um rabo de cavalo e ponho meu casaco. Saindo do guarto peguei meu celular, minha muchila e coloco meu tênis.

Jay já tinha chegado e estava no carro fora do prédio. Saímos correndo e entramos no carro.

— Oi pessoal, como vocês estão?— Jay logo olha pra trás aonde eu e Hyoryn estávamos.

—Bem.— falamos e coro. — E você? —  O pergunto.

— Melhor agora com a sua presença e você Hyoryn?— Yoongi se vira em direção ao Jay com um olhar furioso.

— Jay?! Você está cantando minha irmã? — Ele o dar varios tapas na cabeça —Sincerimente não sei ainda não te matei.

Jay liga o carro, da partida e nos tira da frente do prédio. Quando chegamos no destino, nós nos separamos. E eu fui em direção ao banheiro. Pego meu celular e começo a checar as mensagens, até que  esbarro em alguém. Porém, que quando me levanto, olho pra a pessoa e ela parece estar muito furiosa.

— Nossa me desculpe não te vi. — Faço reverência várias vezes, até que a pessoa se pronunciou. — Você está bem?

— Claro que não garota, por acaso você é cega? — E ela logo ordenou — Me levanta, agora!

Eu a ajudo a levantar, depois ela pega a bolsa que caiu no chão e volta a me olhar.

— Você é idiota assim de Natureza? 

— Não, me desculpe. Juro que não te vi.

—"Me desculpe" o caralho, eu vou acabar com você vadia medíocre.

Ela continua a me xingar, estava com um enorme vontade de bate na arrogantizinha. Até que vejo o Jin, Ele parecia estar procurando alguém e quando viu a pessoa que estava na minha frente, parecia que tinha achado o que procurava. Ele veio correndo para a nossa direção. 

— O que aconteceu Hwasa? — Ele nos olha confuso.

— Essa garota estúpida me jogou no chão!— Aponta o dedo em minha direção.

— Jin, eu juro que não fiz isso.

— Eu sei (s/n). —Ele me olha envergonhado.

— Como assim? Você a conhece Jin?

—Sim. —Ele responde me olhando nos olhos.

— Você saiu de gwacheon e veio ora Seoul terminar comigo, por causa dela?

— Pra falar a verdade vim pra Seoul começar uma nova vida e terminei com você porque não aguento mais, você não confia em mim e estou cansado de você me magoar a todo momento que estou com você. O que vivi com você não foi um relacionamento, foi um pesadelo.

— Não acabou Jin, so acaba quando eu digo.— Ela diz se aproximando dele, quando ela tenta abraço-lo, ele se afasta.

— Me desculpa, mas se ele disse que acabou, acabou.

Ela se aproxima e me empurra no chão.

— O que você sabe de relacionamentos? — Ela diz se virando de costas pra mim e indo embora e Jin me ajudando a me levantar.

— Quem você acha que é pra me empurrar e xingar como se eu não fosse nada, sua vadia?— Ela se vira em minha direção e eu pego impulso e pulo em cima da vadia.

Continua...











Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...