História My son's father is a k-idol - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), K-pop, Youtubers
Visualizações 24
Palavras 1.897
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei né pois é , tomei um porre no domingo e acabei dormindo , eu postei logo um pedaço do cap pra que vocês não fiquem muito esperando... bjs

Capítulo 16 - Conto? ou não conto?


Fanfic / Fanfiction My son's father is a k-idol - Capítulo 16 - Conto? ou não conto?

Bom o que dizer de tudo que aconteceu recentemente, muitas coisas, e ainda vai vim muito por aí, eu sou a mulher problemas e conflitos, fazer o que né é a vida...

Em duas semanas, foi muito louco, mais finalmente casamos, e foi ao vivo em redes nacional de TV, foi lindo, agora estava encaixotando minhas coisas pra me mudar, acredita que jeon comprou uma casa e decorou, sem nem me avisar, pois é ele fez isso, ele fez surpresa o tempo todo, eu nem vir se tá do meu gosto, afinal eu vou estar mais nela do que ele, já que ele tem uma turnê se aproximando, vai ser no Brasil, e acho que vou com ele, claro... agente vai ficar na minha antiga casa, que o pai dele comprou pro meu pai, quando ele foi morar no Brasil, e conheceu minha mãe, a casa era grande, eu e dary já pensamos em vender, mais voltamos atrás, já que era de nossos pais, e agora pensando, vejo que foi bom não ter vendido, assim podemos ficar lá, quando formos ao Brasil, é perto da praia em um bairro nobre, agente deixou do mesmo jeito que era quando nossos pais morava lá, e assim fomos pro estados unidos , quando eu abrir minha empresa, voltando aqui, está eu e a turma da bagunça arrumando as caixas de roupas já que não precisamos de móveis, a Mary se mudou pra casa que o hyun comprou em busan, só quem ainda está namorando é o jin e o Hope, os outros terminaram , mais ainda mantenho contato com as meninas claro...a do Nam eu não falo mais com ela, por que assim que fiz a roupa pra ela, acreditam se quiser , ela alcançou o sucesso e meteu o pé na bunda do Nam, que ficou arrazado, as army descobriu e lascou o hate nela, eu amei é claro, não tenho nada haver com os hates, ou será que tenho? KKK deixa baixo, voltando aqui, eu estou exausta do trabalho, arrumando esse turbilhão de roupas, haaa lembrei de uma coisa, lembram das roupas de Melody que jeon sugeriu uma doação? Então eu separei e vou levar pro Brasil, vou fazer uma festa beneficente e doar , pro instituto de adoção, mais como tem muita roupa, vou levar pra uma instituição de caridade, onde tem uma equipe que doa roupas aos sem teto, vou doar algumas também pra lá, tenho tanta roupa, e acabou que os meninos se sensibilizaram e já separaram um turbilhão de roupas, pra mim lembra, vou ter que comprar um jatinho só pra levar isso tudo, jeon fez uma limpeza no closet e decidiu entrar na barca...

Tudo arrumado e estávamos com o caminhão já com as caixas, e agente indo para o carro, a mel havia ficado com a avó, já que eu e o jeon iríamos pra nossa lua de mel, eu não queria ir, mais ele insiste, então vamos, estamos com malas prontas para ir direto pro aeroporto, jin ficou responsável por arrumar minha casa, junto com os meninos, então eles se despediram e foram seguindo o caminhão, me viro pro meu amado afim de descobrir pra onde ele irá me levar...

Sn- amor, onde vamos?

Kook- é segredo KKK só vai saber quando pousarmos, agora coloca o sinto Sra jeon, por que vamos pra um lugar mágico, e lá está minha surpresa pra você...

Sn- está bem Sr Jeon...

Eu viro pra janela do carro e fico pensando na mel, me dói não levar minha filha, afinal todos os lugares que viajo há levo comigo...

Jeon põe a mão na minha coxa e me olha brevemente..

Kook- tá pensando na mel né? Sei o quanto é difícil deixá-la, mais vai ser só por uns dias, eu também já estou com saudades...

Sn- será que foi o certo não trazê-la conosco?, Amor nunca me separei de minha filha assim, podemos ficar só por três dias?

Kook- claro, afinal podemos viajar muito, e levar minha filha da próxima vez, não gosto de me afastar dela, é melhor deixá-la com minha mãe, do que deixar com a babysiter né?_afirmo rapidamente, não conhecia muito bem a babá, só o que falaram e seu currículo muito bem preparado, mais agente não está no coração de ninguém, e pensando assim, jeon colocou câmeras em todo lugar da nova casa, menos no banheiro, mais no banheiro de mel tem câmera, a babá não sabe, e nem nunca vai saber, botamos um aplicativo cada um no seu celular, enquanto tivermos no trabalho...

Sn-bom chegamos no aeroporto né, e agora vai me vendar?

Kook- você senta no banco enquanto eu faço o nosso check-in , ok... Aí depois eu vou vendar esses olhinhos...._ me dar um sorriso sacana e sai, me deixando com as malas sentada em um banco, aí que eu penso como vou contar pra ele que eu tô, aiii meu Deus, como será que ele vai reagir, afinal é outro, meu pai, e agora...devo contar quando chegarmos é eu farei isso...

Ele volta com as passagens e pega as malas, põe a mascar nele e em mim, ele tira a gravata e põe no meus olhos, ele é bem esperto, não vejo nada, logo ouço a aeromoça falar as normas de segurança, e tudo mais, estou eu sentada em uma poltrona super confortável, sem enxergar nada...

Sn- amor quando vamos chegar? Eu quero tirar essa gravata dos meus olhos...

Kook- dormi um pouco, quando pousarmos eu te acordo ok...

Apenas me viro de lado me acomodando na poltrona deitada do avião, ou pelo menos penso ser um avião, do jeito que não tem gente conversando pode ser um jatinho particular, acabo dormindo com meus pensamentos...

8 horas depois acordo, com o jeon me chamando..

Sn- já chegamos?

Kook- sim, agora vou tirar essa venda por que nesse momento estamos em uma pista de pouso na ilha do Caribe...

É O QUÊ BRASIL EU OUVIR CARIBE É ISSO MESMO?

Sn- Caribe??? Amor kkkk você é louco, me trouxe tão longe, e é um lugar tão especial...eu te amo, mais por que é dia? Se quando agente saiu estava tarde?

Kook- aqui é dia, e lá em Seul é noite então, vamos aproveitar muito nossa chegada... então vamos descer? Nossa bagagem já foi levada pro carro, e eu vou dirigir uns 10 minutos até lá...

Eu afirmo e saiu do jantinho com ele, só tinha uma aeromoça e o piloto, presumo ser bem profissional...vamos até o carro, ele tira a chave do bolso e abri o carro, me colocando no passageiro, e logo entrando no lado do motorista, demos partida no conversível, e da estrada de areia , dava pra ver o mar verde como esmeralda, a areia branca como a neve, era lindo, logo avisto um chalé rústico na beira da praia, muito linda, cheia de flores em volta , orquídeas espindoradas na varanda, um lugar que eu gostaria de morar mais pra frente...jeon estaciona o carro, e abre a porta pra mim, como sempre um cavalheiro , além de lindo gostoso, sabe como tratar sua esposa, ele pega em minha mão, enquanto vamos dar uma olhada , chegamos de frente pra porta, jeon tira uma chave do bolso com um lacinho enfeitado nela, e me olha sorrindo..

Kook- amor esse é meu presente de casamento pra você, ela é sua, espero que goste_ me dar um selinho eu pego a chave ainda com a doença do min yoongi , ele percebe meu desconforto..._que foi meu bem, ta tudo bem com você? Está passando mau?_nego_então o que tá havendo? Não gostou do presente?

Sn- amor eu amei, mais você tá falando sério? Tipo isso aqui vale milhões, Será mesmo nessessario um chalé no Caribe? No Caribe?

Kook- eiii KKK, relaxa tá, se eu não conseguisse comprar um presente desse pra minha esposa, que marido eu seria, e isso é só bens-matériais , sabe que eu posso comprar até 10 dessa aqui e ainda ficaria milionário, sabe quanto ganho em apenas um show cerca de 1 milhão, isso não é nada , na verdade é pouco pro que você merece, você é minha esposa, e merece o que há de melhor, é só um presente, e peça pra crescer a casa, por que vamos passar as férias com nossa turma da bagunça bem aqui...isso é pra quando você quiser fugir do trabalho e das pessoas, do movimento, ou até de mim KKK...Brinks , mais olha eu te amo e comprei com carinho.,..

Sn- eu sei amor, mais ...haaa deixa pra lá, eu amei meu presente sim, e quero até morar aqui, quando eu cansar da empresa, fala sério esse aqui é o lugar da paz, ainda com um homem lindo desses , vou ter memórias maravilhosa desse lugar...

Kook- assim que eu gosto! boa garota, agora vai entrando que vou pegar as malas, amor afinal trouxe biquíni?

Sn- na verdade eu só trouxe um par, por que, vai que você me levasse pro Alaska, nunca se sabe kkkk, tem pelo menos o que comer aqui? Por que estamos em uma ilha, e pelo visto não pega nem sinal de Wi-Fi, KKK...

Kook- quem te disse que não pega sinal de Wi-Fi KKK, tem um supermercado pra todo mundo na ilha usufruir, sabe o Carrefour então tem um enorme bem no centro da ilha, e fora a cobertura maravilhosa de internet, acha que seu marido é fraco em? kkkk...

Eu não digo nada só vou até a fechadura e abro a porta, a sala era incrível, tinha uma lareira acesa , o lugar estava todo iluminado, com um aroma muito gostoso, subir pro quarto, pra ver como era, e era simplesmente lindo , tinha uma idro-massagem bem ali no enorme banheiro, e o closet tudo rústico amei, móveis o piso era de madeira lisa, parecia porcelanato envernizado de tão perfeito, eu amei esse lugar fora que isso aqui de chalé não tem nada, tem três quartos grandes, e um gramado em volta da casa exuberante, dava até pra acampar aqui... escuto jeon subindo as escadas , assim que adentra o quarto e me ver jogada na enorme cama, se deita ao meu lado depois de por a mala em um canto...ele me põe em seu peito e penso enquanto escuto seu coração acelerar forte,penso em contar e vai ser agora...

Sn- amor?_ ele responde com um "hummmm"_ eu guardei o seu presente em segredo mais acho que está na hora de você saber...

Kook- que foi amor? Tem alguém te perseguindo ou dando em cima de você , me fala pra mim quebrar a cara do indivíduo...

Eu nego enquanto pego a mão dele, e beijo, depois do meu ato, com a atenção do jeon sobre mim, pego suas grandes mãos e pôs na minha barriga....ele me olha confuso...

Sn- amor se lembra da vez que me disse que pra se redimir teria que ser comigo, e com nossa filha?_ ele afirma ainda sem intender_ pode fazer isso apartir de agora, pois você será pai denovo KKK...

Jeon olha pra sua mão em minha barriga e chora feito criança...

Kook- amor tá falando sério? Eu vou ser pai denovo? _ afirmo_ eu estou tão feliz amor, esse foi o melhor presente que eu poderia ter na vida, além da mel....e você meu amor....

Continua no próximo capítulo...


Notas Finais


Sorry 💗😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...