História My Soul Belongs To You - Segunda Temporada - Capítulo 1


Escrita por: e GotfMj

Postado
Categorias Michael Jackson
Personagens Michael Jackson, Personagens Originais
Tags Casal, Ficção, Ghosts, Hot, Michael Jackson, Mjfan, Moonwalker, Romance
Visualizações 5
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi genteee! finalmente voltei e com a segunda temporada de 'My Soul Belongs To You', espero que gostem 💕
ps: essa temporada promete...

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction My Soul Belongs To You - Segunda Temporada - Capítulo 1 - Capítulo 1

7 meses depois...

Prefeito:

Hoje fazem exatos 6 meses desde que descobri que Dasha é minha filha desde então muitas coisas mudaram. Ela andava meio depressiva desde o jantar de negócios que eu tive no qual ela conheceu Spencer, mas eles ficaram muito próximos e a 4 meses e meio, começaram a namorar (com a minha permissão e a do pai de Spencer, obviamente) e ela parece um pouco mais feliz, mas eu sei que ainda tem algo que a perturba desde aquele jantar, mas que ela não fala de jeito nenhum e eu respeito, porque deve ser alguma coisa que ela não quer compartilhar com ninguém e eu não vejo problemas nisso. Mas eu acredito que seja por causa daquele amigo que ela sempre visitava, depois que eu a proibi de vê-lo por um mês, ela nunca mais foi visitar ele, mesmo depois do período imposto. Fora isso, tudo está normal, como deveria estar... O que pode dar errado?

Dasha:

Quando se passou uma semana depois de eu ter ido à mansão de Michael e eu não encontrá-lo lá, cheguei à conclusão de que realmente ele foi embora e nesses 6 meses que passaram, muitas coisas mudaram na minha vida. Hoje, Spencer e eu estamos namorando, ele é um cara incrível, me faz super bem, mas além de eu gostar dele e muito, continuo amando Michael, pois é, ainda não consegui tirar esse homem da minha cabeça, parece que a cada dia quando passa o amor que sinto por ele só aumenta e aumenta, é possível isso?? Bom, mesmo assim, ele saiu da minha vida e tenho que me conformar com isso e o manter no esquecimento, começando a valorizar as pessoas que estão ao meu redor e que me amem de verdade...

Mas enfim, Spencer me mandou uma mensagem, me chamando para sair, e eu aceitei claro. Quando terminei de me arrumar, saí de meu quarto e fui logo em direção ao escritório de meu pai, na intenção de avisá-lo antes de eu sair.

– Oi pai, desculpa se estou te atrapalhando nesse momento, mas vim avisá-lo de que irei sair com o Spencer e como ele não me avisou pra onde iremos ir, não sei que horas vou voltar.

Prefeito:

– Oi filha, você não está me atrapalhando não... Tudo bem, só me avisa quando estiver voltando, certo?

Dasha:

– Está bem – digo indo até ele e depositando um beijo em sua bochecha – Pai, você praticamente vive nesse escritório, então porque não deixa o trabalho para amanhã e descansa? Pensa nisso – falo e em seguida saio de seu escritório e logo vou ao meu encontro com Spencer

Prefeito:

Quando Dasha me diz aquilo, começo a pensar nisso e ela está certa, eu preciso tirar uma folga ou pelo menos, passar mais tempo fora do escritório...

Spencer: hoje eu decidi levar Dasha em um restaurante e depois em um parque, pois lá eu pretendo pedir ela em casamento, sei que eu estou sendo meio apressado com isso, mas eu estou completamente apaixonado por ela e ela tem que ser minha, só minha...

Duas horas depois...

Já estamos no parque e no momento, dando uma volta, agora é a hora do pedido, espero que ela aceite...

– Dasha, eu sei que o que eu estou prestes a fazer parece meio precipitado, mas eu sinto que esse é o momento certo para fazer isso...

Dasha:

Depois que Spencer me levou para um restaurante, logo em seguida ele me leva até um parque, mas notei que ele está meio estranho desde que nos encontramos, bobagem Dasha...

Nesse momento, estávamos dando uma volta até que Spencer começa a falar coisas lindas para mim, o que não é novidade, ele sempre expressa o sentimento que ele tem por mim e isso às vezes me deixa frustrada, porque não sinto o mesmo por ele. De repente, Spencer tira uma caixinha de seu bolso e se ajoelha na minha frente, meu Deus! O que ele vai fazer, não é o que estou pensando né?

Spencer:

– Dasha, meu amor, você aceita se casar comigo?

Dasha:

Quando Spencer fala a frase do tão famoso pedido, minha expressão de confusa vai para de surpresa, realmente eu não esperava por aquilo, o que eu falo? Aceito ou não aceito? Deus me ajude!

 Meu Deus, Spencer isso é tão lindo, não sabe o quanto estou me sentindo especial nesse momento, mas você não acha que está sendo um pouco cedo demais? Me perdoa, mas... A minha resposta é não depois que digo a última palavra, o sorriso que estava nos lábios dele se desfaz, espero que ele me entenda e me perdoe por rejeitar um pedido tão lindo como aquele, mas não posso simplesmente me casar com uma pessoa que eu não amo

Spencer:

– O que você disse? – eu digo, me levantando e olhando para ela com um olhar de descrença – Você não aceita? É isso? – seguro seus braços fortemente e a chacoalho, esperando uma resposta.

Dasha:

Quando Spencer segurou meus braços fortemente e começou a me chacoalhar, senti um medo terrível, eu nunca havia o visto daquele jeito, agressivo...

– Me solta, está me machucando! – falo me debatendo na intenção de me soltar, mas ele segura meus braços mais forte ainda

Spencer:

De repente, sinto um soco em meu rosto que me faz cair no chão

– Você tem que aprender que não se trata nenhuma mulher desse jeito – uma voz masculina diz, provavelmente da pessoa que me socou

Quando olho para a pessoa que disse isso, Dasha faz o mesmo e eu percebo que ela fica surpresa ao ver a pessoa.

Dasha:

Eu não conseguia me soltar de jeito nenhum dos braços dele, então fechei meus olhos e ele continuou a me segurar forte, até que senti ele me soltar logo depois que escutei um barulho de alguém o socando, quando fui olhar o que havia acontecido, vi que Spencer estava no chão e de repente escuto uma voz masculina falar com ele, meus olhos se arregalaram em sinal de surpresa quando olhei para a suposta pessoa e, não pode ser...

– Michael? – pergunto sem acreditar no que acabei de ver


Notas Finais


vejo vocês no próximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...