História My Star - SaiIno - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Konan, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Rin Nohara, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Ino Yamanaka, Naruto, Sai, Sai Yamanaka, Saiino
Visualizações 21
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


._.

Capítulo 5 - Apenas um passeio


Fanfic / Fanfiction My Star - SaiIno - Capítulo 5 - Apenas um passeio

Raios de luzes invadiram meu quarto com o sinal de que já amanheceu para um novo dia, não queria ir para escola hoje, por que tinha que resolver um assunto sobre a Ino, como eu vou para a faculdade sem que ela seja percebida aqui em casa ?

 

Me levanto bem cedo mesmo, vou até o guarda roupa e tiro uma camisa branca com listras preta, uma calça cinza escuro e um tênis, em seguida jogo na cama e vou para o banheiro, uma ducha rápido volto com a toalha na minha cintura até a porta se abrir bruscamente, era Ino e a mesma estava com  uma expressão de assustada.

 

— Por que entrou no meu quarto sem bater ? - Pergunto a olhando com ódio.

 

— Sua irmã... Ela está aqui. - Diz Ino com uma respiração pesada, até mudar de expressão para surpreso. Ela num ia volta sexta !?.

 

— Rápido, se esconde no banheiro. - Digo puchando ela para dentro do banheiro e deixando ela sozinha lá, pego as roupas que estava na minha cama e coloca rapidamente, ao terminar de me vestir, Konan abre a porta do nada.

 

— Hum, cheiroso, vai aonde ? - Konan pergunta sorrindo para mim.

 

— Na casa de uma amiga. - Digo pegando meu óculos escuro e colocando na gola da camisa.

 

— E posso saber qual é o nome da sua amiga ? - Konan pergunta sentando na minha cama.

 

— Tenten, conhece ? - Digo com ignorância.

 

— Tá, nervosinho. - Diz ela, em seguida ela chega para perto de mim e me entrega um caderno de desenho. - Tudo bem, vou pro meu quarto. 

 

Konan vai pro seu quarto e tranca a porta. Quando ela tranca a porta só vai até quando dá fome, então tenho muito tempo pra sair de casa com a Ino sem que Konan perceba.

 

Abro a porta e ela tava de pé me esperando, pucho ela e te carrego até a sala.

 

— Então, vai falar pra ela ? - Ino pergunta olhando para mim.

 

— Depois. - Digo pegando na mão de Ino e levando a mesma para fora de casa, como Tenten mora quase bem pertinho de mim, então vamos a pé.

 

Percebo que Ino estava usando um vestido com a parte de cima preta e a parte de baixo branco com detalhes e um salto alto, não vou mentir, ela está linda...

 

Percebo que ela estava um pouco aflita por causa de está em meio ao público, pego na sua, ela olha para mim surpresa e eu retribuo só sorrindo, vamos de mãos dadas até a casa de Tenten.

 

Ao chegar lá, toco a campainha e a porta é aberta por Tenten só de short vermelho curto e um top branco.

 

— Jesus. - Digo olhando para a Mitsashi com cara de morta, seus coques todo bagunçado e com seu rosto amassado.

 

— Amém, entre, a vontade. - Diz ela dando passagem para eu e Ino passar, nós dois sentamos no sofá e a pukka na poltrona. - Então o que desejam ?

 

— Precisamos de uma ajuda, sei que parece loucura, mas preciso esconder a Ino. - Digo soando frio.

 

— Olha só, se pensa que vai botar ela aqui na minha casa... Pode botar a vontade. - Diz a Mitsashi indo até a cozinha e voltando com suco de abacaxi.

 

— Será que você pode ficar aqui ? - Pergunto olhando a Ino, a mesma faz uma expressão de tristeza e a mesma abaixa a cabeça.

 

— Não quero sair do seu lado. - Diz ela me abraçando.

 

— Por favor, é só por um tempo. - Digo retribuindo o abraço.

 

— Você vai ter que emprestar algumas roupas para ela. - Digo olhando para Tenten, até a mesma cuspir o suco da minha boca.

 

— O que !? - A Pukka fica confusa até a mesma se levantar e ir para perto de mim.

 

— Nem fodendo. - Diz a Mitsashi olhando para mim com um olhar de "Tá de brincadeira?*.

 

— Porra Tenten, ajuda na humildade. - Digo nervoso para ela.

 

— Vai cagar Sai, sei que é meu amigo tenho que ajudá-lo para tudo, mas não vai dar. - Diz a Mitsashi tomando seu suco. - E também que meus pais vão chegar hoje.

 

— Bela amiga que eu tenho. - Digo pegando na mão de Ino e saindo da casa da Mitsashi.

 

— TAMBÉM TE AMO. - A Pukka grita para mim, mas mando o dedo no meio pra ela.

 

Eu e Ino fomos até a praça e sentamos num banco, pensando em algum jeito de resolver a situação de Ino, mas nenhuma das minha ideias são boas.

Até ouvir latidos, dá pra saber que é latido de rottweiler, olhar para trás, um cachorro é solto por sua correndo se quebrar e correr atrás de uma criança que aparenta ter 7 anos, sem pensar duas vezes eu corro até a criança pego a mesma no colo e corro para bem longe do animal, mas o cachorro é mais rápido que eu e me alcançou, até Ino ficar na minha frente.

 

— Sai Ino e leve essa criança. - Digo com uma expressão de preocupação

 

— Tudo bem... - Ino sussurra alto para o cachorro que estava com espuma na boca até o animal se acalmar e chegar bem devagar em Ino e lambendo o rosto da mesma, Ino acariciava o cachorro como se fosse um animalzinho fofo e meigo.

 

Até o dono do rottweiler chegar ficar assustado e surpreso, um rapaz de cabelo branco com olhos preto se aproxima.

 

— Estão todos bem ? Mil desculpas, não percebi que a corrente estava quase se rompendo. - Diz o rapaz colocando uma correndo mais grossa no cachorro que abanava o rabo para Ino. - Como acalmou um rottweiler !?

 

— Um segredo de família. - Ino sorrir para o rapaz e o mesmo sai com seu cachorro.

 

Coloco a criança no chão e vem correndo a mãe da mesma.

 

— MINHA FILHA!! Meu obrigada meu jovem, se não por você... - Diz a mãe da pequena que abraçava sua filha entre lágrimas.

 

— Tudo bem. - Sorriso para a mãe da garota, até as duas saí, deixando eu e Ino a sós.

 

— Como fez isso ? - Pergunto e Ino se levanta me abraçando.

 

— Consigo acalmar seres vivos, é um dom. - Diz ela sorrindo para mim, parece que tenho muita coisa para explorar nela.

 

— Quer tomar sorvete ? - Pergunto sorrindo para a loira.

 

— O que é sorvete ? - Ele pergunta confusa.

 

— Hahaha, é uma comida muito saborosa. - Digo puchando a loirinha para uma sorveteria.

 

— Posso ajudar ? - A moça pergunta sorrindo para nós dois.

 

— Sim, quero um sorvete de flocos e um de napolitano, com calda de chocolate outro de morango e granulado. - Digo sorrindo para a moça, velho um brilho no olhar de Ino ao ver vários tipo de sabores de sorvete, até a moça entrega nossos sorvetes, sentamos e comemos. Olho para Ino com um pouco de medo para comer o sorvete, pego sua colher e encho de sorvete e coloca na sua boca.

 

— Tem que experimentar. - Digo sorrindo para a loirinha.

 

— ISSO É MUITO BOM. - Ino grita chamabdo atenção de todos que estava ao redor, Ino começou a comer rápido até ter uma tremedeira.

 

— O que é isso !? - Pergunta Ino tremendo.

 

— É só aquele gelado no seu cérebro e nos seus dentes. - Digo comendo meu sorvete.

 

— Mesmo assim é muuuitooo booo. - Diz Ino sorrindo para mim.

 

— Obrigada por me mostrar esse mundo que é do sorvete. - Diz a loirinha sorrindo para mim e eu retribuo.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...