História My straight best friend - Imagine Lim Nayeon. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Jihyo, Nayeon, Personagens Originais
Tags Lim Nayeon, Nayeon, Twice, Yuri
Visualizações 109
Palavras 673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


minha primeira fanfic da NayeonT^T
dêem amor pfvrrrrr.

Capítulo 1 - I'm in love with my fucking straight best friend.


Fanfic / Fanfiction My straight best friend - Imagine Lim Nayeon. - Capítulo 1 - I'm in love with my fucking straight best friend.

                                                   、₊ や...♡



    Fitava a mesma concentrada em seus papéis de trabalho, Lim Na-yeon o ser-humano mais encantador que tive a sorte de conhecer, mais conhecida como minha melhor amiga, amor da minha vida ou a dona de uma das empresas mais famosas de roupa que essa Seoul já teve.


     Eu poderia citar todas as qualidades que Nayeon tinha, acho que seu único defeito seria ser hétero.

     — Por que me fita tanto, senhorita Park Min-ah? — A mesma me fita semicerrando os olhos, tirando-me dos meus lindos devaneios.

    — Unnie, não me chame pelo nome completo, odeio isso! — Reviro os olhos, rodando com a cadeira giratória que fica no escritório de Nayeon.

      Quase todos os dias eu vinha a empresa da unnie, na verdade eu não fazia absolutamente nada, só era para ter algum tipo de companhia.Segundo a mesma, se eu ficasse sozinha em casa colocaria fogo na nossa casa.

     Não era uma criança, mas a Lim achava que sim às vezes, embora eu tivesse 20 anos na cara, ela me tratava como uma verdadeira criança.

     — Ficar aqui é tão, tão chato!! — Suspiro dramática.

    — Melhor você ficar aqui, em casa você pode botar fogo nela inteira, princess! — A mais velha dita as palavras, enquanto não tirava a atenção de seus papéis.

      Talvez fosse verdade, mas só talvez, não era porquê quase coloquei fogo na casa que iria acontecer de novo, ok?!

    — Preciso arrumar um emprego, não aguento ficar aqui! Sem contar que me sinto um peso total para você.— Suspiro, a olhando logo após.

   — Você não é um peso, princess! Pare de falar isso, escutou? — Agora sim para o que estava fazendo, para me fitar, estava séria.

   — Foi uma forma dramática de falar que preciso urgentemente de um emprego bom, unnie! Apenas isso! — Abaixo a cabeça.


                              19:00 PM~


         Depois daquele diálogo por incrível que pareça as horas se passaram rapidamente, Nayeon e eu resolvemos jantar na cafeteria, não tínhamos feito nada para comer em casa.
       O local era simples, e aconchegante, havia grandes janelas que daria a visão do jardim a fora.

      — Min-ah, você me escutou? — Na verdade não havia escutado nada, estava aérea pensando em como Park Haneul tinha sorte em ter Lim Nayeon como sua noiva.


      Minhas perguntas eram o porquê God, se é que ele existe, fez a mulher que sou apaixonada ser hétero.Acho que o problema estava mais em mim, por ter me apaixonado por ela.

      — Aish, unnie! Não escutei, pode repetir? — Apoio meus cotovelos na mesa, e meu rosto em minhas mãos, a fitando atentamente.


     — Por que está tão aérea? — Pergunta-me — É alguma garota daqui? — Pergunta novamente incrédula, vira para tentar encontrar a possível garota, para ser sincera eu estava olhando para o nada, se havia uma garota, não havia notado.

      — Não, unnie! Quero saber o que tanto falava — Sinto minhas bochechas esquentarem.

      — Enfim..— A vejo engolir em seco, parecia estar nervosa, então faço sinal para a mesma prosseguir — Quero que me ajude a escolher uma roupa, para que eu possa receber minha família e dizer algo muito importante.— Entrelaça nossas mãos, parecia estar eufórica, enquanto eu com minha linda cara de taxo.— E eu quero que minha melhor amiga esteja para me dar apoio.

       Vocês escutaram isso? o som da minha esperança batendo as botas, mas enfim quem fala isso?


       — C-claro, unnie! Não acho que será necessário te ajudar a escolher uma roupa nova, você tem um ótimo senso de moda — Merda, por que você gaguejou Park Min-ah? — Mas o que seria de tão importante que não pode contar apenas para mim?

     — Desculpa, princess! Mas quero contar para todos ao mesmo tempo. — Sorrir esperançosa, me deixando com um grande ponto de interrogação no meio da testa.

     Esse sorriso, por que Lim Nayeon tem de ser tão perfeita, meu pai?

     Mal podia esperar para saber o que de tão importante a unnie queria comunicar.




Notas Finais


n sei se irei continuar, então dêem amor bbs!<33333333333333333333333 e me desculpem por qualquer erro, bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...