1. Spirit Fanfics >
  2. My stripper (two shot Lisa) >
  3. Special night. (Capítulo único)

História My stripper (two shot Lisa) - Capítulo 1


Escrita por: lispace

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 1 - Special night. (Capítulo único)


Fanfic / Fanfiction My stripper (two shot Lisa) - Capítulo 1 - Special night. (Capítulo único)

Point of view

Lalisa Manoban 

 

Eram dez da noite, eu estava no meu trabalho, minha mãe diria "trabalho de puta", mas é o meu trabalho, o dinheiro é meu, e é eu quem pago minhas contas.

Pra minha mãe dizer "trabalho de puta" é que, eu sou stripper, já faz dois anos desde que comecei a trabalhar como stripper.

 

O meu trabalho acaba à meia noite, tenho mais duas horas de trabalho.

 

— E aí Jisoo, qual o próximo cliente? — Falo chegando perto do balcão onde a mesma estava.

 

— Deixa eu ver — Fala olhando para o computador — Min S/n.

 

— Espera, é uma mulher??

 

— Exatamente.

 

— Mas eu só trabalho com homens!

 

— Bom, você terá que comer de outro fruto hoje — Fala rindo da Lisa.

 

— Eu vou falar com o chefe — Fala bufando e logo saindo dali.

 

" Eu mato ele " 

Pensou Lisa se referindo a Taehyung, seu chefe.

 

— Hey chefe! — Fala entrando na sala dele.

 

— Fala querida. Precisa de algo?

 

— Eu preciso de explicações! — Fala se sentando na cadeira em frente a mesa do mesmo — Primeiramente, eu não trabalho com mulheres, e segundo, porque o senhor fez isso? — Fala olhando com uma expressão séria.

 

— Bom Lisa, primeiro, esse é o seu trabalho, segundo, eu não fiz isso, são apenas meus clientes, e terceiro, você sabe quanto que Min S/n irá pagar?

 

— Não sei, não senhor.

 

— 15.000.

 

— 15 mil? Mas isso é muito!

 

— Ela é filha do dono da Gucci Jeon Jungkook, e não foi Min S/n que escolheu você para satisfazer S/n, foi o próprio pai dela, Jungkook.

 

— Nossa…

 

— Mas então, vai querer ou não? Se você não quiser, saiba que terá consequências.

 

— Eu… aceito.

 

— Muito bem senhorita. Volte ao seu trabalho.

 

— Sim senhor Taehyung — Fala se retirando da sala e indo para o quarto 411.

 

Vamos lá Lalisa, vamos lá.

 

Chego no quarto e vejo uma garota sentada em um sofá vermelho, com um terno preto e cabelos soltos, no rosto dela tinha uma expressão levemente maliciosa.

Fecho a porta e logo me aproximo da garota.

 

— Então é você que vai me satisfazer hoje? — Fala de uma forma maliciosa, se referindo a Lisa.

 

— Eu mesma, por que? Não gostou?

 

— Claro que gostei. Vamos logo com isso.

 

S/n me puxa para o colo dela e começa a beijar o meu pescoço, e deixa chupões no local, que provavelmente ficarão marcados. Logo em seguida ela vai subindo beijos até a região da minha boca, onde ela me beija ferozmente, como se necessitasse daquilo.

Min S/n me pega no colo, e me coloca na cama deitada ficando por cima de mim, ainda me beijando, e então eu começo a desabotoar a camisa social dela.

 

— Vamos ver até onde você aguenta Lisa.

 

— Digo o mesmo.

 

Logo depois eu desabotoar a camisa, tiro o sutiã dela, e começo a chupar seu seio direito, eles são durinhos, muito bom de chupar.

 

Olha, até que não é ruim ficar com uma mulher, pelo contrário, elas sabem muito bem como nos satisfazer, os homens são mais brutos, e muitas das vezes apenas eles gozam, a gente não. Sinceramente? Eu acho que prefiro mulheres.

 

Mas mudando de assunto. O local estava começando a ficar quente, e as batidas da música de fundo só melhoraram o clima, que por sinal era " Streets" da Doja Cat que estava tocando, só que em uma versão mais lenta e sensual.

 

Enquanto a música tocava de fundo, Lisa gemia baixinho pelo contato da minha língua em seu seio, os gemidos dela estava começando a fazer com que a minha buceta pulsasse, eu nunca fiquei assim quando transava com homens, era diferente, mas com S/n está sendo bem melhor.

 

Tiro a calça social da mesma, já vendo que a calcinha de S/n já estava encharcada, e olha que a gente mal começou, tô adorando esse efeito que eu dou nela. 

Tiro a calcinha da mesma, e fico por cima dela, me abaixo em frente a sua intimidade e logo começo a chupar ela.

 

— Caralho Lisa, você faz isso bem — Fala tentando não gemer, mas essa tentativa foi falha quando Lisa penetrou dois dedos na mesma, fazendo S/n não conter os gemidos, e gemer que nem uma cadelinha.

 

Só imaginem a cena de Lisa, começando a suar, gemendo que nem uma cadelinha, que com certeza dava pra se ouvir do lado de fora, e totalmente entregue a mim, isso é perfeito.

 

Começo a penetrar cada vez mais fundo os dois dedos dentro de Min S/n, ela gemia loucamente, e eu sentia que o seu orgasmo estava perto, pois ela começou a gemer mais alto, e então logo vejo um líquido meio transparente escorrer por sua intimidade, o que fez com que minha boca se enchesse de água. Me aproximo de sua intimidade e "limpo" a mesma.

 

— Minha vez — S/n fala logo colocando Lisa deitada novamente.

 

Point of view

Min S/n

 

Lisa faz isso muito bem. E olha que eu soube que ela não trabalha com mulheres.

 

Tiro a lingerie preta com vermelho que estava no corpo de Lisa lentamente. Então avanço em seus seios os chupando, logo escuto os gemidos baixos saindo da boca da Lisa. Vou descendo meus beijos até sua intimidade, e logo começo chupar a mesma, como se estivesse dando um beijo de língua.

 

Lisa estava gostando daquilo, dava pra saber pois ela gemia que nem uma vadia.

 

Paro de chupar Lisa.

 

— Porque parou? — Fala em um tom de reprovação.

 

— Espera aí.

 

Falo e vou até uma gaveta onde tinha vibradores, Strep On, e mais algumas coisas. Pego de lá um Strep On, ele era grandinho até, grande o suficiente pra fazer Lisa gemer que nem uma cadela.

 

Vou até Lisa vendo o sorriso malicioso dela.

 

— Vai me foder gostoso?

 

— Vou sim baby — Falo e logo vou colocando a cabecinha do Strep On, e logo começando a me movimentar dentro dela, e então escuto Lisa começando a gemer novamente, esses gemidos dela são tão bons. Começo a ir mais rápido dentro dela, fazendo com que os nossos corpos se chocassem, e fizessem barulhos. Esses barulhos foram aumentando com o tempo, junto com Lisa que estava gemendo mais alto, eu acho que já já ela goza. Dito e feito, segundos depois Lisa estava derramando seu mel sobre o Strep On, me abaixei e tomei tudo, estava bem docinho.

 

— Gostou? — Lisa pergunta pra S/n.

 

— Eu não gostei, eu amei — Fala sorrindo.

 

— Bom, eu vou indo, tenho mais alguns clientes para atender — Fala saindo e deixando um selinho nos lábios de S/n.

 

" Eu ainda vou encontrar essa garota por aí, vou sair com ela, e vou namorar com ela"

Min S/n pensa. Mas talvez isso só seja um sonho, já que Lisa é stripper.


Notas Finais


É isso gente, espero que tenham gostado, se cuidem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...