História My Submissive Obssession (Long imagine Wonho) - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Jeon Jungkook (Jungkook), Joo Heon, Jung Hoseok (J-Hope), Ki Hyun, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Hyuk, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Wonho Submissão
Visualizações 154
Palavras 529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura e desculpem a demora, eu estou trabalhando em livro novo, assim que eu lançar mando o link para vocês, boa leitura...

Capítulo 31 - Capítulo 27


Fanfic / Fanfiction My Submissive Obssession (Long imagine Wonho) - Capítulo 31 - Capítulo 27

                       (S/N) on

Minha vida estava incrível, eu agora tinha um trabalho, que não pagava muito, mas ainda sim era um trabalho verdadeiro e não pura enganação.

E melhorando mais ainda é que eu arrumei um emprego de secretária em uma empresa próxima de casa.

Vejo minha família quase todos os dias, almoço todos os domingos na minha mãe.

Sobre relacionamentos? Bom eu não consegui ficar com ninguém e não foi por falta de oportunidade e sim por conta de que toda vez que tentava beijar alguém eu me sentia como se estivesse cometendo uma traição, eu nunca admitiria em voz alta mas só tem aquele desgraçado no meu coração.

Hoje eu sairia com a minha mãe, era sexta e eu ainda estava terminando meu turno, terminando a última planilha. Assim que termino, me despeço do meu chefe e desço, no caminho encontro Matt, ele é do marketing e bom, é afim de mim.

- (S/N)...- Cumprimenta. - Já vai embora?

- Sim... - Digo sem graça, eu não sei como agir perto dele desde que se declarou.

- Quer que eu a leve? - Ele pergunta com um sorriso tímido.

- Não precisa, eu irei me encontrar com a minha mãe aqui perto.

- Ah, ok. - Ele olha pro chão e franze a testa antes de me encarar. - Tchau, te vejo depois então.

- Tchau.

Ele sai logo em seguida e eu fico completamente confusa.

"Como assim depois?"

Dou de ombros e sigo para fora, pois minha mãe me esperava no café da frente, dito e feito, lá estava ela em seu vestido amarelo um pouco abaixo dos joelhos e um saltinho baixo, particularmente eu tenho que admitir além de linda, minha mãe sempre foi estilosa.

- Mãe. -A cumprimento e ela acena com a cabeça.

- Querida, como foi o trabalho? - Ela pergunta com um sorriso radiante no rosto.

- Cansativo... - Digo sem ânimo. - Vamos?

- Claro.

Fomos andando em direção ao centro, para fazermos compras, paramos em um shopping, que particularmente eu gostava, rodamos por ele, compramos roupas e coisas desnecessárias.

Por fim decidimos ir comer, foi quando meus olhos passearam pela praça de alimentação e agora eu tinha um desafio, decidir o que comer.

Quebra de tempo

Estávamos agora andando pela rua do centro comercial, procurando uma loja que tivesse o vestido que minha mãe tanto queria, foi quando de longe eu vi uma coisas que me fez congelar completamente, na verdade uma pessoa...

[...] Ele estava pouco distante e com os olhos cravados em mim, o desespero começou a crescer, mas eu tinha que disfarçar pela minha mãe. Mas ele faz questão de nos lançar um sorriso fofo e em seguida um tchauzinho e andar em nossa direção.

"Quem vê não pensa que ele é o cara que a qualquer hora vai me pegar e me foder até eu não lembrar meu nome."

Tal pensamento me fez ter arrepios na espinha, quando volto a o encarar, vejo o quão perto está.

- Olá (S/N), que surpresa vê-la por aqui... -Sua voz grossa e extremamente sexy ecoa em meus ouvidos.

"Eu estou muito fodida, literalmente."

(S/N) off

Continua...


Notas Finais


Até a próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...