História My Suffered Love - Capítulo 5


Escrita por:

Visualizações 12
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - The misunderstanding


POV Larissa

Me sentei e me servi, meu prato havia ficado enorme, e eu comecei a comee igual uma mula

Qual é tô comendo por dois!

Estava tudo bem até o Justin falar

- Olha Chaz, você trouxe uma gorda para dentro de casa, teremos que reforçar as compras 

Chaz: Ela é gostosa não gorda é diferente 

Ele fala e eu lhe dou um tapa e ele resmunga

Pattie: e então pode nós contar a sua história?

Não s vi o porque de não contar afinal eles me abrigaram todos escutaram tudo atentamente até o Justin, e então eu acabo de contar a mesma história que contei ao Chaz mais cedo 

Ninguém havia pronúnciado uma palavra até ouvimos o celular do Justin tocar

Justin: Fala, Jade... Ham? Te fuder?... Eu topo... mas tô com preguiça de ir aí, vem pra cá tô precisando que batam uma pra mim mesmo!... Me encontre no escritório 

Ele desliga o celular

 E vai a caminho para esse tal escritório 

Eu: Ele sempre fala com essa linguagem?

Eliza: Sempre...

Pattie: E você como está com tudo isso?

Eu: Bom, estou me acomodando, nao coloco a culpa no meu pai pois ele é cego de amor por ela então  ela deve ter feito a cabeça dele como sempre faz...

Depois de um tempo de conversa começamos a ouvir gemidos do Justin e da tal Jade, aí o clima foi pro breu

Os meninos sairam para a sala, a Pattie foi dormir, e eu falei pra Eliza ir se deitar que eu lavava a louça, ela não queria deixar, mas depois de muito pedir ela acabou cedendo

E cá estou eu secando a louça 

POV Larissa Off 

POV Justin

Tinha acabado de comer a vadia da Jade, ela me cansa as vezes, dispachei ela e fui até  a cozinha  pegar um copo d'água e parei vendo Larissa de costas para mim, ela estava gostosa naquela roupa, me perdi um pouco nas suas curvas, mas pra mim ela ainda era uma vadia, fui até o bebedouro e ela encostou para pegar um copo que estava na estante

Ela levantou a ponta dos pés, deu uns pulinhos mas nada, eu ri da sua situação e ela me deu uma careta

Deixei o copo encima da mesa e a peguei pelo pescoço prendendo sua respiração 

Eu: Olha aqui, sua putinha, você está na minha casa, eu mando aqui, você não tem direito de nada, está ouvindo! Não house fazer nada aqui, muito menos me enfrentar, se você fizer isso eu estouro a sua cabeça com uma das minhas melhores amiga, a metralhadora! Entenda, eu quero que você e esse pirralho se fodam no inferno! 

Chaz chega

- larga ela ,Justin!

Eu a solto e ela cai ofegante

Chaz: Qual é o seu problema ? QUAL É O SEU PROBLEMA IDIOTA!? ELA É UMA GAROTA, FRÁGIL  E GRÁVIDA, VOCÊ NÃO  TEM CORAÇÃO! LARGA DE SER EGOISTA JUSTIN, PENSE NOS OUTROS UMA VEZ NA VIDA! ELA PRECISA DE AJUDA! 

Ele grita revoltado

Eu: ESTOU NA MINHA CASA, AQUI DENTRO EU FAÇO O QUE EU BEM ENTENDER, FODASSE SE ELA ESTÁ GRÁVIDA SE FOSSE POR MIM NEM AAUI ELA ESTAVA, MUITO MENOS GRÁVIDA 

Eu grito de volta e a partir dai começamos a brigar a base de socos, então  ficamos em pé e ele aponta a mar para minha cabeça e eu faço o mesmo

Eu: Vai apontar a arma pra mim por causa de uma vadiazinha de esquina? Proseu irmão? Seu melhor amigo? Seu parceiro a anos?

Chaz: Não é bem assim Justin! Tente entender  o lado da garota! Ibencil!

Alfredo entra no meio das armas 

Eu: Nem vem  com o seu discurso insuportável 

Alfredo: JUSTIN, CALA A BOCA, ESSES DISCURSOS SERVEM DE APRENDIZADO, PORRA, NOS SOMOS AMIGOS DE LONGA DATA, CACETE! VOCÊS BRIGAM POR TUDO MAS SE AMAM, NO FINDO EU SEI QUE SE AMAM! ELA PRECISA DE AJUDA! O CHAZ NÃO...

Eu: está certo...

Alfredo: NÃO ME INTERROMPE CACETA! ELE ESTÁ CERTO, Ela precisa da nossa ajuda e você querendo ou nao ela vai ficar aqui! Justin, não precisa espancar a menina, ela nunca fez nada para você ! Agora eu quero que você peça desculpas para o Chaz

Chaz: Desculpa, cara

Ele fala primeiro e eu continuo calado

Alfredo: Justin... Ô DESGRAÇA AMBULANTE, PEDE LOGO

Justin: Desculpa, mas não gosto dela e não são vocês que vão me fazer gostar!

Saio machando até a sala de cinema

Arrr, preciso transar de novo

POV Justin Off 

POV Chaz 

Entro no quarto e vejo a Larissa chorando 

Eu: Não fique assim, é  o jeito dele! Ele não gosta de você 

Larissa: Eu não sou bem vinda aqui!

Eu: Claro é, olha você precisa dormir, amanhã iremos fazer compras para você !

Larissa: Não precisa...

Eu: Precisa, ou vai querer andar pelada por aí 

Larissa: Não  seida uma má ideia, assim eu morro mais fácil...

Eu: Nem diga isso! Vamos dormir- apago a luz e me deito a abraçando- descanse, você é perfeita com seus defeitos, todos nós gostamos de você , o Justin é egoísta! 

Larissa: Obrigado por me acolher!

Eu: que nadan, Boa noite, Lissa!

Larissa: Boa noite, Chaz!

Faço cafuné nela e em minutos ela dorme, fico um tempo adimirando ela, e também não demoro muito para dormir

POV Chaz Off 

POV Larissa 

Acordo, não vejo o Chaz na cama, levanto e vou ao banheiro para fazer as minhas higienes matinais e encontro...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...