1. Spirit Fanfics >
  2. My sugar daddy - Love roses (Kim Taehyung) >
  3. - Someone new

História My sugar daddy - Love roses (Kim Taehyung) - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - - Someone new


Fanfic / Fanfiction My sugar daddy - Love roses (Kim Taehyung) - Capítulo 11 - - Someone new


19 - He saved me

***

S/N ainda se sentia incomodada com o que havia acontecido no jantar a uma semana atrás,mas se segurava para não comentar nada novamente com seu namorado,que se encontrava bem ausente nesses últimos dias.Ela segurava uma planta em sua mão e com a outra a escada,se mantinha parada,com os olhos vidrados em algo a sua frente,pensando no pavoroso jantar que havia frequentado.

– S/N? - Ao escutar seu nome a menina se virou,mas acabou por escorregar da escada,caindo nos braços de alguém que estava ali presente.

– Você está bem? - Um garoto a perguntou e ela sentiu suas bochechas ruborizarem,logo saindo de seus braços.

– Sim,estou. - A menina disse envergonhada,engolindo em seco.

– Está tudo bem?A chamei várias vezes,mas você não escutou. - Zena lhe disse.

– Obrigada pela preocupação,Sra.Zena,mas eu estou um pouco distraída nos últimos dias,me desculpe por isso. - Se curvou.

– Não tem problema,minha flor,mas se não tiver se sentindo muito bem pode faltar o trabalho se quiser. - Ela disse e a menina negou.

– Eu estou bem,não se preocupe. - Sorriu. – A senhora queria me dizer alguma coisa?

– Sim,esse daqui é o Dak-Ho,meu sobrinho. - Disse se referindo ao menino que havia salvado a garota de uma queda.

– Prazer em te conhecer. - Sorri gentiu. – Muito obrigada por ter me salvado.

– Tome mais cuidado da próxima vez. - Ela assentiu e voltou seus olhares para sua chefe.

– Bom,agora que já se conhecem queria lhe dizer que ele irá trabalhar aqui também.

– Tudo bem.

▪︎•▪︎

Senti meu corpo se pesar ao sobir uma ladeira enorme que havia no caminho de casa e respirava fundo,com as palavras do meu "sogro" se martelando em minha cabeça.Sentia o leite de banana sobre minha língua,mas não conseguiria apreciar aquela gostosura,pois eu estava ocupada demais pensando naquele jantar horrível de uma semana atrás.

– Puta..Aish!O que aquele velho tem na cabeça? - Perguntou para si mesma enquanto sobia a ladeira da casa.

Ao subir toda ladeira lembrei de algo ou melhor,alguém.Meus pensamentos se martelaram em minha mente,me fazendo lembrar do garoto que havia me segurado,por um estante eu me lembrei de como ele era bonito e me senti mal por estar pensando nele por alguns minutos,sendo que tenho namorado.

– Ele nunca chegaria aos pés do,Tae. - Disse,dando palmadas nas próprias bochechas. – Não tem porque você pensar nele,S/N!

Em alguns estantes já havia chegado em casa e um sorriso se embolsou em meu rosto ao ver alguém conversando com meu pai.Senti a felicidade percorrer pelo meu corpo,ao ver os olhos dela cairem nos meus e um abraço apertado sendo criado entre nós duas.

– Bong-Cha! - S/N disse alto para a garota que lhe abraçava.

– Eu senti tantas saudades!

– Eu também!Como foi no Japão?

– Estava ótimo!Nem acredito que já se passou um ano e meio que fui estudar lá.

– Ainda bem que você voltou.

Os abraços logo foram quebrados para que as duas fossem se sentar no sofá,e logo receberam bolachinhas do pai da S/N.

– Por que não me mandou mais mensagens?

– Meu celular foi roubado. - Bong disse.

S/N abriu sua boca em um perfeito "O" e colocou as mãos sobre os lábios em seguida,espantada.

– Como isso aconteceu?

– Eu estava voltando de um trabalho de meio período que eu havia arrumado e acabei sendo roubada quando voltava para casa.

– Que perigo,Lila.

– Ainda se lembra de Lila? - Rir e S/N assentiu.

– Por que Lila? - O pai da S/N questionou e logo elas se entre olharam e riram.

– Antes da Bong-Cha ir embora havia um garoto que gostava dela e era Francês,ele sempre a chamava de Lila quando estava com raiva porque era mais fácil de dizer. – O pai da S/N gargalhou e logo as meninas também.

– Ele era tão.... - Bong disse e mordeu os lábios. – Bobo.

– Sei que sentia algo por ele,vai. - S/N brincou e a amiga corou sorrindo.

– Águas passadas,aliás,ele já voltou para França.

Meu pai se juntou novamente a conversa e começou a dar conselhos para a minha amiga,se tinha uma pessoa que meu pai amava era a Bong-Cha,ele sabia que éramos melhores amigas,mas nos distanciamos quando ela foi para o Japão,mas a amizade sempre se manteve forte,assim como o amor dele por ela.Ele a tinha como filha,já que sempre estávamos juntas.Pedi para me esperarem e fui tomar um banho relaxante,enquanto eles continuavam a conversar sobre o francês que era apaixonado pela Bong-Cha.

Senti a água morna se deslizar pelo meu corpo nu e relaxei,junto de um suspiro.Lavei meus cabelos rapidamente e os pentei,vesti um vestido florido e folgado,e passei perfume,mas antes eu havia colocado minhas peças íntimas e sorri ao me olhar no espelho lembrando da minha noite com o Taehyung.Em todo esse tempo só havíamos feito sexo duas vezes e eu me sentia tão diferente depois disso tudo,era como se meu corpo estivesse mudado,mesmo com tão poucos vezes.

Lembrei dos toques e apertos que ele sempre dava em minha cintura,dos sorrisos trocados em meio aos beijos,lembrei também do gosto doce que ele tinha e mordi meus lábios,sentindo meu peito se apertar de saudade da boca do meu homem.

Meus olhos se caírem sobre meu celular e mandei uma mensagem para ele(Foto de capa)eu queria tanto poder sentir seu abraço e seus beijos que isso estava me matando.Percebi que ele visualizou e não me respondeu,então optei por deixar meu celular na cama e fui novamente para a sala,cabisbaixa pelo vaco.


Notas Finais


Depois que fui ver que a hora que a S/N mandou msg estava errada,era para ser 18:45 e não 06:45.
https://www.instagram.com/p/CCC5F2NBVHJ/?igshid=q6myb1l8rvku


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...