História My Sugar Daddy (Min Yoongi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kim Namjoon (RM), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais, Tao
Tags Baby Kink, Bts, Sugar Daddy, Você, Yoongi
Visualizações 65
Palavras 1.950
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiin
Olha só quem resolveu dar sinal de vida? EU

Desculpa a demora para atualizar minhas fics, eu realmente estava com um bloqueio criativo, não estava conseguindo escrever nada. E sim, sou vacilona mesmo por ter deixado vcs sem atualizações logo, e para compensá-los, trouxe um capítulo maiorzinho; digamos que é como um pedido de desculpas hihihi.

E quem acompanha minhas obras, talvez tenha percebido que eu excluí algumas histórias(praticamente todas né kskshks #rindodenervosa); desculpa. Eu tenho todas as minhas estórias salvas comigo, e andei relendo, acontece que eu não me senti bem com elas, faltava alguma coisa. Eu passei um tempo tentando escrever novos capítulos, mas não consegui, não senti vontade de escrevê-las, então decidi encerrá-las por aqui. Mas talvez eu reescreva algumas, enton peço que não fiquem chateadxs comigo :>

O capítulo tá bom e.e
Então vão logo ler esse capítulo lindenho e maravilhoso <3



(Irei tentar postar capítulos novos com mais frequência ♡)



Boa leitura♡

Capítulo 3 - Two - Conversas numa Cafeteria


Fanfic / Fanfiction My Sugar Daddy (Min Yoongi) - Capítulo 3 - Two - Conversas numa Cafeteria

Eu poderia ficar deitada na minha cama o dia inteiro — em baixo daquele cobertor quentinho e aconchegante —. Ainda mais com o frio gostoso que fazia lá fora. Mas me convenci de que não adiantaria nada eu dormir, precisava fazer algo realmente útil. Então rapidamente me levantei, espreguiçando-me logo em seguida. Ainda sentia sono, claro. Mas Coréia acordou e eu precisava fazer o mesmo.

Caminhei até a janela do meu quarto e abri as cortinas, sentindo os raios solares atingirem meu rosto suavemente. Suspirei, fechando meus olhos, sentindo meus pelos se arrepiarem levemente com o vento que assoprava em meu rosto. 

– Bom dia, Coréia – sorri involuntariamente.

Caminhei até o banheiro e lá fiz minhas higienes diárias. Tomei um banho não tão longo, mais ainda sim, relaxante, apenas para espantar a preguiça. Saí do banheiro enrolada na toalha e me direcionei até o meu closet. O dia hoje estava frio, então teria que usar algo confortável; tirei do guarda-roupa uma calça jeans preta, um moletom com estampas brancas, uma touca preta e um par de tênis branco.

Me vesti e logo me olhei no espelho; ok. Peguei meu celular e resolvi ver que horas eram.

– Oito horas... – ditei para mim mesma ao olhar para a tela. Estava prestes à desligar o aparelho, mas vejo uma notificação aparecer na barra do meu celular; alguém tinha me mandado uma mensagem.

Me sentei sobre a cama e resolvi ver de quem era.


Namjonnie: ACORDA, DORMINHOCA

Bom dia pra você também, oppa. 

Namjonnie: Atrapalhei o sono da bela adormecida? 

Hahaha muito engracadinho. E não, eu já estou acordada faz um tempo. 

Namjonnie: Ah sim, menos mal

Precisa de algo? 

Namjonnie: Na verdade, não. Apenas queria te chamar para irmos dá uma volta no Korea Coffe

Uhm, aceito o convite! 

Namjonnie: Ótimo! Nos vemos no Coffe ou você prefere que eu lhe busque?

: Nos vemos lá, preciso tomar um pouco de sol.

Namjonnie: Tudo bem, tchau dracula! 

Ei!


E assim se encerrou nossa conversa. Sorri involuntariamente ao reler as últimas mensagens de Nam. "Só você mesmo, Oppa". Levantei-me da minha cama, coloquei meu celular no bolso da minha calça e dei uma última arrumada no cabelo. Saí do meu quarto e fui em direção à sala de estar. Peguei as chaves que estavam em cima da mesinha de centro e rapidamente passei pela porta principal, fechando a mesma. Guardei minhas chaves no bolso da calça, e comecei à andar pelas ruas da Coréia.

A manhã começou com um movimento fraco nas ruas de Seul; alguns carros e quase sem pedestres. Mas eu sabia que mais tarde o movimento mudaria, e muito. Sorri fraco, enquanto abaixava minha cabeça.

Comecei à andar pelas calçadas, sentindo a brisa bater levemente contra meu rosto. Afundei minhas mãos dentro do bolso do meu moletom e fechei os olhos por um momento. Tudo estava tão calmo, e aquele vento era tão bom de se sentir. Parecia ser uma manhã boa, realmente. Sem nenhum movimento agitado pelas ruas, era até agradável de andar.

Sou tirada de meus devaneios ao me esbarrar acidentalmente em alguém. Tombo levemente para trás por causa do impacto, e abro rapidamente meus olhos, encarando com quem eu me esbarrei agora a pouco.

– Aigoo! Descu... – mal consigo terminar a frase, o rapaz passou brutalmente por mim, me fazendo quase cair. Bufei irritada e olhei para trás. – Aish! Quanta ignorância!

Aquele homem nem sequer olhou para trás, ou até mesmo pediu desculpas, e isso me deixou mais irritada ainda. Pensei em ir atrás dele, tirar minhas satisfações. Mas percebi que não valeria a pena, apenas causaria confusão — ele poderia estar passando por um dia ruim, finalmente.

Ajeitei minha touca que estava bagunçada sobre minha cabeça e segui meu caminho até Korea Coffe, onde com certeza Namjoon já me esperava. Tentando esquecer da frustração que sentia, e principalmente, do causador dela, que eu mal conhecia. "Espero não nos vermos novamente".

Depois de dobrar algumas esquinas, finalmente cheguei à cafeteria. Me aproximei à passos lentos, vendo o local cercado por flores. Algumas mesas que estavam na parte externa da cafeteria eram atendidas por funcionários, e a fachada do local escrita e decorada por letras grandes e visíveis: "Korea Coffe".

Assim que passei pela porta, o sininho de entrada tocou, sorri sem mostrar os dentes. O aroma de café que habitava no local invadiu minhas narinas, me fazendo suspirar.

Eu conheço essa cafeteria à um bom tempo, Namjoonie e eu já somos clientes frequentes; costumamos vir aqui para colocarmos as novidades em dia, e também para comermos algo, ainda mais com o café delicioso que só essa cafeteria tem.


Olhei ao redor para ver se o Namjoon estava no local e dei de cara com Baekhyun servindo alguns clientes.  

– S/N!! – o maior, assim que me viu, deixou a sua bandeja vazia em cima de uma mesa e correu na minha direção, pulando em cima de mim e me agarrando pelo pescoço, chamando atenção dos clientes e funcionários. Ri baixo pela ação de Baek; sempre tão eufórico.

– Hyung, estão todos olhando para gente... – digo, sorrindo amarelo para os olhares curiosos, enquanto cutucava o rapaz eufórico em cima de mim.

– Ah... É verdade – respondeu olhando ao redor. – Desculpe, S/a – Baek logo desceu de cima de mim e me lançou um sorriso tímido, enquanto abaixava sua visão para encarar seus tênis. “Tão fofo”.

– Tudo bem – sorri e baguncei seus cabelos, o fazendo me encarar novamente.

Baekhyun tem vinte e dois anos mas parece ter menos, e é isso que o deixa mais fofo. Com seu jeito desastrado e feliz. Ele trabalha como maid nessa cafeteria, não faz muito tempo.

Lembro-me do dia em que nos vimos pela primeira vez: eu e Namjoon estávamos conversando em uma mesa, e resolvemos chamar algum funcionário para realizarmos os nossos pedidos. Um rapaz se aproximou de nós, e ele usava o mesmo uniforme da cafeteria. Eu conhecia todos os funcionários, porém esse eu não conhecia. Então deduzi ser um novato.

 Ele parecia confuso e muito desastrado, mal conseguia anotar os pedidos, e quando voltou com os mesmos, tropeçou e derrubou tudo. Eu me segurava para não rir do desespero do maior, enquanto Namjoon me repreendia e tentava ajudar o rapaz. O dono da cafeteria apareceu e vendo a bagunça que o novato fez, deu um sermão no mesmo e o ameaçou despedi-lo — Korea Coffe sempre foi muito exigente com o atendimento, e não é só isso, sendo sempre impecável em tudo —. O rapaz parecia se segurar para não chorar, senti um aperto no coração e decidi ajudá-lo; inventei uma desculpa esfarrapada, dizendo que eu sem querer coloquei meu pé em sua frente, fazendo com que o novato tropeçasse e deixasse cair a bandeja.

O dono obviamente não acreditou muito, mas como já tínhamos um laço de amizade, deixou passar essa. O garoto sorriu feliz por saber que não seria despedido e agradeceu ao seu chefe e mais ainda à mim. Fiquei tão feliz por ele que o Nam ficou com uma pontada de ciúmes — embora não admitindo —. Tivemos uma breve conversa e o rapaz se apresentou como Byun Baekhyun, ele era novo na cidade e era a primeira vez que trabalhava em uma cafeteria, não sabia de absolutamente nada — incrível como Tao aceitou que Baek trabalhasse em sua cafeteria, ele era tão inexperiente —. 

Eu e Namjoonie decidimos que iria ajudá-lo, então todo dia depois do seu expediente acabar, levávamos ele para minha casa e lá dávamos várias aulas para o maior, ensinado tudo o que ele precisava saber sobre ser um maid. Com a nossa ajuda, Baekhyun foi se aprimorando cada vez mais, e deixou de ser tão desastrado e perdido — tudo bem, talvez ele continue sendo assim —. Baek conseguiu até a amizade de Tao; feliz e maluquinho do jeito que Baekhyun é, consegue fazer amizade com todos.

E foi assim que eu e o Namjoon viramos amigos do Baekhyun.

“Ok, agora voltando a Korea Coffe...”

 – E então, o que veio fazer aqui? Marcou de se encontrar com o Hyung? – Baek questiona, se referindo ao Namjoon, e eu apenas assenti com a cabeça.

– Ah sim, ele está no lugar de sempre – o maior sorri, retribuo o mesmo. – Agora se me der licença, preciso voltar ao meu trabalho – ele ri baixo, ao olhar para o lado e ver Tao nos encarando com os braços cruzados.

– Tudo bem, Hyung. Eu vou indo – Baek concorda e logo volta à atender os clientes. Dou um breve aceno para Tao que retribui da mesma forma. Caminho pela cafeteria, e começo à subir as escadas que me levariam para o segundo andar, uma parte não muito movimentada, onde quase todas as mesas costumam está vazias.

Assim que cheguei no segundo local daquela cafeteria, avistei um rapaz sentado no fundo; encarava o movimento das ruas, através do enorme espelho estendido por entre a cafeteria, enquanto segurava uma xícara. Ele parecia pensativo. “Céus, como Namjoon consegue ser tão sexy?".

 Me aproximo sorrateiramente atrás dele e digo alto em seu ouvido:

– Olá? Terra chamando Kim Namjoon! – solto um risinho ao ver a cara de espanto do maior.

– Ai meus tímpanos, S/n! – choraminga, colocando uma de suas mãos sobre a orelha afetada. Abraço seu pescoço.

– Desculpa, Oppa. – digo me desfazendo do abraço. Me sento em uma das cadeiras, ficando de frente para Namjoon. – É que você estava tão pensativo, não consegui me segurar – o maior me encara e ri sem mostrar os dentes.

– Sei... – Nam coloca sua xícara sobre a mesa e joga seu cabelo para o lado, e só aí percebo. 

– Oppa...

– O quê?

– Você pintou o cabelo?

– Ah, sim. Aquele roxo já estava enjoativo – ele sorri fraco.

– Pois eu não acho! – cruzo os braços e faço bico. – Você ficava lindo com aquele tom de cabelo, Namjoon-ah.

– E eu não continuo sendo? – Namjoon apoia seus braços em cima da mesa e curva seus ombros para frente, me fitando com um semblante malicioso.

– Mas é claro que sim, Opp... – minha frase é cortada com um som de notificação vindo do meu celular. – Espere aí – digo e pego o aparelho do meu bolso. Namjoon assente e segura sua xícara novamente, logo dando um gole no mesmo.

Desbloqueio a tela do celular e abaixo a barra das notificações. Por incrível que pareça, era uma mensagem daquele site bizarro de Daddy's e Baby's. Reviro os olhos por lembrar do mesmo. 


Daddy and Baby

BabyLittle, você acaba de receber uma nova mensagem!

 

Arqueio as sombrancelhas, um pouco surpresa. Mal uso esse site, incrível como existem pessoas que mandam-me mensagens. Mas aí lembro do DaddyRomantic8, seria ele que teria me mandado mensagem? Ele é a única pessoa com quem converso neste site.

Por curiosidade decido clicar na notificação, rapidamente entro no site, e o mesmo me leva até o chat.

E, para minha surpresa, não era uma mensagem de DaddyRomantic8. 


JDaddy_Sexy: Olá, Little


Sorrio com desdém ao ver que o tal de “JDaddy_Sexy”, me chamou de Little. Olho de relance para Namjoon e vejo que o maior me encara com curiosidade. Volto minha atenção para a tela do meu celular.


[You]: Oi, JDaddy


– E aí, até quando irá ficar neste celular, esquecendo completamente de mim? – ouço Namjoon dizer. O encaro e vejo o maior fazendo bico, com os braços cruzados.

– Dramático? Nem um pouco – digo irônica, vendo Namjoon descruzar os braços e rir baixo.

Guardo meu celular novamente no bolso da minha calça e volto à encarar Namjoon.

– E então, Oppa – curvo meus ombros para frente. – Alguma novidade? 

– Para ser sincero, sim. Eu tenho algumas – ele sorriu, me fazendo sorrir também. 

– Então pode se preparar para contar-me todos os detalhes – digo risonha, logo tirando do maior um suspiro tedioso, rindo em seguida.

Vi uma garçonete passar por nós, então a chamei, fazendo o meu pedido. 

Não é sempre que Namjoon-ah tem novidades para me contar, então pelo jeito passaremos a manhã inteira nessa cafeteria.


Notas Finais


Gostaram do capítulo? e.e
Passei quase um mês o escrevendo ;_;
Eu estava escrevendo por partes, primeiro os diálogos, depois as ações, e por fim, o revisei, por isso demorou um pouco :') (queria postar algo bem feito para vocês <3). Então peço um pouco de consideração, obgd :")

Agora, uma perguntenha: Quem será esse JDaddy_Sexy? e.e façam suas apostas
OVO DAR UM PIRULITO PARA QUEM ACERTAR (~˘▽˘)~🍭

E essa amizade lindinha entre a S/n e o Namjoon? e.e
asdoro escrever esses dois


OIA SÓ QUEM APARECEU NO CAPÍTULO DE HOJE
MEU NENEM BYUN BAEKHYUN E O LINDO DO TAO(sei que o Tao não faz mais parte do grupo EXO e mimimi popopo, mas eu coloquei ele mesmo pq continua sendo o meu bebê) ♡
Vou logo dizendo que vai aparecer mais membros e.e e eu estou muito ansiosa para isso, já tenho tudo em mente :")

E sobre os comentários, desculpa se eu não respondi todos os seus feedback, é que as vezes eu fico sem saber o que responder ;_; kskkhkshk


Sobre a pequena história do Baek que a S/n mencionou, eu queria fazer uma importante pergunta: eu deveria criar uma fic sobre isso? Tipo criar um shipp(ChanBaek ou SeBaek, por exemplo). O que acham? Eu acho que seria legal, eu já pensei no título e tals, mas preciso saber da opinião de vcs♡



Okay, agora irei parar por aqui, espero que tenham gostado da atualização <3



Nos vemos nos comentários? ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...