1. Spirit Fanfics >
  2. My suggar daddy (Sasunaru) >
  3. Constrangimento no restaurante

História My suggar daddy (Sasunaru) - Capítulo 26



Notas do Autor


Queria dizer uma coisinha, minhas aulas voltam amanhã e eu não sei bem quando vou ter tempo pra ficar postando mas vou fazer o possível pra não demorar a postar tudo bem ?

Capítulo 26 - Constrangimento no restaurante


Fanfic / Fanfiction My suggar daddy (Sasunaru) - Capítulo 26 - Constrangimento no restaurante

--Capítulo anterior--


Fui até a primeira porta que havia visto ali que era um quarto e fiquei totalmente travado quando abri a porta...


--Capítulo atual--


Tinha uma cama de casal ali com grades ao redor. Espelho no teto do quarto e luzes leds vermelhas que iluminava tudo ali. Ao redor tinha estantes de vidro e... Bem... Meu deus... Tinha chicotes, vibradores, algemas, lubrificantes, plugs, camisinhas, coleiras, cordas e objetos que eu nunca vi na vida. Céus aquilo dali era... Meu deus...


Eu passava meus olhos por todo o lugar, por todos aqueles objetos... Aquilo chegava a ser macabro e... Pqp 


Será que o Uchiha um dia usaria essas coisas comigo? Tipo... Uau... Isso seria incri-- 


Espera, no que eu tô pensando???? 


^Sasuke on^ 


-Viu Naruto? - perguntei pra Sakura que estava rindo sozinha na recepção 


-Hãn... - ela tentou falar mas acabou rindo o que fez eu ficar confuso - eu acho que acabei fazendo besteira - ela diz se controlando 


-Como assim? Cadê ele? - perguntei preocupado 


-Ele estava brincando no elevador e depois veio até aqui e perguntou quem morava no segundo andar. Eu falei que era mal assombrado só pra ele ficar com medo e não ir lá já que o snhr disse que ninguém poderia entrar lá... Mas... Ele disse que ia visitar Karin e subiu... Acho que ele foi matar sua curiosidade no segundo andar - ela diz rindo meio sem jeito 


-A curiosidade ainda vai matar ele - falei rindo da situação


Fui até o elevador pronto pra chamar ele novamente já que havia subido e quando o elevador desceu, eu fui atrás do loiro 


Só espero que ele não tenha conseguido entrar... 


Eh.... Ele conseguiu 


A porta estava completamente aberta... Eu entrei silenciosamente sala e eu não precisei procurar já que ouvi um barulho de algo caindo vindo do quarto e fui até lá 


Sorri ao ver meu baby vermelho enquanto segurava um plug com uma calda na não e brincava com ele corando mais ainda 


-Raposinha? - o chamei e ele pareceu se assustar já que deu um pulo surpreso e ao me ver, corou mais ainda 


-O-o que faz aqui? - ele perguntou gaguejando 


Me aproximei devagar vendo ele engolir em seco e quando eu estava bem perto, peguei o objeto de sua mão 


-Vim buscar vc, não pode entrar nos lugares sem permissão - falei colocando o plug em seu devido lugar - o que foi? - perguntei vendo que ele me olhava fixamente 


-Vc vai... Usar essas coisas comigo? - ele perguntou ficando igual um tomate 


-Quer que eu use essas coisas com vc? - devolvi a pergunta me divertindo com a situação 


Ele cruzou os braços e desviou o olhar completamente corado 


-Hum... Já entendi - falei com um sorriso malicioso e pegando o plug novamente com um rabo na mão - podemos brincar hoje, o que acha? - perguntei me aproximando e ele deu passos pra trás 


-Como assim brincar? - perguntou olhando pra trás vendo que havia batido na grade da cama 


-Vc vai ver...- falei descendo a grade e o empurrando em cima da cama 


-S-sasuuu!! Vamos nos atrasar!! - ele diz vendo eu desabotoar sua calça e segurando meus braços 


-Não vamos não, as horas estão contadas na minha cabeça - falei retirando sua calça 


-Urgggg vc e essas suas horas na cabeça! Espero que tenha pelo menos fechado a porta! - ele diz 


-Não fechei - o virei de uma vez vendo ele ficar surpreso e puxei sua cintura fazendo ele ficar de 4


-Ficou louco???? E se alguém ent-- parou de falar quando percebeu que eu estava enfiando o plug devagar na sua entradinha gulosa ~aahhr porra 


-Hoje é o dia que eu falo e vc obedece está bem? - falei vendo ele já duro pelo objeto que estava adentrando ele 


-Isso nunca! - ele diz tentando não gemer 


Enfiei de uma vez o plug nele provocando um gemido bem mais alto 


-P-porra! - ele praticamente grita 


-Se levanta - pedi saindo de trás dele 


Ele resmungou alguma coisa e se levantou com dificuldade já que a calça ainda estava presa em seus pés 


-mas... - ele agora era facilmente confundido com um tomate - que coisa estranha... - ele coloca a mão em sua bunda e fica sem se mexer 


-Se vista! 


-Mas e isso aqui? - ele aponta pro seu membro duro 


-Te recompenso depois - falei dando de ombros e ele pareceu se irritar mas vestiu a calça com dificuldade já que tinha um rabo atrás de si 


-Eu não consigo andar com isso aqui - ele diz mexendo o quadril de uma forma provocativa - isso é estranho e parece ser muito errado - ele diz 


-Vamos logo - falei saindo do local depois que peguei um controle escondido 


Olhei novamente pra trás vendo ele resmungar coisas desconexas enquanto andava desajeitadamente atrás de mim 


Saímos dali indo até o carro, Sakura ainda estava rindo na recepção


^Naruto on^ 


~aahr - gemi ao sentar de uma vez no banco esquecendo daquele bendito rabo 


-Vc sabe o que está usando raposinha? - o Uchiha pergunta se sentando ao meu lado 


O motorista que iria nos levar dessa vez 


-Sei! Quer dizer... Mais ou menos - falei constrangido pelo motorista também estar ouvindo a conversa - eu já vi e eu sei o nome mas eu nunca usei e não sei bem o que é - falei quase em um sussuro 


-entendo.... 


Chegando no restaurante onde ele me ajudou a descer do carro 


Eu ainda estava com raiva dele por ele ter me deixado duro e não ter me ajudado com esse >pequeno problema< mas, ele vai se ver comigo! Ah se vai! 


Como sempre sua mesa já estava reservada, era outro restaurante chique. Sua mesa era escondida de todos, mais reservada 


-Vão querer alguma coisa? - o garçom perguntou 


-Eu ainda vou olhar o cardápio, mas eu quero vinho - dei de ombros 


Traz a garrafa - o Uchiha pede pro homem que acena e sai 


-Por que vc sempre escolhe uma mesa tão afastada? - perguntei olhando ao redor 


Havia pouquíssimas pessoas perto da gente tipo .. umas 3 meses ocupadas - contando com a nossa - mas ficavam um pouco mais distantes 


-Gosto de comer sabendo que não tem ninguém vigiando - ele da de ombros 


Não fez muito sentido sua resposta mas tudo bem. 


O homem não demorou muito pra trazer duas taças e uma garrafa de vinho dentro de um balde de gelo. Depois ele simplesmente saiu dali 


-O que quer comer? - o Uchiha pergunta me olhando 


-Não tô com fome agora - falei tentando identificar seu olhar 


-Escolha algo! - sua voz saiu como ordem indicando que eu não tinha opção de recusa


O olhei de um jeito confuso sem entender aquilo 


~aaahhrr - coloquei a mão na boca completamente corado enquanto pessoas ao redor me olharam confusas 


Aquele negócio no meu rabo.. do nada.. vibrou.. 


Olhei pro Uchiha que estava com um sorriso e continuei sem entender 


-Como eu disse, hoje é o dia que eu mando e vc obedece - ele mostra um controle 


-S-sasu... - tentei pronunciar seu nome sem gemer enquanto o negócio ainda vibrava rapidamente dentro de mim me deixando duro 


-Mas... Que merda! - falei quase entendendo aquilo 


Parecia um controle de vibrador.. mas... Era diferente... Pqp 


-Escolha! - ordenou 


-Não pode me obrigar a comer algo se eu não tô com fome! - falei e o negócio aumentou novamente a velocidade - K-karalho ahhrr - mordi meu lábio com força tentando não gemer alto e chamar atenção das pessoas em volta - S-sasu-chan... E-estamos em público - falei olhando ao redor vendo se alguém estava vendo minha situação 


Por algum motivo usei um sufixo japonês só que ele pareceu não ligar, mas claro...


-Gosta de perigo baby? - ele perguntou e eu o olhei sentindo novamente a velocidade diminuir - está bem duro, em público - ele olha meu membro coberto e eu fecho mais as pernas corando mais ainda 


-Eiiii! - reclamei ao sentir seu olhar safado pra cima de mim 


-Se não quer comer, então vai cuidar disso aí - ele diz descendo seu olhar devagar pelo meu corpo enquanto mordia seu lábio inferior 


-Como assim? - perguntei sem entender 


-Se masturbe - ele diz como se fosse simples... senti minhas bochechas corarem fortemente 


Ele é louco, sim, o cara mais louco que já conheci. Ele tem parafusos a menos, tem problemas psicológicos, precisa de ajuda psiquiatra... Ele é louquissimo 


-Quer que eu me masturbe em público? Antes eu achava que vc era louco... Agora eu tenho certeza que vc e um louco pervert-- parei de falar quando vi que ele ia mover no controle de novo - espera espera!!!! -  pedi e ele me olhou - e... E se alguém ver? - perguntei ainda constrangido com a situação 


-Eu arranco os olhos de quem olhar - ele diz simples - vamos, se masturbe na minha frente baby - ele diz ainda com um sorriso malicioso nós lábios 


-E-eu... 


-Se não fizer, vai se dar muito mal hoje a noite - ele diz bebendo seu vinho 


Que Uchiha desgraçado e louco... 


-Como pode me pedir algo assim??? - perguntei 


-Cala a boca e faça baby - ele diz com a voz roca 


Tudo bem, eu sou bem vergonhoso as vezes mas o quão vergonhoso seria me tocar com ele me olhando e em público ainda? Tô dizendo que ele é louco! 


E quem sou eu pra contrariar? 


Coloquei a mão em cima do meu membro o apertando enquanto olhava ao redor vendo se tinha alguém olhando. Eu já estava duro e.... Pqp que vergonha 


-Está com dificuldade? - ele pergunta e eu ainda não o olho 


-Não preciso de vc - falei mordendo meu lábio inferior enquanto desabotoava o botão da calça que eu tava 


Isso passa dos limites de constrangedor. Nunca mais vou ser o mesmo se eu me tocar dentro de um restaurante com o Uchiha olhando pra mim 


Senti o plug aumentar um pouco mais a velocidade mas não tava no máximo ainda 


Mordi meu lábio com mais força tentando não gemer alto enquanto eu tirava meu membro duro pra fora da calça 


Eu odeio o Sasu 

Eu odeio o Uchiha 

Eu odeio o Sasu- Uchiha 


Comecei a me tocar lentamente enquanto olhava ao redor ainda preocupado se alguém fosse ver ou não... 


-Certeza que não precisa de mim? Vc parece não conseguir sozinho - ele provoca 


-E-eu não preciso de vc - falei ainda envergonhado levando meu olhar até ele 


Abri mais as pernas e aumentei a velocidade da masturbação enquanto olhava seu corpo sarado e... Gostoso. 


Pqp.... 


Mordi a manga do terno que eu tava tentando não gemer muito alto. Aquilo tava muito bom. Eu tava com muito tesão 


O Uchiha ficou balançando o vinho dentro da taça de forma aleatória e lenta enquanto seu olhar não saia de mim e ele estava mordendo seu lábio amando aquela visão que estava tendo 


Eu nem tava preocupado com as pessoas ao redor, eu só queria gozar logo pra sair daquele constrangimento. Senti meu limite próximo e senti o plug aumentar mais a velocidade fazendo eu delirar de prazer e revirar os olhos 


~A-ahhr k-karalho - gozei sujando não só a minha mão como também o chão e um pedaço da minha calça 


Eu estava corado e ofegante. Olhei ao redor e ninguém parecia ciente do acontecido. Comecei a colocar meu pau novamente dentro da calça 


-Vc realmente gosta do perigo - o Uchiha diz bebendo seu vinho bem calmo 


-Eu odeio vc! - falei me levantando dali e indo rapidamente pro banheiro 


Lavei minha mão e molhei meu rosto que estava soando um pouco pelo acontecido e ainda estava vermelho. Céus... Eu ainda mato aquele Uchiha louco 


-Naruto-kun? - ouvi a voz de Juugo e o olhei 


-Que foi? - perguntei


-Nada, vc só saiu correndo da mesa e eu vim ver se estava bem - ele diz 


-Ahh... Eu estou bem sim só... Quis vir no banheiro - falei constrangido


-entendo... - ele diz e eu saí do banheiro bem melhor e sendo acompanhado por ele 


Ainda bem que ele não viu nada 


Fui até a mesa do Uchiha e Juugo foi novamente pro local onde estava 


Me sentei meio constrangido pelo acontecido e ainda não olhando no rosto do Uchiha que parecia posturado demais na minha opinião 


-O que quer comer, raposinha? - ele pergunta na maior cara de pau como se nada tivesse acontecido 


-Lamen - falei cruzando os braços e sentindo minhas bochechas corarem 


-Apenas lámen? - ele pergunta 


-uhum.... 


-Vc está bem vermelho, está se sentindo bem? - perguntou com um sorriso debochado e eu o olhei 


-Se suas roupas não fossem tão caras eu derrubava esse vinho em vc! - falei bem calmo e ele riu 


-Seria bem interessante - ele diz chamando um garçom 


-Continua duvidando..  - reclamei baixinho 


-Boa noite, o que vão querer? - o garçom pergunta 


-Uma porção de lamen e um Yakisoba - o Uchiha diz 


-Algo mais? 


-Não...- o Uchiha responde e o homem se curva e sai dali 


O Uchiha ia dizer alguma coisa mas seu celular começou a tocar 


-Alo? - ele atendeu mesmo estando na minha frente 


Eu não conseguia ouvir e isso me deixava curioso


-Está bem, mande tudo pelo meu computador - ele diz e logo desliga 


-Quem era? - perguntei curioso 


-Hinata - ele diz mas não dá tempo eu responder já que o garçom chega 


-Aqui seus pedidos - ele diz colocando nossas tigelas trocadas 


-Hãn.. e ao contrário - o Uchiha ia dizer mas eu mesmo mudei as tigelas 


-Então mude vc oras - falei mesmo que já tivesse trocado as tigelas 


Ele ergueu uma sobrancelha me olhando 


-Hãn... Snhr - o garçom chama - aquela mulher ali pediu pra eu te entregar isso... - ele aponta pra uma mesa perto da gente onde tinha uma mulher que deu um sorriso e corou ao ver que o Uchiha olhou pra ela 


Aquilo era uma cartinha? 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...