1. Spirit Fanfics >
  2. My Suicide >
  3. Não Lute Fogo com Fogo

História My Suicide - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


HI! <3

Aqui me encontro para mais um contato com vocês, e claro, mais um capítulo! Ainda bem que nem deixei fazer um mês desde a postagem do cap. anterior, ufa!

Quanto a este capítulo, Lars Ulrich quer falar "um pouco" (haha).

Nos vemos lá embaixo, all right?

Boa leitura, babies!

Capítulo 5 - Não Lute Fogo com Fogo


Fanfic / Fanfiction My Suicide - Capítulo 5 - Não Lute Fogo com Fogo

*POV Lars Ulrich*

 

Eu pareço estar bem o tempo todo por causa da minha personalidade expansiva e meu jeito exagerado de ser. Eu sei que falo demais, foda-se o que pensam.

Mas a verdade é que a cada dia eu me sinto mais sozinho. Como se algo estivesse faltando. Quando comentei no tuning room de uma das noites do S&M² que ali naquele recinto em que estávamos ensaiando era confortável e seguro, porém lá fora com 16.000 pessoas era solitário, eu não menti. "Como você consegue se sentir só no meio de 16.000?" Eu lembro de completar. Apesar do Greg, nosso engenheiro de som ter dito algo sobre as milhares de pessoas me adorarem e os caras da banda continuarem conversando eu não prestei muita atenção. Eu já estava absorto.

A solidão é uma velha conhecida minha. Por baixo do meu excesso de confiança há o momento, o fato de termos que encarar a realidade como ela é, não como gostaríamos que ela fosse, nem sempre é fácil de lidar. Há este agora que não sabemos explicar, mas temos que encarar apesar de tudo. Temos que ser firmes e corajosos e todas essas coisas. Eu tenho que lidar comigo. E dentro de mim só tem eu. 

Ainda assim, eu tento preencher o vazio com, além da música, entrevistas, sexo, filmes, filmes e filmes. Em casa eu, a Jessica e os meninos assistimos muitos deles. 

Ontem, porém, após assistirmos em família, eu decidi ficar sozinho em nossa sala de cinema. Mesmo com a Jessica me chamando para deitar com ela, eu neguei. A pedi que descansasse, pois eu pretendia ficar ali por um tempo. Ela então depositou um beijo em meus lábios e saiu.

Já sozinho, fiquei apreciando a calmaria daquele local escuro da casa. O volume das caixas de som estava baixo, mas ainda dava para ouvir as sugestões de filmes que passavam na tela. Um trailer em especial chamou a minha atenção.

Morar nos Estados Unidos, especificamente em São Francisco, era uma vantagem por diversos motivos, porém eu sentia falta da Dinamarca, sobretudo nesses tempos de pandemia. Eu de vez em quando gosto de brincar com o Kirk dizendo que irei me mudar de vez para lá, pois é algo que já cogitei fazer. Ver o trailer daquele filme que se passava na minha terra me deixou com ainda mais vontade de ver. Basicamente o que eu tinha entendido apenas pelo trailer era que um garoto espião americano tinha sido mandado para lá para executar sua primeira missão. Decidi assistir sem pensar duas vezes. 

 

*Flashback on*

Happy Endings Sleepover apareceu de repente na tela. Me ajustei na cadeira e comecei a prestar atenção.

 

Horas se passam.

 

"O que eu acabei de assistir?" Pensei, assim que os créditos subiram. Eu senti imediatamente algo me inundar. Eu sabia o que era. Decidi ligar para o Kirk, eu só... Queria falar com ele. Dane-se que estava tarde. 

Tateei à procura do meu celular e assim que o tomei em minha mão vi que já marcava 3 horas da madrugada. Por momento algum eu pensei em desistir de ligar. Eu me devia aquilo.

Toquei na tela em cima do número dele para ligar. Uma, duas, três chamadas. Ele não atendia.

Frustrado. Era como eu me sentia. "Amanhã eu vou chutar a cara do idiota,” logo me veio à mente. Eu esperava que ele pelo menos estivesse bem.

Levantei, e ao desligar todo o aparato do recinto, no escuro, senti o desejo crescer dentro de mim, como se eu quisesse que ele estivesse ali comigo. Engoli em seco e decidi reprimir.

Novamente.

*Flashback off*

 

Hoje, ao vê-lo, já fui perguntando o que tinha acontecido por ele não ter me atendido, mas ele logo mudou de assunto. Kirk e sua introversão. Às vezes me dá vontade de pegá-lo pelos ombros, balançar e falar, digo, gritar: “Você não confia em mim não?! Mesmo depois desses anos por que você às vezes age como se fôssemos completos desconhecidos?”

Porém, assim que lembro o quão sensível ele é, desisto. E lembro também, que prometi para mim mesmo que eu nunca, nunca seria grosseiro com ele. Certa vez, quando ele mereceu que eu lutasse fogo com fogo lá em 2015 enquanto estávamos no tuning room do Lollapalooza em Chicago, eu não o fiz. A verdade é que eu tinha percebido, e isso já fazia algum tempo, que aquela fisionomia dura e aquele mau humor tinham se instalado nele naquela época, e em vez de perguntar o que estava pegando, eu decidi respeitar o espaço dele. Na ocasião, quando ele tinha me feito uma pergunta sobre o andamento do show pela primeira vez, eu só respondi que não sabia, quando ele repetiu a pergunta de um modo mais incisivo e de cara fechada, em vez de ser ríspido eu só continuei batendo na mesma tecla, dizendo que não fazia ideia mesmo. E xinguei baixo! Baixo! ...Por ele.

Ainda bem que depois de um tempo, não sei muito bem se foi uns meses depois, não só sua feição suavizou, mas sua paz de espírito retornou e ele voltou a ser o ser humano mais doce que conheço, o que ele continua sendo até hoje. 

Quase agora, no caminho que fizemos do estacionamento até o local da sede que usamos para ensaiar, ele tocou no meu braço. 

Eu senti. 

Meus pelos se ouriçaram?! Não é a primeira vez que acontece. Mas eu pensei que depois de milênios vivendo colados, isso desapareceria.

É, eu pensei.

 


Notas Finais


Olha...nEM SEI O QUE DIZER, SÓ SENTIR. Mas, vamos lá: Lars, a sua consideração é tocante e ai de você se não tratasse o (nosso) tesouro Kirk Lee Hammett direito.
.
Ah, e antes que eu me esqueça: caso vocês nunca assistiram Happy Endings Sleepover, super recomendo! Juro, para ser sincera, eu nunca me senti tão bem assistindo um filme como esse. O enredo, o modo como tudo acontece naturalmente e o final... tão, tão :'))) <333 Eu fico soft demais!! Caso assistam, me digam o que o que acharam, pleasee
.
Só para avisar........ muito em breve (amanhã provavelmente) postarei o próximo capítulo.
BEIJO!
Se cuidemmmm!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...