História My supreme crush- Jeon JungKook - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Ailee, Bangtan Boys (BTS), Kisum, Lovelyz
Personagens Ailee, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kisum, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Yoo Ji-ae
Tags Bunny, Crush, Jungguk, Kookie
Visualizações 21
Palavras 918
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - 10


Fanfic / Fanfiction My supreme crush- Jeon JungKook - Capítulo 10 - 10

Olho novamente para JungKook e o mesmo estava olhando atento para a estrada, ele estava com um olhar meio triste, parecia chateado com algo.

_O que foi, bunny? - pergunto num tom baixo e preocupado.

_Nada não! - ele me olha e da um sorriso simpático.

[…]

Meu pai adentra na garagem do prédio e assim para em sua vaga de sempre. Saimos do carro, Toshi abre o porta malas e retira uma mala lá de dentro.

_Acho que irei precisar de ajuda! - ele fala fazendo força para pegar as bagagens.

_Deixe que eu te ajudo pai! - falo e então vou até onde meu pai está, assim pego duas bagagens que estavam pesadíssimas.

No meio do caminho acabo tropeçando em meu pé direito e caio de "madura" no chão. JungKook me olha assustado e vem correndo até mim, ele pega em minhas mãos e me ajuda à levantar.

_Está tudo bem? - pergunta ele.

_Sim!, foi só uma quedinha de nada! - riu ao falar aquilo.

_Deixa que eu ajudo o seu pai à levar as malas. - o moreno pega as bagagens e vai até o elevador, onde meu pai esperava com cara de tacho.

JungKook adentra no elevador e assim ele sobe.

··JungKook P.O.V··

Após ver Maki cair, me desespero e vou correndo até ela. Pego em suas mãos e à levanto com cuidado.

_Está tudo bem? - pergunto preocupado.

_Sim!, foi só uma quedinha de nada! - ela ri ao falar aquilo.

•Como a Saki é linda rindo!• - penso.

_Deixa que eu ajudo o seu pai à levar as malas. - falo pegando as bagagens e indo até o elevador, onde o pai de Saki esperava com cara de tacho.

Entro no elevador e assim ele se fecha. O silêncio constrangedor tomou conta de lá, eu não sabia o que fazer, eu estava sem escapatória, não sabia se falava ou não.

_Então...JungKook, né? - ele pergunta.

_Sim senhor! - respondo formalmente.

_Eu irei ser direto! - fala ele. - o que você pretende com a minha filha? - na mesma hora eu fico sem jeito e mais vermelho do que sei lá o que.

_C..com sua...sua filha? Nada, oras! Ela...ela é só minha amiga! - gaguejo ao falar.

_Garoto, não precisa mentir para mim! Eu percebi os olhares dos dois e com isso, sei que Saki gosta muito de você! - ele sorri. - Sou o pai dela, sei muito bem quando ela gosta de verdade de uma pessoa. - me alivio ao escutar ele falar aquilo.

•Será que os sentimentos que eu sinto por Saki estão sendo correspondidos?• - penso

_Pode me falar, eu não irei brigar com você ou algo do tipo, só quero saber se o que ela sente por você está sendo correspondido. - ele vira de frente para mim e coloca uma mão em meu ombro esquerdo.

_Aaa...senhor, eu... - fico um pouco receoso ao falar para ele, até porque nem para os meus próprios pais eu falo sobre os meus sentimentos. - eu amo a Saki, e não é um amor de amigos e sim um amor de casal mesmo. - olho para o chão com medo do que o mais velho iria falar.

_Jungkook, desde o momento que eu vi vocês dois juntos de mãos dadas, já percebi que você gostava de verdade da Saki. - ele para por um momento e respira. - demorou para mim perceber isso em Saki, como ela é muito fechada e não demonstra sentimentos facilmente, foi difícil um pouco! Mas pai que é pai, consegue perceber tudo em seus filhos, não importa o que for.

Não sei o porquê dele estar tendo essa conversa comigo, foi de uma hora para a outra. Mas se for para ter o amor de Saki, eu faço qualquer coisa.

_Sabe o porquê de eu estar conversando sobre isso com você? - nego com a cabeça. - Saki já teve um amor quando morávamos em Osaka, ou melhor falando, já teve uma decepção amorosa. Ela tinha mais ou menos 14 anos de idade. Saki amava realmente o garoto, mas ele não. Quando ela descobriu que ele traia ela na cara dura, entrou em depressão, ela perdeu muito peso, e começou a aparecer marcas de estrias avermelhadas em todo corpo por conta disso. Saki não comia direito, ficava trancada no quarto o tempo todo triste, assistindo apenas um vídeo que fez com esse garoto. - me surpreendo ao escutar aquilo, Saki sempre foi uma garota alegre, que não deixa ninguém abalar ela. - Depois de um tempo ela superou, começou a frequentar aulas de dança e fotografia. Seu peso voltou ao normal como antes, mas as marcas que a vida deixou em sua pele não desapareceu até agora, e nunca irá desaparecer.

Eu não sabia o que falar. Se eu encontrasse esse cara na rua, eu apertaria sua mão e falaria "muito obrigada por ser um babaca, hoje eu estou com a pessoa que você fez sofrer miseravelmente na vida e diferente de você, eu à amo".

_Seu eu fosse o namorado dela, nunca que iria fazer isso com ela! - falo e ele me olha com um sorriso enorme.

_Você quer realmente ficar com ela? - concordo que sim. - então apartir de hoje você pode contar comigo para o que for. Farei Saki ficar com você sem problema algum! - sorrio após ele falar aquilo.

_Sério mesmo senhor? - eu não sabia como demontrar minha felicidade, ela estava à milhões.

_Seríssimo JungKook! - ele responde. - daqui poucos dias você já estará me chamando de sogro! - acho que o sr. Hideki está muito confiante disso, mas se ele está dizendo, então irei acreditar nele.

Saki P.O.V


Notas Finais


Tchau:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...